Inconstitucional

STF derruba 11 pontos da Lei dos Caminhoneiros


Foto: Thomaz Silva

Fonte: Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucionais 11 pontos da Lei dos Caminhoneiros (Lei 13.103/2015). Os trechos da norma invalidados pelo Supremo tratam da jornada de trabalho dos profissionais e pausas para descanso. A decisão foi motivada por uma ação apresentada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT), em 2015.

De acordo com resultado da votação, foram anulados os dispositivos que permitem o fracionamento do período mínimo de descanso e a possibilidade de acúmulo do tempo de descanso semanal.

Também foi anulado o trecho da lei que excluía do cálculo de horas extras da jornada de trabalho o tempo que o caminhoneiro aguarda a carga e descarga do veículo e as paradas em pontos de fiscalização nas estradas.

O chamado “descanso em movimento”, quando dois motoristas fazem o revezamento da direção do caminhão, também foi derrubado pela Corte.

A parte da norma que exige o exame toxicológico para motoristas profissionais foi considerado constitucional e mantido na norma.

O julgamento ocorreu no plenário virtual, modalidade na qual os ministros inserem os votos no sistema e não há deliberação presencial. O julgamento foi finalizado na sexta-feira (30), e o resultado foi divulgado nesta quarta-feira (5).

Confira mais Notícias

Nessa terça-feira (18)

Cachoeiro recebe encontro preparatório para a Semana Estadual de Políticas sobre Drogas

Futebol

Conmebol confirma datas e horários das oitavas da Libertadores

Oportunidades

Governo do Estado anuncia edital para seleção de professores do Programa Mulheres Mil

Dia dos Namorados

Paciente é pedida em casamento no hospital

Rio Grande do Norte

Juiz considera inconstitucional taxa de uso de terrenos de marinha

Brasil

Biodança, ovnis, perucas: com que trabalham as novas profissões

Basquete

Franca derrota Flamengo e fica a uma vitória do título do NBB

Futebol

Endrick decide e Brasil bate México em preparação para a Copa América