Em viagem

Governo do Estado aproxima relacionamento com montadoras chinesas de veículos elétricos

Essa segunda-feira (22) foi o primeiro dia de trabalho da missão empresarial que está na China para divulgar e promover o potencial do mercado automotivo do Espírito Santo. A ação inicial da missão foi uma visita na sede da Zhongtong Bus, montadora de ônibus e caminhões elétricos localizada em Liaocheng, distante 450 quilômetros de Pequim.

Com 40 anos de mercado e mais de quatro mil trabalhadores, a empresa Zhongtong tem capacidade de produzir 30 mil unidades por ano e já exporta para 100 países.

“Essa é uma visita estratégica. A empresa tem exportações para Argentina, Chile e Colômbia e quer presença no Brasil. Estamos aqui para confirmar que o Espírito Santo está na disputa para receber operações da corporação. Veículos Elétricos! Mostramos aos executivos os atrativos e as vantagens comparativas no nosso Estado em relação a outros estados da federação para viabilizar importações e até ter uma base industrial da montadora em território capixaba”, destaca o vice-governador e secretário de Desenvolvimento do Espírito Santo, Ricardo Ferraço.

“Eles estão de olho no mercado brasileiro. Fazem a importação de lítio do Brasil, que inclusive é exportado por portos capixabas. Apresentamos as potencialidades do Estado, nossa eficiência, a qualidade da mão de obra e do capital humano, posição geográfica, infraestrutura logística, portuária, incentivos e a primeira Zona de Processamento de Exportação (ZPE) privada do Brasil para trabalhar na atração deste grande investimento, visando gerar emprego e oportunidade para os capixabas”, completa Ricardo Ferraço.

As condições favoráveis existentes no Espírito Santo tornaram o Estado a mais eficiente porta de entrada de veículos importados no Brasil, com destaque para os elétricos. Em 2023, foram mais de 223 mil unidades desembarcadas pelo complexo portuário capixaba, nacionalizadas nos centros automotivos alfandegados e distribuídas para São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e outros.

“Além do hub logístico bem conectado e com pequenas distâncias entre portos e pátios de nacionalização e distribuição, o Estado oferece incentivos fiscais bem atraentes para dar muita competitividade às operações. E isso tem interferência e estimulo decisivos na geração de receitas, postos de trabalho e renda no Espírito Santo”, salienta Ferraço.

De acordo com a Federação das Empresas de Transportes do Estado do Espírito Santo do Espírito Santo (Fetransportes), apenas com o desembarque e distribuição dos veículos importados são mais de 1.200 trabalhadores envolvidos na operação da frota de 380 caminhões, que gera milhares de empregos indiretos em postos de combustíveis, concessionárias e outras empresas especializadas do segmento.

Além da Zhongtong Bus, os integrantes da missão empresarial farão visitas às empresas Geely, GAC, NETA, Zeekr, Farizon e SAIC e a BYD e GWM, que já estão operando no Espírito Santo.

A missão empresarial é coordenada pela COMEXPORT, empresa com presença contínua por mais de três décadas na China.

Confira mais Notícias

Números do ES

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Investimentos

Siderúrgicas anunciam R$ 100,2 bi em investimentos no Brasil até 2028

Agro

Espírito Santo é o maior produtor e exportador de mamão do Brasil

Tragedia Ambiental

ES e MG pedem à Samarco, Vale e BHP Billiton R$ 100 bi por rompimento da barragem de Fundão

Dinheiro

Com projeção de alta de 3,1% em 2024, economia capixaba é destaque internacional nesta segunda

Dinheiro

Políticos e entidades criticam corte de 0,25 ponto da Selic

Oportunidade

Feirão Zera Dívida Banestes renegocia débitos em mais 11 agências

Números capixaba

Espírito Santo registrou em 2023 menor taxa de desocupação da série histórica