Política Nacional

‘Vejo com preocupação’, diz Haddad sobre PT retirar apoio a Freixo

Publicado em

 Haddad defende apoio do PT a Marcelo freixo no RIo
Reprodução

Haddad defende apoio do PT a Marcelo freixo no RIo

pré-candidato do PT a governador em São Paulo Fernando Haddad defendeu nesta quarta-feira (3) o apoio do partido a Marcelo Freixo (PSB), pré-candidato a governador no Rio de Janeiro. Ele disse estar preocupado com o racha entre o PT e o PSB no Estado.

“Vejo com preocupação, porque temos grande condição de ganhar a eleição no Rio de Janeiro. Temos um candidato que, se não é o líder, está próximo do líder, uma figura louvável”,  afirmou Haddad em uma coletiva de imprensa após um evento com empresários na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O diretório estadual do PT no Rio aprovou a retirada do apoio a Freixo na terça-feira. Mas para validar a decisão, é necessário o aval da executiva nacional do partido, que ainda irá analisar o tema.

O presidente estadual petista, João Maurício de Freitas, afirmou que o rompimento aconteceu devido à insistência do PSB em manter a candidatura de Alessandro Molon (PSB) ao Senado. O PT lançou ao cargo o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, apoiou Molon para seguir na corrida, compondo com Ceciliano duas candidaturas ao Senado na chapa de Freixo ao governo do Rio. Mas a opção é rejeitada pelo PT-RJ.

O PSB ocupa a vaga de senador na chapa de Haddad, com o ex-governador Márcio França. O ex-governador iria se candidatar ao governo de São Paulo, mas desistiu para formar aliança com o PT no estado.

O PSB também tem o posto de vice, com Geraldo Alckmin, na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a eleição presidencial deste ano.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

‘Esquerda é acostumada botar fogo na bandeira nacional’, diz Bolsonaro

Published

on

Podcast 'CARA A TAPA`
Reprodução

Podcast ‘CARA A TAPA`

Em entrevista ao podcast “Cara a Tapa”, durante a manhã deste sábado (13), o  presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que “O pessoal da esquerda é acostumado a botar fogo na bandeira nacional”.

“Eu respeito a bandeira nacional. O pessoal da esquerda é comum você ver botar foga na bandeira nacional e fazer com que os símbolos religiosos sejam profanados, do lado de lá (esquerda), sempre preferiram a cor vermelha, que é associada a ditadutra no mundo todo.”

A resposta veio na segunda pergunta, após o início da conversa, em que o mandatário foi questionado sobre estar atrelando às cores verde e amarelo à campanha política e ao bolsonarismo. O presidente continuou: 

“É de todos nós, pooh…inclusive o verde e amarelo começou a surgir na nossa campanha com mais enfase, né? Quando nós chegamos (campanha de 2018) começou a se a usar mais ainda. Logicamente que o pessoal faz uma relação comigo, mas não tem nada haver, é de todos nós.”

Em 2018, Bolsonaro usou as cores e a bandeira do Brasil em sua campanha eleitoral, na época, segundo ele, o intuito era reforçar o patriotismo.

Leia Também:  Fux e Pacheco se reúnem para discutir crise institucional

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA