Estado

Vendas on-line na Black Friday e Cyber Monday movimentam mais de R$ 400 milhões no Espírito Santo

Publicados

em


As vendas on-line na Black Friday e Cyber Monday, respectivamente dias 27 e 30 de novembro, movimentaram um total de R$ 417,3 milhões no Espírito Santo, segundo análise das gerências de Atendimento ao Contribuinte (Geaco) e Fiscal (Gefis) da Secretaria da Fazenda (Sefaz). O valor diz respeito tanto às compras feitas por capixabas em empresas sediadas em outros estados quanto as que foram feitas por consumidores de outros estados em empresas sediadas no Espírito Santo.

“Os números mostram que essas datas comemorativas estão caindo no gosto popular. O total movimentado em 2020 foi 82% maior do que o observado em 2019, o equivalente a R$ 229,2 milhões e aproximadamente cinco vezes maior do que o registrado em 2018, R$ 80,2 milhões. Além disso, a pandemia catalisou o e-commerce, que se consolidou como meio de venda nas regiões metropolitanas”, destaca o auditor fiscal e gerente de Atendimento ao Contribuinte, Augusto Dibai.

Nesta última edição, os produtos mais comprados pelos capixabas foram telefones celulares e aparelhos de ar-condicionado. “Os destaques foram modelos de iPhone e de ar-condicionado de diversas marcas”, acrescenta Dibai.

A análise da Sefaz apontou que a maior parte da movimentação se deu por meio da venda de empresas com sede no Espírito Santo para consumidores de outros estados. Em 2020, foram R$ 353 milhões em vendas para outras Unidades da Federação – um crescimento de 85% na comparação com 2019, quando as vendas para outras UFs alcançaram R$ 190 milhões.

“Isso mostra como o Espírito Santo tem conseguido atrair novos investimentos, sobretudo no comércio varejista e no setor logístico. O Estado tem uma posição privilegiada geograficamente, está avançando na infraestrutura, tem segurança jurídica, tem equilíbrio nas contas públicas e tudo isso favorece a atração de novos empreendimentos que resultam na geração de emprego e renda para a população capixaba”, analisa o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

A maior parte das negociações em 2020 foi feita com os estados da Região Sudeste. No período analisado, as empresas do Espírito Santo venderam R$ 114,9 milhões para consumidores de São Paulo, R$ 44,9 milhões para o Rio de Janeiro e R$ 38,3 milhões para Minas Gerais.

Já as compras feitas pelos capixabas alcançaram um total de R$ 25,4 milhões nas empresas sediadas em São Paulo, R$ 20,4 milhões nas empresas do Rio de Janeiro e R$ 8,4 milhões para as de Minas Gerais.

Arrecadação

Leia Também:  Iema orienta Estado de Minas Gerais sobre Gestão da Qualidade do Ar

Desde 2015 a arrecadação de impostos em vendas interestaduais vem passando por mudanças. Até 2015, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) era recolhido apenas no estado em que a empresa vendedora estava sediada. Porém, isso mudou com a edição da Emenda Constitucional 87, em 2015. Desde então, a arrecadação tributária das vendas realizadas por meios não presenciais passou a ser dividida: parte para o estado onde a empresa está sediada e parte para o estado onde está o consumidor.

“Para a empresa que está sediada em outro Estado, sem sombra de dúvidas, orientamos a obtenção da Inscrição Estadual. Dessa forma, o recolhimento do imposto poderá ser feito uma única vez no mês. Caso contrário, a empresa deverá recolher o valor devido operação por operação, por meio do DUA, o que é muito menos prático”, destaca o auditor fiscal e subgerente de Setores Econômicos, Lucas Calvi de Souza.

Souza ressalta ainda que a obtenção da Inscrição Estadual pode ser feita de forma totalmente on-line, através do Simplifica https://internet.sefaz.es.gov.br/informacoes/fiscalizacao/substituicao_tributaria/empresasuf.php.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sefaz
Giordany Bozzato
(27) 3347-5128
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Governador autoriza início da segunda fase das obras do Hospital Geral de Cariacica

Publicados

em


O governador Renato Casagrande assinou, na manhã desta quarta-feira (27), a Ordem de Serviço para início da segunda fase das obras do Hospital Estadual Geral de Cariacica. Na primeira fase, o Governo do Estado investiu R$ 25,4 milhões no processo de terraplanagem e fundação, cujos trabalhos duraram quase dois anos. Nesta nova fase, o terreno contará com uma área total construída de 37.976,67 metros quadrados, distribuída em seis blocos. O investimento é da ordem de R$ 146 milhões, com prazo de execução de 1.260 dias.

O Hospital Geral de Cariacica está localizado na Rodovia Leste-Oeste, no bairro Campo Belo, e receberá um pronto-socorro clínico e cirúrgico, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), maternidade de alto risco e cuidados intensivos neonatais. Também serão atendidas especialidades, como clínica médica, neurologia, nefrologia, cardiologia, cirurgia geral, maternidade e cirurgia de cabeça e pescoço.

