Política

Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa recebe demandas do sul capixaba

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Ales) realizou na quarta-feira (5) uma audiência pública no plenário da Câmara Municipal de Guaçuí para debater o atendimento da saúde nas regiões Sul e Caparaó.

O presidente do colegiado, deputado Dr. Bruno Resende (União), fez um balanço positivo do encontro, que possibilitou a identificação de pontos para melhoria no atendimento da saúde pública na região. “Identificamos alguns gargalos no atendimento: basicamente eles estão na regulação de consultas e exames dos pacientes e também houve críticas à logística do atendimento do Samu 192”, disse o deputado.

Ele observa que esses pontos também são verificados em outras regiões. “A queixa é que não há uma correspondência direta entre quem faz a regulação e quem faz o atendimento, o que a gente já havia identificado na sessão da Comissão de Saúde de terça-feira, na Assembleia Legislativa”.

Com base nas informações, o presidente da Comissão de Saúde disse que vai buscar soluções junto ao governo do Estado. “O papel da Comissão de Saúde é parametrizar esses gargalos e traçar, junto ao Executivo estadual, um debate para que a gente possa, unidos, com os municípios, hospitais e Assembleia Legislativa, pensar em políticas públicas que possam ser aplicadas na prática, garantindo uma saúde que seja realmente de todos os capixabas. O deputado destacou ainda a necessidade de descentralizar e regionalizar o atendimento na saúde.

Para a secretária municipal Juliana Nolasco, um dos desafios da gestão da saúde pública é a alta rotatividade nos cargos da área. “Nos últimos 12 anos, tivemos 12 ministros da saúde. Nos 27 Estados, tivemos quase 60 secretários estaduais nos últimos 4 anos, e isso se repete nos municípios. Quando troca um ministro ou um secretário, muda todo o primeiro escalão”, disse a secretária.

Participação

Participaram do encontro dezenas de autoridades e representantes de instituições locais, entre eles o prefeito de Guaçuí, Marcos Jauhar; o presidente da Câmara do município, Valmir Santiago, e os vereadores Wanderley de Moraes e Zé Ruim; os secretários de Saúde de Alegre, Emerson Gonçalves, e de Guaçuí, Juliana Nolasco; o diretor-geral da Santa Casa de Guaçuí, Denis Vaz; e o chefe de Regulação da Superintendência Regional de Saúde, Alan Ramos.

Confira mais Notícias

Movimentos políticos

De olho na vaga, deputados repercutem eleição para o Tribunal de Contas do Espírito Santo

Eleições

STF derruba regras de sobras eleitorais

Decisões

TSE restringe uso de Inteligência Artificial nas eleições de outubro; veja outras regras aprovadas

Análise política

Dorlei Fontão trabalha e confia na decisão da Justiça; Paulinho Mineti observa

Sucessão

Internamente não há dúvidas! Leo Português será o candidato de Fabrício Petri em Anchieta

Em discurso

Lula chama guerra em Gaza de genocídio e critica “hipocrisia”

Mudo

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Obrigado a ir

Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF