Encontro

“Propus ao governador Renato Casagrande mostrar ao governo federal que o ES é um Estado pagador”, diz Marcelo Santos em encontro com prefeitos

Mais um grupo de prefeitos foi recebido pelo presidente da Assembleia Legislativa (Ales), deputado Marcelo Santos (Podemos). O encontro, que contou principalmente com participação de prefeitos do Sul e Caparaó capixabas, aconteceu na Presidência da Casa nesta terça-feira (7). Assim como na reunião realizada em fevereiro com prefeitos das Regiões Norte e Noroeste, foram abordadas demandas sensíveis aos gestores, principalmente sobre a importância de unir forças em busca de mais recursos federais e desburocratizar o dia a dia dos gestores. O 1º secretário da Casa, deputado João Coser (PT), também participou do encontro. 

Participaram da reunião os prefeitos Paulo Cola (Piúma); Luciano Roncetti Pimenta (Afonso Cláudio); Fabrício do Posto (Apiacá); Alessandro Broedel (Sooretama); Sidiclei Giles de Andrade (Pancas); Paulinho Mineti (Venda Nova do Imigrante); Nei Castelari (Rio Novo do Sul); Peter Costa (Mimoso do Sul); Fabrício Petri (Anchieta); Luciano Pingo (Ibatiba); Nemrod Emerick (Alegre); Ninho (Dores do Rio Preto); Jauar (Guaçuí); Victor Coelho (Cachoeiro de Itapemirim); Levi Marques (Brejetuba); Matheuzinho (Conceição da Barra); Dorley (Presidente Kennedy); Sérgio Fonseca (Jerônimo Monteiro); e Edmilson Meireles (Irupi). 

Fotos da reunião

De acordo com o presidente Marcelo Santos, a aproximação do Legislativo com os gestores municipais fortalece a articulação junto ao governo federal em busca de recursos, além de promover a desburocratização de serviços essenciais para o desenvolvimento das cidades. Ele anunciou o fortalecimento da Casa dos Municípios, já existente na estrutura da Ales para dar apoio aos Executivos municipais, e a criação do Colégio Permanente de Presidentes de Legislativos Municipais, cujo objetivo é subsidiar o trabalho das câmaras de vereadores, recebendo e debatendo demandas essenciais.

“São ações voltadas para o fortalecimento das regiões. Um lugar onde os vereadores encontrarão suporte para formatar projetos e dar encaminhamento e debater suas demandas junto ao governo do Estado. Antes, era visto como apenas um espaço para eles, mas eles não precisam de espaço; precisam de ajuda para tocar o trabalho nos municípios”, declarou o presidente.

Marcelo também abordou a necessidade de mostrar à União que o Espírito Santo merece mais recursos pelo bom histórico de gestão que apresenta. “Propus ao governador Renato Casagrande mostrar ao governo federal que o Espírito Santo é um Estado pagador”, afirmou.

Os convidados afirmaram que a interação entre os Poderes estadual e municipais é essencial para a captação de mais recursos da União e dinamiza o dia a dia na administração pública. “É importante caminhar juntos pelo desenvolvimento do Espírito Santo. É fundamental o trabalho conjunto, já que o Estado é produtivo, mas carece de mais investimentos do governo federal”, afirmou o prefeito de Cachoeiro de Itapemirim e presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Victor Coelho. 

Infraestrutura e prevenção de desastres

Aumentar o repasse para investir em infraestrutura e prevenção de desastres naturais foi uma das maiores queixas dos gestores. Eles acreditam que com a articulação do Legislativo Estadual os municípios terão mais condições de buscar mais recursos. 

“Passamos muitas dificuldades em épocas de chuvas com enchentes. Precisamos muito de recursos para a nossa infraestrutura e para prevenir essas enchentes e essa parceria com a Assembleia vai abrir muitas frentes para nosso trabalho em Mimoso”, declarou Peter Nogueira da Costa (Republicanos).

Confira mais Notícias

Movimentos políticos

De olho na vaga, deputados repercutem eleição para o Tribunal de Contas do Espírito Santo

Eleições

STF derruba regras de sobras eleitorais

Decisões

TSE restringe uso de Inteligência Artificial nas eleições de outubro; veja outras regras aprovadas

Análise política

Dorlei Fontão trabalha e confia na decisão da Justiça; Paulinho Mineti observa

Sucessão

Internamente não há dúvidas! Leo Português será o candidato de Fabrício Petri em Anchieta

Em discurso

Lula chama guerra em Gaza de genocídio e critica “hipocrisia”

Mudo

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Obrigado a ir

Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF