Carros e Motos

VW Gol GTI com turbo entrega 220 cv e mantém a essência original

Publicados

em


source
VW Gol GTI
Renato Bellote/iG

VW Gol GTI: aparência original, com pintura clássica Azul Mônaco, mas sob o capô fica o 2.0 turbo, de cerca de 220 cv, com 1 bar de pressão

Já falei algumas vezes na coluna sobre os hot hatches . Hoje chegou a vez de contarmos a história de outro modelo que teve uma trajetória de sucesso, se tornou um símbolo de carro-esporte e referência em desempenho no país no finalzinho dos anos 80 e também durante a década seguinte.

O “Salão do Automóvel” de 1988, como sempre, atraiu milhares de visitantes. Os apaixonados por carro foram em busca dos importados – ainda raros em nossas ruas – e que apareciam com destaque no pavilhão.

Mas a maior estrela do evento estava no estande da Volkswagen e provocou alvoroço na feira. O VW Gol GTI chamava a atenção pela tonalidade chamada de azul-mônaco, com pára- choques na cor cinza e rodas exclusivas, conhecidas como “pingo d`água”.

Leia Também:  Hyundai HB20S Diamond Plus: sedã ganha novos itens e detalhes

A maior novidade estava debaixo do capô, já que o hatch foi o primeiro modelo nacional equipado com injeção eletrônica. O motor de 2 litros e 120 cv com 18,3 kgfm de torque era algo realmente diferente na época. Basta imaginar que o propulsor foi emprestado pelo Santana , um sedã mais pesado e familiar. A receita deu certo e logo conquistou a molecada.

VW Gol GTI
Renato Bellote/iG

Motor com turbo, filtro de ar esportivo e injeção Full Tech, mais moderna que a original LE Jetronic

O modelo traz um interior agradável aos olhos. O acabamento é um de seus pontos fortes. À primeira vista se destacam os bancos Recaro com costuras aparentes e regulagem de altura. Eles são envolventes e acomodam o corpo da forma que se espera em um modelo com sangue quente.

O carro da matéria recebeu uma turbina para aumentar pouco a potência. Pouco para os padrões de preparação atual, claro. Com aproximadamente 220 cv ele ficou na medida certa da diversão, com desempenho bastante atual. Guiando é possível perceber que ele tem fôlego para justificar a sigla.

Leia Também:  Veja 5 seminovos mais vendidos em site. VW Fox lidera

As acelerações no VW Gol GTI turbo são rápidas e o bloco de 2 litros permanece sempre cheio nas retomadas. Divertido. E a transmissão de cinco marchas, que traz a coifa de câmbio com acabamento em couro, ajuda no desempenho e é um ponto positivo dos modelos da marca até hoje. Até a semana que vem!

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Veja 5 seminovos mais vendidos em site. VW Fox lidera

Publicados

em


source

O VW Fox aparece como o seminovo mais vendido pela plataforma Instacarro no terceiro trimestre do ano. O modelo da fabricante alemã conseguiu 4,3% do total de negociações e também foi o mais negociado no mês de setembro, com 5,3%. O Citroën C3 ocupa a segunda posição no trimestre, com 4% das negociações no período, e foi o segundo também no levantamento mensal.

Na terceira posição ficou o Renault Sandero , com 3,6%. O Honda Fit e o Hyundai HB20, ambos com 3,4% das vendas, aparecem na quarta e na quinta posições do levantamento no terceiro trimestre de 2020. Na sequência aparecem Ford Fiesta (6º), Fiat Palio (7º), Ford EcoSport (8º e líder entre as SUVs), Ford Ka (9º) e Chevrolet Onix (10º).

1 – VW Fox

VW Fox
Divulgação

VW Fox : ainda tem boa procura entre os modelos seminovos com bom espaço interno e mecânica confiável

Além de ter sido o seminovo mais vendido do terceiro trimestre, o compacto também ficou no topo da lista dos mais vendidos em setembro, com 5,3%, seguido pelo Citroën C3 , com 5,1%. O Ford Fiesta, contudo, foi o terceiro colocado com 3,6%, seguido pelo Honda Fit, quarto com 3,4%, e Fiat Palio, quinto com 3,1%.

Hoje em dia o hatch é vendido apenas com motor 1.6 na linha 2021,mas o carro foi o primeiro da marca a receber o 1.0, de três cilindros, na versão Bluemotion. Além disso, destaca-se pelo espaço interno com encosto do banco traseiro rebatível e boa altura do teto, o facilita levar objetos como vasos de plantas e até bicicletas. Só fuja das versões I-Motion, com câmbio automatizado.

Leia Também:  Governo de SP irá indicar localização de todos os radares de velocidade

2 – Citroën C3 

C3
Divulgação

Citroën C3 também aparece entre os modelos mais vendidos no ranking dos seminovos do Instacarro

O hatch manteve o bom desempenho nas vendas na web a partir de julho. Depois de nem figurar entre os dez primeiros no segundo trimestre, assumiu a vice-liderança em agosto e manteve a segunda colocação do ranking com 4% das vendas no terceiro trimestre.

No Brasil, está prestes a ser substituído pela nova geração, que deverá ser fabricada em Porto Real (RJ) a partir de 2021. Patentes do carro já foram registradas no Brasil, onde o modelo terá pequenas diferenças em relação ao europeu. O visual seguirá o estilo adotado no C4 Cactus, do qual também deverá herdar o motor 1.6 Flex Start, o mesmo do Peugeot 208 feito na Argentina.

3- Renault Sandero

Sandero
Divulgação

Renault Sandero tem bom espaço interno e relação custo-benefício interessante, mas prefira as versões com motores SCe, a partir de 2017

O modelo da marca francesa supera os rivais Honda Fit e Hyundai HB20 por pouco. Destaca-se tanto pela relação entre custo e benefício quanto pelo espaço interno um pouco acima da média da categoria de hatches compactos. Mas acaba de mudar na Europa, onde passou a ficar bem mais sofisticado.

Leia Também:  Veja 5 itens que mostram com o motor flex evoluiu em quase 20 anos

No Brasil, o modelo também precisa de mudanças para continuar com apelo no mercado e pode adotar pelo menos alguns detalhes adotados no Velho Continente. Por enquanto a dica importante é que vale a pena optar pelas versões equipadas com os novos motores Sce, disponíveis a partir da linha 2017, lançada no final do ano anterior.

4 – Honda Fit

Fit
Divulgação/Honda

Honda Fit já mudou no exterior e espera novidades no Brasil, onde ainda conta com motor 1.5 flex

Ficou empatado com o HB20 no ranking dos seminovos mais vendidos pela Instacarro. É outro modelo que já mudou no exterior e ainda continua uma geração atrás da atual no Brasil. Assim como o VW Fox tem a versatilidade e o espaço interno entre os principais atrativos. Mas continua com o bem conhecido motor 1.5 flex acomplado ao câmbio CVT, que fica devendo mais eficiência.

No Japão, onde a nova geração do Fit já está sendo vendida, o modelo conta com versão híbrida e motores bem mais modernos, como o 1.0, de três cilindros, turbo e direção semiautônoma, capaz de fazer até 23,8 km/l. No Brasil, nos resta aguardar por novidades.

5 – Hyundai HB20

Hb20
Divulgação

OHyundai HB20 da geração anterior à atual tem bom porta-malas e estilo até mais harmônico do que da nova geração

Dos cinco modelos da lista é o que mais recebeu mudanças recentemente. Mas é a geração anterior que está relacionada ao ranking de seminovos. Há quem preferira o estilo do Hyundai HB20 antes de receber as mudanças, principalmente no que se refere à traseira. De qualquer forma, o carro vem com motor 1.0, de três cilindros, que garante bom nível de eficiência.

Nas versões mais equipadas, o sistema multimídia vem até com TV digital. E o porta-malas é um dos maiores da categoria, com 300 litros. Prefira as versões com motores aspirados da antiga geração, já que o turbo não é tão eficiente quanto o da nova.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA