EX-MINISTRO DE BOLSONARO

Anderson Torres é preso pela PF após desembarcar em Brasília

Foto: Marcelo Camargo/AB

Fonte: Agência Brasil

O ex-ministro da Justiça e ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal Anderson Torres foi preso na manhã de hoje (14) pela Polícia Federal (PF). Ele foi detido ao desembarcar no aeroporto de Brasília, após chegar em um voo comercial vindo de Miami, nos Estados Unidos.

O avião com Torres decolou ontem (13), por volta das 23h30, e chegou a Brasília às 7h25 de hoje. Um forte esquema de segurança, envolvendo mais de um comboio, foi montado na saída do aeroporto. O destino final do ex-ministro ainda não foi divulgado.

O ex-ministro teve a prisão determinada na última terça-feira (10) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, a pedido da PF. Na quarta-feira (11), a corte validou a decisão, por 9 votos a 2.

Anderson Torres é acusado de omissão e de facilitação para os atos terroristas em Brasília, no último domingo (8), que resultou na invasão e depredação do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do STF.

A situação de Torres se complicou após a Polícia Federal ter encontrado, em sua casa, uma minuta de decreto de estado de defesa a ser cumprido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-ministro nega participação na tentativa de golpe de Estado. Assim que a decisão de Moraes se tornou pública, Torres postou, nas redes sociais, que se entregaria. Em relação à minuta encontrada em sua casa, ele escreveu que o documento foi vazado “fora de contexto”.

Confira mais Notícias

Decisão do STF

Supremo condena mais 15 réus pelo 8 de janeiro

Movimentos políticos

De olho na vaga, deputados repercutem eleição para o Tribunal de Contas do Espírito Santo

Eleições

STF derruba regras de sobras eleitorais

Decisões

TSE restringe uso de Inteligência Artificial nas eleições de outubro; veja outras regras aprovadas

Análise política

Dorlei Fontão trabalha e confia na decisão da Justiça; Paulinho Mineti observa

Sucessão

Internamente não há dúvidas! Leo Português será o candidato de Fabrício Petri em Anchieta

Em discurso

Lula chama guerra em Gaza de genocídio e critica “hipocrisia”

Mudo

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado