488 anos

Vila Velha deve receber R$ 2 bi em investimentos

Foto: Nety Façanha

A primeira cidade do Espírito Santo completa 488 anos no mesmo dia em que se comemora a Colonização do Solo Espírito-Santense. Neste 23 de maio, solenidades marcaram a data, como a assinatura de ordens de serviço para macrodrenagem, pavimentação de vias, revitalização de campo de futebol, reforma de escolas e construção de novas unidades de ensino, entre outros investimentos, totalizando mais de R$ 750 milhões, além de outros anúncios do governo que, juntos, somam mais de R$ 2 bilhões. O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande (PSB), pelo prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo (Podemos), e pelo presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Santos (Podemos).

“Autorizamos a realização de obras importantes que vão beneficiar a vida dos moradores. Nosso papel à frente da Assembleia é garantir que Vila Velha, nessa parceria entre os Poderes, possa receber os investimentos necessários”, afirmou Marcelo Santos que recebeu, assim como alguns outros deputados estaduais, o título de cidadão vila-velhense. 

O prefeito declarou que os investimentos em Vila Velha e a boa relação com o governo e a Assembleia, além de outros órgãos, estão transformando o município. “A Vila Velha do futuro estamos construindo no presente. Hoje estamos como a cidade com maior valorização imobiliária do país, a que tem menor tempo de abertura de empresas do estado, a que gera mais emprego no Espírito Santo”, comemorou Arnaldinho Borgo.

O chefe do Executivo estadual ressaltou que o dia é importante não só para Vila Velha, mas para todo o Espírito Santo. “São mais de R$ 2 bilhões em investimentos. Tenho a alegria de ser o governador que mais investiu na cidade berço do nascimento do nosso Estado, onde tudo começou, bem como em todos os nossos outros municípios”, informou Casagrande.

O evento contou ainda com a assinatura de ato declarando Vila Velha capital do Estado, simbolicamente, neste dia; além de entrega de medalhas, condecorações e títulos; apresentação de bandas marciais e da banda da Polícia Militar, entre outras atividades.

Desfile cívico-militar

O momento mais esperado pela população que foi ao Centro de Vila Velha na manhã desta terça-feira foi o tradicional desfile cívico-militar em comemoração ao aniversário da cidade. Mais de mil alunos de 22 escolas fizeram o trajeto, encantando aos presentes.

O poema “Terra de gente feliz, onde tudo começou” foi o tema do desfile, que trouxe o aspecto histórico, acompanhado de música e animação. Além das escolas, também desfilaram diversas organizações sociais e instituições, como Marinha, Exército, Bombeiros e polícias.

Mais um momento importante foi a condução da tocha que simboliza a “capital” Vila Velha, da Prainha até o centro da cidade canela-verde. Alunos atletas conduziram o fogo até as mãos do governador, acompanhados pela banda marcial Fanfarra dos Desbravadores.

Após o desfile, o aluno Kaíque Santos afirmou que vale a pena tanto esforço. “Ensaiamos muitas horas, vários dias, foi bem difícil. Mas foi uma experiência incrível, estava tudo lindo”, contou emocionado.

Confira mais Notícias

Sul do ES

Tribunal de Contas recomenda a rejeição das contas de 2020 de Giló, em Mimoso do Sul

Cultura

VII Festival de Leituras Dramáticas Capixabas agita Cachoeiro

Agenda

Festa de Cachoeiro: Festival levará boa comida e artesanato ao Parque de Exposição

Solidariedade

39º edição da Feira da Bondade de Cachoeiro acontecerá em outubro

Governo

Mimoso do Sul recebe novos investimentos do Estado para reconstrução da cidade

Cidades capixabas

Marataízes vence o Desafio Cadastur e impulsiona turismo no Espírito Santo

Serviços

Novos canais para solicitações de iluminação pública em Cachoeiro

Mês de junho

Van da Boa Energia da EDP oferece serviços para moradores de Mimoso do Sul