A edificação está dividida em seis blocos, sendo o bloco B o mais alto deles, com oito pavimentos, que vão abrigar pronto-socorro, farmácia, ambulatórios, centro de diagnósticos, centros cirúrgicos, internação, laboratórios, necrotério, setores administrativos, de limpeza e zeladoria, cozinha, lactário, manutenção, além de contar com 550 vagas de estacionamento e um heliponto. A previsão de inauguração do Hospital Geral de Cariacica é para o segundo semestre de 2024. 

No total, serão 408 leitos, entre censáveis (de internação) e não censáveis (de apoio). A previsão é de que sejam realizados mais de oito mil atendimentos por mês no Pronto-Socorro e cerca de 120 mil atendimentos na UTI, UTI neonatal (UTIN), maternidade e clínicas médicas e cirúrgicas. As obras serão executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Após a conclusão das obras, o hospital ainda contará com um investimento em equipamentos hospitalares, estimado em R$ 35 milhões.

Em sua fala, o governador Renato Casagrande destacou que o hospital é um sonho dos cariaciquenses e vai atender pacientes não apenas do município, mas de todo o Espírito Santo. “Sabemos que Cariacica sonhava com esse hospital e é muito bom estar dando essa ordem de serviço para o início da fase 2, que é a construção do hospital. Antes, já havíamos autorizado as obras de construção da fundação. Mais à frente serão adquiridos os equipamentos e a previsão é de que o hospital esteja pronto em 2024”, pontuou.

Leia Também:  Iema orienta Estado de Minas Gerais sobre Gestão da Qualidade do Ar

Para esta nova etapa, a unidade passará a englobar também em sua obra o conceito de sustentabilidade, com a construção de uma estação de tratamento de esgoto e reúso de água servida; captação da água de chuva para irrigação dos jardins; uso de energia solar no sistema ‘grid-tie’, que é quando a energia solar é transformada em energia elétrica e volta para a rede da concessionária (EDP/Escelsa), proporcionando maior economia na conta de energia elétrica.

Para o diretor-presidente do Departamento de Edificações e de Rodovias, Luiz Cesar Maretto Coura, a construção do Hospital Geral de Cariacica é um avanço para o Estado. “A segunda fase das obras desse hospital é um de nossos objetivos primordiais nesta gestão. Esta Ordem de Serviço é o pontapé inicial para cumprirmos essa meta. É uma obra que trará estrutura na área da saúde para a população de Cariacica e de várias cidades sem estrutura hospitalar. Estamos felizes com mais essa conquista”, afirmou Maretto.

Ainda durante a solenidade, o governador mencionou os investimentos do Estado em Cariacica. “É um município importante que poderá sempre contar com a ajuda do Governo do Estado. Como estamos fazendo com o Estádio Kleber Andrade, que voltará a ter grandes eventos; com a universalização do saneamento básico; com as obras nas rodovias Alice Coutinho e José Sette. São muitos sonhos que estamos ajudando a realizar, mas ninguém faz nada sozinho. Quero agradecer à bancada federal que destinou R$ 74 milhões em emendas, ao ex-prefeito Juninho e aos vereadores de Cariacica, que destinaram este terreno para construção do hospital e também à Assembleia Legislativa que sempre nos apoia. Hoje Cariacica dá mais um passo para realizar este sonho”, destacou Casagrande.

A subsecretária de Estado de Atenção à Saúde, Quelen Tanize Alves da Silva, reforçou a importância da obra para a Região Metropolitana da Grande Vitória. “Além das questões assistenciais e da complexidade hospitalar que a unidade poderá ofertar, ela também trará à região ainda mais desenvolvimento, com crescimento do mercado e geração de empregos. Pensando na assistência, temos também a possibilidade de ampliar o escopo de residências médicas ofertadas pelo Estado”, lembrou.

Leia Também:  Seger abre processo seletivo para contratar profissionais da área de Tecnologia da Informação

Saúde Integral

Com os objetivos de modernizar e qualificar a resolutividade clínica, a gestão dos serviços de saúde e ampliar e adequar a infraestrutura física e tecnologia do Sistema Único de Saúde (SUS) capixaba, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), definiu no planejamento estratégico importantes entregas para os quatro anos de gestão. Entre essas entregas está a construção do Hospital Geral de Cariacica, que contará com mais de 400 leitos para atender os usuários do SUS de todas as regiões do Espírito Santo, que necessitem de atendimento clínico geral, maternidade de alto risco e ambulatorial adulto.

“Temos essa unidade como um dos projetos prioritários da saúde capixaba, em um conjunto de ações não só para a modernização, mas também para ampliar o acesso ao atendimento e ao cuidado hospitalar no Estado”, destacou o gerente de Projetos da Secretaria da Saúde, Gilberto Vieira.

Além do Hospital Geral de Cariacica, fazem parte dos projetos prioritários as obras dos hospitais de Urgência e Emergência “São Lucas” (blocos 4 e 5), em Vitória, também construído pelo DER-ES; Atenção Clínica, em Cariacica; Maternidade São Mateus e Roberto Arnizaut Silvares, ambos em São Mateus. Além da implantação dos projetos do Sistema de Logística Integrada; o Samu para Todos; Melhor em Casa, e a criação do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi).

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação do DER-ES
Flávia Pimentel Simões / Marília Vieira
(27) 3636-4404 / 99943-7470 / 99754-8048
[email protected] / [email protected]

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA