Seu dinheiro

Reajustes salariais em julho ficaram acima da inflação, mostra Fipe

Pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), divulgada nesta quinta-feira (24), mostra que 92,6% dos reajustes salariais fechados em acordos e convenções coletivas de trabalho em julho ficaram acima da inflação, considerado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O reajuste salarial mediano do sétimo mês do ano ficou em 5%, ante uma inflação acumulada nos 12 meses anteriores de 3%, o que representa um ganho real de 2%.

Julho foi o oitavo mês consecutivo com reajuste mediano de salário acima da inflação e o maior ganho real desde dezembro de 2022. No acumulado do ano, até julho, 78,4% dos reajustes ficaram acima do INPC. Em 2022, no mesmo período, essa proporção foi 20,5%.

A prévia de agosto, segundo a Fipe, mostra que 75% dos reajustes estão acima do INPC, com reajuste mediano salarial de 5% para o INPC de 3,5%.

A pesquisa da Fipe é baseada em informações do Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a partir dos resultados das negociações coletivas.

Fonte: Agência Brasil

Confira mais Notícias

Números Capixabas

Primeiro semestre de 2024 bate recorde histórico de abertura de empresas

Seu Bolso

Petrobras reajusta em 7,12% preço da gasolina para distribuidoras

Fraudes contábeis nas Americanas superaram os R$ 25 bilhões

Negócios

Rochas Ornamentais: “Finep Day” acontece em Cachoeiro no próximo dia 11

Seu Bolso

Julho terá bandeira amarela na conta de luz, define Aneel

Seu Bolso

Taxa para compras de até US$ 50 não incidirá sobre medicamentos

Dívidas

ES teve mais de 92 mil contratos negociados na Faixa 1 do Desenrola por meio do site do programa

3 de junho

INSS paga segunda parcela do 13º a quem recebe acima do mínimo