Economia

Governo do Espírito Santo realiza leilão para alienação das ações da ES Gás

Foi realizado nesta sexta-feira (31), na B3, o leilão promovido pelo Governo do Espírito Santo para alienação da totalidade das ações da Companhia de Gás do Espírito Santo (ES Gás). A Energisa, representada pela corretora Modal, foi a vencedora do leilão com uma proposta de R$ 1,42 bilhão, com um ágio de 7,28%.

Foram leiloadas 493.691.410 ações ordinárias nominativas, sem valor nominal, e 142.474.400 ações preferenciais nominativas, sem valor nominal, de emissão da ES Gás, representativas de 100% do capital social. O lance mínimo era de R$ 1,3 bilhão.

No Espírito Santo, a ES Gás é a concessionária responsável pela distribuição do gás natural canalizado e é regulada pelo órgão estadual ARSP (Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo). A ES Gás atua nos segmentos residencial, comercial, industrial, automotivo, de climatização e cogeração e termoelétrico, totalizando mais de 75 mil unidades consumidoras.

“Apresentamos um resultado muito positivo na venda da empresa com um valor de R$ 1,42 bilhão. Esse valor demonstra a capacidade da empresa durante o período em que a gerenciamos junto com a Vibra. Cabe ao estado do Espírito Santo reafirmar para a Energisa, que arrematou a empresa, que manteremos uma agência reguladora estável e equilibrada e com permanente diálogo para a empresa ter um bom ambiente para desenvolver suas atividades em nosso estado”, afirmou Renato Casagrande, governador do Estado do Espírito Santo.

Para o diretor-presidente da ES Gás, Heber Resende, “inaugura-se agora um novo capítulo na breve, porém intensa, história da Companhia, com seu controle em mãos de sócios privados, o que dotará a concessionária das competências necessárias para atuar, com agilidade e com competitividade, no novo ambiente regulatório do gás natural, mais aberto, disputado e com possibilidades mais amplas. Foi um bom resultado para o Estado do Espírito Santo, para a sociedade capixaba, para a Companhia e seus acionistas.”

“A Vibra tem como propósito estar sempre a postos para mover o Brasil com sua melhor energia. Seguindo a estratégia da Companhia, continuaremos no mercado como um comercializador de gás natural e biometano, On Grid e Off Grid. Agradeço todo empenho e parceria que tivemos com o Estado do Espírito Santo, com o BNDES, que nos ajudou nesta empreitada, e à ES Gás, desejando que a companhia tenha ainda mais sucesso e que continue avançando e contribuindo para o desenvolvimento do Estado do Espírito Santo”, declarou Bernardo Kos Winik, vice-presidente Executivo B2B da Vibra Energia.

“É uma grande satisfação para nós da B3 poder contribuir com a aproximação entre companhias, projetos e investidores, impulsionando o desenvolvimento da infraestrutura do país. Essas realizações só são possíveis graças à confiança e comprometimento de nossos parceiros”, disse Rogério Santana, diretor de Relacionamento com Clientes da B3.

Clique aqui e assista ao vídeo do leilão.

Sobre a B3

A B3 S.A. (B3SA3) é uma das principais empresas de infraestrutura de mercado financeiro do mundo e uma das maiores em valor de mercado, entre as líderes globais do setor de bolsas. Conecta, desenvolve e viabiliza o mercado financeiro e de capitais e, junto com os clientes e a sociedade, potencializa o crescimento do Brasil.

Atua nos ambientes de bolsa e de balcão, além de oferecer produtos e serviços para a cadeia de financiamento. Com sede em São Paulo e escritórios em Chicago, Londres, Singapura e Xangai, desempenha funções importantes no mercado pela promoção de melhores práticas em governança corporativa, gestão de riscos e sustentabilidade.

(Com informações da B3)

Confira mais Notícias

Notícia da semana

Toyota deve investir R$ 11 bilhões no Brasil

PIB

Economia brasileira cresce 2,9% em 2023

Números do Brasil

Mais de 650 mil empresas aderem ao Simples em 2024

Seu dinheiro

Transações via DOC e TEC deixam de existir

Ideia Brasileira

Taxar super-ricos já tem apoio de alguns países europeus, diz Durigan

Medida Provisória

Lula revoga reoneração de 17 setores da economia

Negócios

Espírito Santo receberá R$ 100 milhões em investimentos na distribuição de gás natural

Mundo Agro

Primeira fábrica de azeite para uso coletivo na produção é inaugurada no Espírito Santo