modificação na Lei

Padarias Capixabas se tornam mais competitivas, diz presidente do Sindipães

O Governo do Estado publicou hoje (25) modificação na Lei que  institui o programa de desenvolvimento e proteção à economia do Estado do Espírito Santo. Com isso, as padarias capixabas se tornam mais competitivas. 

De acordo com o presidente do Sindipães, Ricardo Augusto Pinto, o Compete veio consertar uma desigualdade tributária que estava acontecendo no Espírito Santo. Ou seja, alguns nichos do mercado estavam comercializando os mesmos produtos que as padarias, porém, pagando uma alíquota diferenciada.

“Agora, com o Compete, as padarias se tornam muito mais competitivas. O Compete vai dar segurança Jurídica e Tributária aos panificadores. Isso vai gerar mais segurança aos panificadores e, consequentemente, dar mais estabilidade para o empresário, gerar emprego e renda para a economia local”, disse o presidente do Sindipães.

Ambiente de negócio competitivo
O presidente Ricardo fez questão de destacar que a nova medida do Governo do Estado vai melhorar o ambiente de negócio no Espírito Santo e tornar as padarias competitivas. “Agradeço ao Governo do Estado por ter a sensibilidade de reconhecer esse cenário e deixar a padaria, que está presente em todos os bairros capixabas, mais competitiva. Todos os estados vizinhos ao Espírito Santo já têm o Compete para padarias. O Sindipães está feliz com essa vitória do setor de panificação capixaba, que gera tanto emprego e renda para as comunidades locais. Estamos felizes porque o ambiente competitivo gera segurança para o empresário e benefícios para o consumidor”.

Confira mais Notícias

Notícia da semana

Toyota deve investir R$ 11 bilhões no Brasil

PIB

Economia brasileira cresce 2,9% em 2023

Números do Brasil

Mais de 650 mil empresas aderem ao Simples em 2024

Seu dinheiro

Transações via DOC e TEC deixam de existir

Ideia Brasileira

Taxar super-ricos já tem apoio de alguns países europeus, diz Durigan

Medida Provisória

Lula revoga reoneração de 17 setores da economia

Negócios

Espírito Santo receberá R$ 100 milhões em investimentos na distribuição de gás natural

Mundo Agro

Primeira fábrica de azeite para uso coletivo na produção é inaugurada no Espírito Santo