Libertadores

Flu supera Argentinos Juniors, avança e pode pegar Flamengo; veja outros brasileiros


Foto: Marcelo Gonçalves/FluminenseFC

O Fluminense mostrou sangue-frio para derrotar o Argentinos Juniors (Argentina) por 2 a 0 em um jogo muito tenso, na noite desta terça-feira (8) no estádio do Maracanã, para garantir a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores. Na próxima fase da competição, o Tricolor das Laranjeiras enfrenta quem se classificar entre Flamengo e Olimpia (Paraguai).

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz chegou ao confronto desta terça com a vantagem de decidir em casa após empatar em 1 a 1 em partida disputada na última semana no estádio Diego Armando Maradona, em Buenos Aires. Porém, desde o apito inicial o Argentinos Juniors mostrou que seria um adversário complicado de ser batido, se fechando bem na defesa e buscando oportunidades de contra-atacar. Já o Fluminense até criava oportunidades, mas falhava nas finalizações.

Com isso, o placar permaneceu inalterado até a segunda etapa, quando, já aos 40 minutos, a bola sobrou para Samuel Xavier, que soltou uma bomba no ângulo do gol defendido por Acosta para abrir o marcador. Passando a precisar a vitória, a equipe argentina partiu para o ataque, e o Fluminense aproveitou os espaços para ampliar já nos acréscimos. Aos 51, Daniel lançou John Kennedy. O atacante avançou em velocidade, driblou Villalba e bateu na saída do goleiro para dar números finais ao placar.

Inter elimina River Plate

Outro brasileiro a se garantir nas quartas de final foi o Internacional. Em partida disputada no Beira-Rio, em Porto Alegre, o Colorado bateu o River Plate (Argentina) por 2 a 1 no tempo regulamentar para forçar a disputa de pênaltis, na qual saiu vencedor por 9 a 8.

Precisando vencer após perder de 2 a 1 no confronto de ida das oitavas de final, disputado em Buenos Aires, a equipe gaúcha se lançou ao ataque desde o primeiro minuto de bola rolando. E as melhores oportunidades na primeira etapa foram criadas pelo equatoriano Enner Valencia, que parou no goleiro Armani.

No segundo tempo o Colorado chegou a abrir uma vantagem de 2 a 0, graças a gols de Mercado e Alan Patrick. Porém, Rojas descontou aos 44 e forçou a disputa de pênaltis, na qual o Internacional foi mais eficiente para vencer por 9 a 8.

Derrota nos pênaltis

Quem também decidiu a sua vida nas penalidades máximas foi o Athletico-PR, que, na Arena da Baixada, em Curitiba, bateu o Bolívar (Bolívia) por 2 a 0 para forçar a disputa de pênaltis, após perder por 3 a 1 no confronto de ida disputado na altitude de La Paz.

Nos 90 minutos o Furacão começou a construir sua vitória sobre o Bolívar aos 30 minutos do primeiro tempo com Fernandinho, em cobrança de pênalti. O time brasileiro continuou pressionando e chegou ao segundo aos 21 da etapa final com Vitor Roque.

Como a vitória de 2 a 0 do Athletico-PR perdurou até o final dos 90 minutos a vaga teve que ser decidida nas penalidades máximas, nas quais o zagueiro Thiago Heleno falhou e permitiu que o Bolívar vencesse por 5 a 4.

Fonte: Agência Brasil

Confira mais Notícias

Futebol

Conmebol confirma datas e horários das oitavas da Libertadores

Oportunidades

Governo do Estado anuncia edital para seleção de professores do Programa Mulheres Mil

Dia dos Namorados

Paciente é pedida em casamento no hospital

Rio Grande do Norte

Juiz considera inconstitucional taxa de uso de terrenos de marinha

Brasil

Biodança, ovnis, perucas: com que trabalham as novas profissões

Basquete

Franca derrota Flamengo e fica a uma vitória do título do NBB

Futebol

Endrick decide e Brasil bate México em preparação para a Copa América

Esporte

Flamengo derrota Franca para empatar em 1 a 1 série final do NBB