Tecnologia

Xiaomi apresenta Mi TV Stick, que transforma qualquer televisão em smart

Publicados

em


source

Olhar Digital

Xiaomi
Reprodução/Xiaomi

Gerente de relações públicas e de comunicação da Xiaomi na Alemanha, Christian Klaus, apresenta o Mi TV Stick


Representantes da Xiaomi na Alemanha apresentaram, nesta terça-feira (26), imagens do Mi TV Stick durante evento online de lançamento da linha dos celulares Redmi Note 9 no país. Esta é a primeira vez que a companhia chinesa divulga o “dongle” em plataformas oficiais.

O aparelho possibilita utilizar recursos de Smart TVs em televisores comuns. O dispositivo deve estabelecer concorrência direta com outros exemplares no mercado, como o Google ChromeCast  e o Amazon Fire TV Stick .

A conferência da Xiaomi, em si, não revelou muitos detalhes sobre o Mi TV Stick, além de elementos do controle do aparelho. O material confirma que o controle deve contar com botões dedicados para iniciar o  Netflix  e o  Amazon Prime Video , assim como os botões convencionais de “home”, “voltar”, “opções” e “volume”.

Leia também: Xiaomi descobre fábrica que falsificava seus fones de ouvido

Por outro lado, o botão para assistente virtual do Google ( Google Assistente ) sugere o suporte ao sistema operacional Android , que já vinha sendo especulado em vazamentos anteriores.

Leia Também:  Tinder libera chamada de vídeo no Brasil

Há pouco menos de duas semanas, a loja virtual Gearbest adicionou o Mi TV Stick ao seu catálogo de produtos. Embora as especificações não tenham sido confirmadas pela Xiaomi, o anúncio afirma que o ”dongle” vai rodar um sistema Android 9

Segundo a plataforma, o dispositivo também oferece conector HDMI 2.0 e recursos de som Dolby Stereo e DTS-HD. Além disso, o aparelho apresenta um processador S905 Y2 com GPU Mali G31, 2GB de memória RAM (DDR4) e 8GB de capacidade. O site internacional da Gearbest chegou a anunciar o Mi TV Stick com o preço de US$ 80 (R$ 430 em conversão direta), no site brasileiro da loja o valor correspondia a R$ 503, mas aparentemente o preço foi ocultado do catálogo.

Na conferência, o gerente sênior de relações públicas e comunicações da Xiaomi  na Alemanha, Christian Klaus, disse ainda que a empresa deve compartilhar mais informações sobre o Mi TV Stick posteriormente. Ele também citou o lançamento de novos wearables e uma scooter.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Google Maps começa a mostrar semáforos no aplicativo

Publicados

em


source

Olhar Digital

Google Maps
Unsplash/henry perks

Google Maps começa a mostrar semáforos


Segundo o site The Next Web, o Google está experimentando um novo recurso no Google Maps : mostrar a localização de semáforos. Eles são indicados por um ícone que aparece sobre os cruzamentos. Ele apenas indica que existe um semáforo no local, e não mostra seu estado (verde, amarelo ou vermelho) em tempo real.


Segundo o site Droid Life, que noticiou a novidade, os ícones aparecem tanto durante a navegação quanto se você estiver simplesmente “passeando” pelo mapa. O recurso parece estar sendo testado com um pequeno grupo de usuários: um leitor do site reportou sua presença na versão 10.44.3, enquanto outros não o encontraram mesmo em versões mais recentes, como o beta da 10.45.0.

O Apple Maps , principal concorrente do Google Maps , já mostra a localização de semáforos e placas de “pare” desde o iOS 13, lançado no ano passado. Além disso, eles são explicitamente mencionados nas instruções de navegação, algo que o Google Maps, mesmo com a mudança, não faz.

Leia Também:  Instagram permite fixar comentários nas publicações; veja como

Mudando aos poucos

O Maps é um serviço que muda “aos poucos”, com pequenas mudanças sendo acrescentadas constantemente, em vez de grandes mudanças concentradas em versões específicas.

Em fevereiro deste ano, quando o serviço completou 15 anos, o Google mudou sutilmente o ícone do App e alterou sua interface , reorganizando as abas no rodapé da tela para destacar as contribuições dos usuários. Além disso, o app ganhou recursos como o compartilhamento de informações sobre o transporte público e uma versão “lite” do modo de navegação em realidade aumentada.

Em março o Google reativou, em algumas regiões, um recurso do Maps que mostra a velocidade da via, algo que já existe no outro programa de navegação da empresa, o Waze .

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA