Nesta terça

Com ações no Espírito Santo, Polícia Federal deflagra 26ª fase da Operação Lesa Pátria

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (16) a 26ª fase da Operação Lesa Pátria. A meta é identificar pessoas que financiaram, fomentaram e promoveram os fatos ocorridos em 8 de janeiro em Brasília, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) foram invadidos e depredados.

Em nota, a corporação informou que cumpre 18 mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pelo STF, nos seguintes estados: Rio Grande do Norte (1), Santa Catarina (1), Pará (4), São Paulo (1), Minas Gerais (3), Espirito Santo (4), Tocantins (1), e Mato Grosso do Sul (3).

Indisponibilidade de bens e ativos

Segundo a PF, foi determinada ainda a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. “Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar à cifra de R$ 40 milhões”.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, concluiu a Polícia Federal.

Confira mais Notícias

Brasileirão

CBF anuncia que jogos do Brasileiro retornam no dia 1º de junho

Futebol

Vasco supera Fortaleza nos pênaltis para avançar na Copa do Brasil

Números do Estado

Espírito Santo tem 9ª população mais alfabetizada do Brasil

Futebol

Turma do STF forma maioria para negar ao Flamengo Taça das Bolinhas

Apolinho, Sílvio Luiz e Antero Greco: adeus aos craques do jornalismo

Morre Washington Rodrigues

Adeus Apolinho

A rodada

Athletico-PR faz 2 a 0 no Palmeiras e retoma liderança do Brasileirão; veja outros jogos

Sorte capixaba

Aposta do Espírito Santo leva R$ 46 milhões na mega sena deste sábado, 11 de maio