Rochas ornamentais

Setor de rochas do ES volta a participar da Xiamen Stone Fair, principal feira de rochas do Oriente

Superado o impacto causado pela pandemia do Covid-19, após toda restrição de entrada de imigrantes na China, o Brasil retoma sua participação na Xiamen Stone Fair, principal feira de rochas ornamentais do Oriente, que acontece de 05 a 08 de junho em Xiamen, na Província de Fujian. O país será representado por 11 empresas apoiadas pelo It’s Natural – Brazilian Natural Stone, projeto de incentivo às exportações de rochas ornamentais brasileiras que é executado pelo Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas), com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

AmagranCajugramCorcovadoDecoloresGramaziniMagbanMargramarPedra do FradePolitaSanto Antonio Stones e Willcomex são as empresas que compõem a delegação brasileira presente no evento. Nos estandes instalados no Hall A5, elas irão exibir um pouco da maior diversidade geológica do planeta e explorar o grandioso mercado chinês.

A China desempenha um papel extremamente significativo no mercado de rochas do Brasil. O país o segundo maior destino das exportações brasileiras do segmento, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Em 2022, o Brasil registrou recorde histórico de faturamento de U$ 163 milhões com as exportações para a China, sendo mais de 90% do consumo na forma bruta dos materiais. O granito brasileiro é o produto mais importado pelos chineses, representando 61% dos negócios; enquanto quartzitos e mármores, representam 18,5% e 12%, respectivamente.

No primeiro quadrimestre de 2023 já foram exportados para a China U$ 44 milhões, reforçando a importância desse mercado para o setor nacional. “Com uma indústria de construção em expansão e uma demanda cada vez maior por materiais de construção de alta qualidade, as rochas ornamentais brasileiras são altamente valorizadas no mercado chinês devido à sua diversidade de cores, padrões únicos e qualidade superior”, afirmou o presidente do Centrorochas, Tales Machado.

Para Rogério Ribeiro, gerente do It’s Natural, a participação das empresas no evento se dá como uma estratégia importante para impulsionar as exportações. “A presença brasileira nesse mercado é reconhecida pela qualidade dos produtos e pela capacidade de atender às exigências dos consumidores chineses”, pontuou.

Confira mais Notícias

Notícia da semana

Toyota deve investir R$ 11 bilhões no Brasil

PIB

Economia brasileira cresce 2,9% em 2023

Números do Brasil

Mais de 650 mil empresas aderem ao Simples em 2024

Seu dinheiro

Transações via DOC e TEC deixam de existir

Ideia Brasileira

Taxar super-ricos já tem apoio de alguns países europeus, diz Durigan

Medida Provisória

Lula revoga reoneração de 17 setores da economia

Negócios

Espírito Santo receberá R$ 100 milhões em investimentos na distribuição de gás natural

Mundo Agro

Primeira fábrica de azeite para uso coletivo na produção é inaugurada no Espírito Santo