Secretaria da Fazenda

Novo sistema automatiza e simplifica processo de credenciamento de contribuintes

A Secretaria da Fazenda (Sefaz), por meio da Receita Estadual, está trazendo uma mudança importante para simplificar e agilizar o ambiente de negócios. Já está em funcionamento o novo Sistema de Credenciamento Automático de Contribuintes para a emissão de documentos fiscais eletrônicos.

Isso significa que, ao se inscrever como contribuinte, o estabelecimento não vai precisar mais se preocupar com o processo de credenciamento manual. O novo sistema faz isso automaticamente, atribuindo a capacidade de emitir documentos fiscais eletrônicos específicos para as atividades econômicas que o contribuinte declara em seu objeto social, com base nos códigos de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).

“Essa mudança é uma grande vitória para todos. Os empreendedores ganham mais agilidade para iniciar seus negócios, poupando tempo e esforço. Ao mesmo tempo, os contabilistas têm uma carga de trabalho reduzida, eliminando a necessidade de realizar esse processo manualmente para cada tipo de documento”, explicou o subsecretário de Estado da Receita Estadual, o auditor fiscal Thiago Venâncio.

O gerente fiscal da Sefaz, o auditor fiscal Lucas Calvi de Souza, destacou que o novo sistema reflete o compromisso da Receita Estadual com a missão de tornar o ambiente de negócios do Espírito Santo mais dinâmico e amigável. “Uma vez credenciado automaticamente, o contribuinte vai receber uma mensagem de notificação do credenciamento via Domicílio Tributário Eletrônico (DT-e), no ambiente da Agência Virtual”, acrescentou Lucas Calvi.

“É importante destacar que o antigo sistema de credenciamento manual ainda estará disponível como uma alternativa durante o período de transição, de um ano”, informou o auditor fiscal Heider Gusmão Lemos. No entanto, a tendência é que o novo sistema automatizado se torne a escolha preferencial de todos, graças à eficiência e facilidade de uso da tecnologia.

Com essa medida, a Receita Estadual segue alinhada com a tendência global de desburocratização de obrigações acessórias, garantindo que os contribuintes capixabas possam se concentrar no crescimento de seus negócios. O objetivo é fortalecer o empreendedorismo no Estado e tornar o Fisco ainda mais eficiente.

Confira mais Notícias

Dívidas

ES teve mais de 92 mil contratos negociados na Faixa 1 do Desenrola por meio do site do programa

3 de junho

INSS paga segunda parcela do 13º a quem recebe acima do mínimo

Negócios

ESPÍRITO SANTO EXPORTOU 636 MIL SACAS DE CAFÉ EM ABRIL

Brasil

Nova presidente da Petrobras defende políticas de preços em vigor

Seu Dinheiro

INSS começa a pagar nesta sexta décimo terceiro antecipado

Números do ES

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Investimentos

Siderúrgicas anunciam R$ 100,2 bi em investimentos no Brasil até 2028

Agro

Espírito Santo é o maior produtor e exportador de mamão do Brasil