Encontro em Brasília

Aeroporto de Cachoeiro entre os investimentos pedidos por Casagrande a Lula; confira as prioridades do ES

O governador do Estado, Renato Casagrande, se reuniu, na tarde desta quarta-feira (24), com o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, para tratar sobre os investimentos federais no Espírito Santo. A reunião foi um dos desdobramentos da reunião do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, com os 27 governadores, realizada no final de janeiro. Na ocasião, ficou definido que cada Estado apresentaria as obras prioritárias para investimentos do Governo Federal.

Durante o encontro, realizado no Gabinete do Ministro, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), Casagrande listou diversas obras e informou que a lista prioritária será enviada ainda esta semana para que possam ser incluídas no novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. Participaram do encontro, integrantes da equipe do Ministério e da equipe do Governo do Estado, por videoconferência.

“Foi uma reunião bastante importante com o ministro Rui Costa e a sua equipe. Estamos discutindo os investimentos estruturantes no Espírito Santo, como obras em rodovias com a nossa prioridade número um é a concessão da BR-101. Mas também falamos sobre a duplicação da BR-262 e da BR-259. Discutimos também a necessidade de obras de drenagem e sem esquecer dos investimentos estratégicos na malha ferroviária”, comentou o capixaba.

O ministro Rui Costa reafirmou o compromisso da União em priorizar as obras estruturantes no Estado. “Recebi não só o governador, mas também o amigo Renato Casagrande, mandando um abraço do presidente Lula ao povo do Espírito Santo. Nós estamos fazendo uma série de reuniões para recolher as prioridades dos estados e municípios para montar um novo PAC, que vamos lançar em junho. Agora mãos à obra, emprego e garantir com fé em Deus as prioridades aqui definidas pelo governador. Vamos trabalhando”, reiterou.

As obras apresentadas até o momento foram:

– Aeroporto de Cachoeiro de Itapemirim;

– Ferrovia Centro Atlântica e a ligação até o Rio de Janeiro;

– Corredor Metropolitano Sul, corredor exclusivo para ônibus ligando Vila Velha e Cariacica com construção de alça na 2ª Ponte;

– Macrodrenagem de Guriri, em São Mateus;

– Nova licitação da BR-101;

– Duplicação das BRs 262 e 259;

– Conclusão das obras do Contorno do Mestre Álvaro e da BR-447;

– Implementação da 3ª Ponte de Colatina;

– Complexo de Saúde do Norte;

– Hospital Geral de Cariacica;

– Barragem do Rio Jucu.

Mais agendas

O governador do Estado teve uma agenda também no Ministério dos Transportes, em que tratou sobre as rodovias e ferrovias federais que cortam o Espírito Santo. Casagrande voltou a pedir prioridade na resolução das questões envolvendo a concessão da BR-101, falou sobre a importância da duplicação da BR-259 e indicou o trecho de Viana até Victor Hugo (Marechal Floriano) como prioridade da BR-262. Na área ferroviária, o governador discutiu sobre a flexibilidade de novos trechos como, por exemplo, a extensão da EF-118 até o Rio de Janeiro.

Participaram o secretário executivo do Ministério dos Transportes, George Santoro; a secretária nacional de Transporte Rodoviário, Viviane Esse; o presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Fabricio Galvão; o secretário nacional de Transporte Ferroviário, Leonardo Ribeiro; o superintendente estadual do Dnit, Romeu Scheibe; além da equipe do ministério.

Confira mais Notícias

Movimentos políticos

De olho na vaga, deputados repercutem eleição para o Tribunal de Contas do Espírito Santo

Eleições

STF derruba regras de sobras eleitorais

Decisões

TSE restringe uso de Inteligência Artificial nas eleições de outubro; veja outras regras aprovadas

Análise política

Dorlei Fontão trabalha e confia na decisão da Justiça; Paulinho Mineti observa

Sucessão

Internamente não há dúvidas! Leo Português será o candidato de Fabrício Petri em Anchieta

Em discurso

Lula chama guerra em Gaza de genocídio e critica “hipocrisia”

Mudo

Bolsonaro não responde à PF em depoimento sobre golpe de Estado

Obrigado a ir

Moraes nega pedido de Bolsonaro para adiar depoimento à PF