PIB

Economia brasileira cresce 2,9% em 2023

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 2,9% em 2023, com um valor total de R$ 10,9 trilhões. Em 2022, a taxa de crescimento havia sido 3%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1°) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta do PIB no ano foi puxada por uma alta recorde de 15,1% do setor agropecuário, o maior avanço desde o início da série histórica da pesquisa, em 1995. Também apresentaram aumentos os setores da indústria (1,6%) e do serviços (2,4%).

“A agropecuária cresceu 15,1% no ano passado, puxada muito pelos crescimentos nas produções de soja e milho, duas das mais importantes lavouras do Brasil”, explicou a pesquisadora do IBGE, Rebeca Palis. “A indústria extrativa mineral, com a extração de petróleo e minério de ferro, cresceu bastante também”.

Segundo Rebeca, a agropecuária e a indústria extrativa responderam por metade do crescimento do PIB. “Vale ressaltar também duas outras atividades importantes na economia: a parte de eletricidade, água, gás e esgoto e a parte de intermediação financeira”.

Sob a ótica da demanda, o crescimento foi puxado pelo consumo das famílias (3,1%), consumo do governo (1,7%) e exportações (9,1%). A queda de 1,2% das importações também contribuiu para o resultado. A formação bruta de capital fixo, isto é, os investimentos, por outro lado, caiu 3% no ano.

Na passagem do terceiro para o quarto trimestre do ano, o PIB manteve-se estável. Já na comparação do quarto trimestre de 2023 com o mesmo período do ano anterior, houve alta de 2,1%.

Confira mais Notícias

Dinheiro

Varejo cresce 1% em fevereiro e atinge patamar recorde, diz IBGE

Renda de até R$ 2.640

Caixa começa a oferecer financiamentos com FGTS Futuro em abril

Banco Central comunica vazamento de dados de 87 mil chaves Pix

Seu dinheiro

Copom reduz juros básicos da economia para 10,75% ao ano

Brasil

Banco Central comunica vazamento de dados cadastrais de 46 mil chaves Pix

Números do Caged

Espírito Santo tem saldo de 3,6 mil empregos com carteira assinada em janeiro de 2024

Seu bolso

Boletos pagos até 13h30 poderão ser compensados no mesmo dia

Após 11 anos

União assina acordo para pagar R$ 1 bi em royalties ao Espírito Santo