Bolsa fecha no maior nível em sete meses após inflação recuar


Foto: Valter Campanato

forte recuo da inflação em maio impulsionou o mercado financeiro. A bolsa de valores ultrapassou os 115 mil pontos e fechou no maior nível em sete meses. O dólar teve leve alta, impulsionado pelas compras na véspera de feriado.

O índice Ibovespa, da B3, fechou esta quarta-feira (7) aos 115.488 pontos, com alta de 0,77%. O indicador está no maior nível desde 8 de novembro do ano passado, quando tinha encerrado pouco acima dos 116 mil pontos.

No exterior, as bolsas tiveram um dia misto, com algumas caindo após a divulgação de exportações mais fracas que o esperado da China. No entanto, a divulgação de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu para 0,23% em maio e está abaixo de 4% no acumulado de 12 meses animou os investidores.

Após quatro dias seguidos de queda, o dólar comercial subiu levemente, encerrando o dia vendido a R$ 4,924, com alta de R$ 0,012 (+0,24%). A cotação alternou altas e baixas, mas perto do fim das negociações, exportadores e instituições financeiras aproveitaram o preço baixo para comprarem divisas. Como houve baixa liquidez (poucas negociações) na véspera de feriado, as movimentações resultaram em alta na cotação.

Os fatores domésticos prevaleceram no mercado financeiro nesta quarta. A forte desaceleração dos preços pressiona o Banco Central (BC) a iniciar os cortes da taxa Selic (juros básicos da economia) mais cedo. A queda dos juros favorece aplicações mais arriscadas, como o mercado de ações, impulsionando as bolsas de valores.

Agora, a Agência Brasil está dando as matérias sobre o fechamento do mercado financeiro apenas em dias extraordinários. A cotação do dólar e o nível da bolsa de valores não são mais informados diariamente.

Fonte: Agência Brasil

Confira mais Notícias

Seu dinheiro

Transações via DOC e TEC deixam de existir

Ideia Brasileira

Taxar super-ricos já tem apoio de alguns países europeus, diz Durigan

Medida Provisória

Lula revoga reoneração de 17 setores da economia

Negócios

Espírito Santo receberá R$ 100 milhões em investimentos na distribuição de gás natural

Mundo Agro

Primeira fábrica de azeite para uso coletivo na produção é inaugurada no Espírito Santo

Setor Elétrico

EDP anuncia mais de R$ 910 milhões em investimentos no Espírito Santo em 2024

Dívidas

Mais de 27,2 mil pessoas renegociam na Faixa 1 do Desenrola no Espírito Santo

Dívidas

Cerca de 8 milhões de empresas poderão usar o Desenrola, diz ministro