CONFUSÃO

Série B: Sport e Vasco empatam em duelo com invasão de torcedores

O duelo entre Sport e Vasco foi encerrado antes do apito final. Neste domingo (16), pernambucanos e cariocas empataram por 1 a 1 na Ilha do Retiro, em Recife, pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida, transmitida pela Rádio Nacional, foi marcada por uma confusão generalizada após o gol cruzmaltino, nos acréscimos da segunda etapa, com invasão de torcedores e uma longa interrupção, de mais de 50 minutos, até o árbitro Raphael Claus dar o jogo como terminado, alegando falta de segurança.

O Cruzmaltino foi a 56 pontos, permanecendo na quarta posição, três pontos a frente do Leão da Ilha, que aparece em quinto. Sampaio Corrêa, Criciúma (ambos 52 pontos), Ituano (51) e Londrina (50) aparecem na sequência, ainda sonhando com o G4, que dá acesso à Série A do ano que vem. Como o jogo foi suspenso antes do fim, a Justiça Desportiva deve avaliar a súmula da partida nos próximos dias, o que pode influenciar na manutenção ou alteração do resultado.

A equipe rubro-negra saiu na frente aos 19 minutos da etapa final, com Facundo Labandeira. O uruguaio aproveitou o rebote do goleiro Thiago Rodrigues, após finalização do também atacante Vagner Love, para balançar as redes. Aos 42, o meia Alex Teixeira dividiu com o goleiro Saulo na área e os vascaínos pediram o pênalti. O árbitro conferiu o lance no vídeo e marcou a infração. O atacante Raniel, já nos acréscimos, cobrou e deixou tudo igual.

Os jogadores do Vasco comemoraram o empate próximos à torcida do Sport, atrás do gol. Na sequência, torcedores do Leão, revoltados com a provocação, tentaram entrar no gramado. A segurança foi acionada, mas alguns tiveram sucesso em invadir o campo de jogo. Os atletas do Cruzmaltino correram para o vestiário e os do Rubro-Negro buscavam acalmar o público. Algumas pessoas nas arquibancadas se sentiram mal e precisaram ser atendidas pelos bombeiros. Profissionais de saúde chegaram a ser agredidos.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (22), às 16h30 (horário de Brasília), em novos confrontos diretos. O Vasco recebe o Criciúma em São Januário, no Rio de Janeiro, enquanto o Sport vai ao Estádio do Café, em Londrina (PR), enfrentar o clube da casa.

Tudo igual em Porto Alegre

Em duelo simultâneo ao de Recife, Bahia e Grêmio também empataram por 1 a 1, na Arena da equipe gaúcha, em Porto Alegre. Com 58 pontos, o Tricolor permanece na vice-liderança, dois pontos a frente do Esquadrão de Aço, que está em terceiro.

Os baianos abriram o marcador aos 48 minutos do primeiro tempo. O atacante Vitor Jacaré cruzou fechado, o goleiro Gabriel Grando rebateu e o meia Lucas Mugni aproveitou a sobra na pequena área. Na etapa final, aos 38, o atacante Guilherme levantou na segunda trave e o volante Thiago Santos, de cabeça, evitou a derrota gremista.

O próximo compromisso do Bahia será no sábado, às 16h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador, diante do Vila Nova. No domingo (23), às 16h, o Grêmio visita o Náutico nos Aflitos, em Recife. Os dois tricolores podem garantir o retorno à Série A em caso de vitória nos respectivos jogos e uma combinação de resultados na rodada.

Ponte respira e Náutico afunda

Nos demais jogos da rodada, que começou na última terça-feira (11), destaque à goleada sofrida justamente pelo Náutico, por 6 a 0, para o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP). Os atacantes Douglas Baggio (duas vezes), Hélio e Ronald e os meias Rômulo e Diego Torres balançaram as redes para o Tigre, que subiu para o 15º lugar, com 40 pontos, abrindo quatro para o CSA, primeiro time na zona de rebaixamento.

O Timbu, por sua vez, segue com 30 pontos e pode ter a queda à Série C decretada antes mesmo de enfrentar o Grêmio. Para isso, basta que a Chapecoense, 16ª colocada e primeira equipe fora do Z4, empate com o Tombense na próxima sexta-feira (21), às 19h15, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

Quem se livrou de vez do rebaixamento foi a Ponte Preta, que empatou sem gols com o Tombense no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG), no último sábado (15). A Macaca foi a 45 pontos (11 vitórias) e não pode mais ser alcançada pelo CSA (36 pontos e sete vitórias, podendo chegar, no máximo, a dez). A equipe mineira, com 44 pontos, está a uma vitória de garantir a permanência na Série B.

Após sofrerem no Z4 durante boa parte do campeonato, Guarani e Vila Nova estão próximos de escaparem da queda. O Bugre, com 44 pontos, precisa de somente um empate na terça-feira (18), às 21h30, contra o já campeão Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte. Na abertura da 32ª rodada, a equipe paulista derrotou o CRB por 1 a 0  no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), com gol do volante Richard Rios.

O Vila, por sua vez, bateu o Cruzeiro por 1 a 0 no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, na sexta-feira. O meia Matheuzinho balançou as redes e levou o Tigrão aos 45 pontos. Virtualmente salvos, os goianos até podem ser ultrapassados pelo CSA, mas, para isso, teriam de perder os próximos três jogos e os alagoanos somarem nove pontos na mesma sequência. Ainda assim, a disputa iria para o saldo de gols.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Daniel Ramalho

Confira mais Notícias

Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado

Brasil

Pesquisa mostra presença de álcool em pães de forma

No Gasômetro

Prefeitura do Rio marca leilão para construção de estádio do Flamengo

600 vagas

Governo do Estado autoriza novo concurso para Polícia Penal do Espírito Santo

Oportunidades

Saúde abre processo seletivo para cadastro reserva

A rodada

Cruzeiro, Fortaleza e Juventude mantêm Flu, Grêmio e Timão no Z-4

Festa

Com Ronaldinho Gaúcho, Jogo das Estrelas está confirmado no Kleber Andrade

A sorte

Três apostas acertam as seis dezenas da Mega-Sena no sorteio desta quinta (4)