UNIMED

Caminhada Orientada é retomada em Cachoeiro com foco na prevenção de doenças e qualidade de vida

Com o objetivo de exercitar corpo e mente ao ar livre, prevenir doenças e proporcionar maior qualidade de vida, a Caminhada Orientada promovida pela Unimed Sul Capixaba na avenida Beira Rio, em Cachoeiro de Itapemirim, foi retomada nesta semana.

A ação faz parte do projeto Movimento Saúde, mantido pela cooperativa, que incentiva hábitos mais saudáveis por meio de exercícios físicos e outras atividades. Com mais de 300 pessoas inscritas atualmente, a caminhada é aberta a clientes e não clientes Unimed, mediante inscrição e avaliação física diretamente no local. 

“O projeto Movimento Saúde incentiva bons hábitos, e sempre reforçamos que as pessoas precisam cuidar da saúde todo dia, e não só procurarem atendimento médico quando se sentirem mal”, disse o gerente de Atenção Integral à Saúde da Unimed Sul Capixaba, Eduardo Tonole. 

Entre os participantes que aguardavam pelo retorno das atividades da Caminhada Orientada em 2023 está Terezinha Lima dos Santos, de 75 anos. Ela participa da caminhada desde o início das atividades, e contou que não abre mão da qualidade de vida proporcionada pelo exercício. 

“É uma maravilha, ajuda muito, quando para uma semana ou uns dias, já sinto falta. O acompanhamento é muito atencioso, atendendo de uma forma carinhosa, sempre mandam mensagens comunicando e incentivando a gente. Aconselho e dou a maior força para quem quer vir”, disse Terezinha. 

Dineia Rosa de Souza, 67, é outra participante assídua da caminhada. Ela contou que desde que começou a se exercitar, percebeu os benefícios para a saúde. “Fazia academia e nem faço mais, só venho caminhar e faço os exercícios. Coloquei na minha mente que é como um remédio, e eu preciso tomar esse remédio todos os dias. Aprendi com o pessoal aqui a força que tem esse hábito”, afirmou a participante. 

O educador físico Wellington Moro, que coordena a Caminhada, explicou que os participantes fazem alongamentos contemplando todas as regiões musculares, e também são monitorados de acordo com o objetivo de cada um. “Temos participantes de até 84 anos. O fortalecimento muscular é um dos fatores que previnem o envelhecimento precoce e doenças como a osteoporose. Fazemos o monitoramento periodicamente, de peso, pressão sanguínea, e outros fatores” disse Wellington.

Confira mais Notícias

Matéria de Domingo

Chinês criador das cidades-esponja diz que Brasil pode ser referência

Lancha com turistas capixabas explode em Cabo Frio

Prefeitura de Irupi se torna 1ª cidade do Espírito Santo a extinguir papeis em processos públicos

Doação

Festa de Cachoeiro: cantor Anderson Freire doará cachê para entidades sociais

Sul do ES

Tribunal de Contas recomenda a rejeição das contas de 2020 de Giló, em Mimoso do Sul

Cultura

VII Festival de Leituras Dramáticas Capixabas agita Cachoeiro

Agenda

Festa de Cachoeiro: Festival levará boa comida e artesanato ao Parque de Exposição

Solidariedade

39º edição da Feira da Bondade de Cachoeiro acontecerá em outubro