Dívidas

ES teve mais de 92 mil contratos negociados na Faixa 1 do Desenrola por meio do site do programa

O Espírito Santo contabilizou 47.114 negociações da Faixa 1 do Desenrola, programa lançado pelo Governo Federal em julho de 2023 para combater a crise de inadimplência que se abateu sobre o país em função da pandemia de covid-19. Iniciada em outubro de 2023, a Faixa 1 contemplou pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico.
 

Levando-se em conta apenas as operações realizadas por meio do site do programa (desenrola.gov.br), sem contar os dados de canais dos parceiros — como Serasa, Itaú, Santander, Caixa — o Desenrola beneficiou 15 milhões de pessoas com a negociação de R$ 53 bilhões em dívidas e reduziu a inadimplência entre a população que mais precisa de apoio. A Faixa 1 teve adesão de cinco milhões de pessoas com a negociação de mais de R$ 25 bilhões em débitos. O programa foi encerrado em 20 de maio.
 

No Espírito Santo, as negociações na Faixa 1 envolveram um valor original de R$ 249,8 milhões em dívidas e 41.481 pessoas participaram. O processo resultou em 92.680 contratos revistos. A partir das negociações abertas, o total caiu para R$ 35,2 milhões, dos quais cerca de R$ 5 milhões foram pagos à vista e o restante (R$ 30,1 milhões), acordados de forma parcelada. O Espírito Santo foi a 18ª Unidade da Federação com maior número de contratos negociados na Faixa 1 no programa.
 


Infográfico 1 | Detalhamento das negociações do Desenrola por região – Fonte: Ministério da Fazenda


BENEFÍCIO — “O programa foi um verdadeiro sucesso, por diminuir o endividamento da população mais vulnerável e reduzir o ritmo de crescimento da inadimplência como um todo. Além disso, precisou de aporte relativamente baixo do governo: R$ 1,7 bilhão dado como garantia caso as pessoas não paguem o refinanciamento”, afirmou o secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Marcos Barbosa Pinto. “Para cada R$ 1 investido no Desenrola, foram negociados R$ 25 em dívidas atrasadas. Isso beneficiou mais de 600 credores com valores que, em muitos casos, eles já davam como perdidos. Tudo isso favoreceu a economia brasileira como um todo”.


ESTADOS — Os estados onde mais pessoas foram beneficiadas pelo programa na Faixa 1 foram São Paulo (25,3% do total), Rio de Janeiro (11,3%) e Minas Gerais (8,6%). Esses estados também lideraram em valores absolutos e em volume de renegociação.


Com 705.890 acordos firmados, São Paulo foi o estado com maior número de negociações na Faixa 1. O valor original das dívidas foi de R$ 3,75 bilhões e, ao fim das negociações, com os descontos de até 90% aplicados, totalizou R$ 500 milhões negociados. Ao todo, 623.705 CPFs foram registrados, que resultaram em 1,4 milhão de contratos revistos.
 

Na sequência, aparecem Rio de Janeiro, com 320.660 negociações, 281.263 CPFs envolvidos e R$ 203,54 milhões negociados; e Minas Gerais, com 237.703 contratos, 212.336 CPFs e R$ 186,77 milhões negociados.


MUNICÍPIOS — Do total de 5.570 municípios, foram realizadas renegociações em 5.567 (99,9%). Com 229 mil negociações, São Paulo é a cidade com maior quantidade na Faixa 1, com 446.221 contratos renegociados. A capital paulista também lidera em relação ao valor negociado: R$ 163,57 milhões.
 

Na sequência aparecem Rio de Janeiro (256.222 contratos e R$ 83,95 milhões negociados), Manaus (126.039 contratos e R$ 50,42 milhões negociados) e Brasília (126.039 contratos e R$ 47,72 milhões negociados).
 

Na Faixa 1 do Desenrola, 52% do público elegível ao programa era formado por mulheres. Entre o público que efetivamente negociou, o percentual de mulheres sobe para 56% do total.

Confira mais Notícias

3 de junho

INSS paga segunda parcela do 13º a quem recebe acima do mínimo

Negócios

ESPÍRITO SANTO EXPORTOU 636 MIL SACAS DE CAFÉ EM ABRIL

Brasil

Nova presidente da Petrobras defende políticas de preços em vigor

Seu Dinheiro

INSS começa a pagar nesta sexta décimo terceiro antecipado

Números do ES

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Investimentos

Siderúrgicas anunciam R$ 100,2 bi em investimentos no Brasil até 2028

Agro

Espírito Santo é o maior produtor e exportador de mamão do Brasil

Tragedia Ambiental

ES e MG pedem à Samarco, Vale e BHP Billiton R$ 100 bi por rompimento da barragem de Fundão