Carros e Motos

Veja 5 seminovos que se destacam abaixo de R$ 50 mil

Publicados

em


source

Segundo a Confederação Nacional da Indústria, 40% dos brasileiros já tiveram perda total o parcial de renda durante a pandemia causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Em um cenário de emergência, trocar de automóvel para comprar um modelo mais barato pode ser uma estratégia inteligente.

A InstaCarro, plataforma de intermediação na venda de veículos, fez um levantamento com os seminovos negociados entre janeiro e agosto de 2020 para identificar os favoritos do público brasileiro com o valor médio mais em conta. 

1 – Ford Ka 1.0 SE

Ford Ka
Divulgação

Sem o Fiesta, o Ka se tornou o carro-chefe da Ford, ao lado do SUV EcoSport

Eis um destaque entre os modelos mais racionais disponíveis no mercado brasileiro. Seja ele zero ou usado, o Ford Ka sempre caberá no orçamento de quem pretende economizar na compra de um carro confiável. 

Destaque para o motor 1.0 de 85 cv e 10,7 kgfm de torque – um dos mais potentes entre os aspirados – e o câmbio manual de cinco marchas. A mecânica permite que o Ka marque bons números de consumo, aferindo 9,2 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada com etanol, e 13,5 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada com gasolina.

Leia Também:  Ainda camuflado, SUV Volkswagen Taos é revelado em imagens oficiais

O porta-malas de apenas 257 litros é um dos pontos negativos.O Ford Ka SE 1.0 custa entre R$ 31.013 e R$ 35.889, entre os anos de 2015 e 2018. 

2 – Chevrolet Agile LTZ 1.4

Chevrolet Agile
Divulgação/General Motors

O Chevrolet Agile é oito ou oitenta, mas continua sendo um bom seminovo para 2020

O Agile não fez o sucesso que poderia no mercado, mas foi um dos grandes destaques da InstaCarro em 2020. O modelo 2011, com motor 1.4 e câmbio manual está precificado em R$ 22.376 na tabela Fipe. Bom preço para quem procura um carro confiável e barato.

O modelo desenvolve 102 cv de potência e 13,5 kgfm de torque, sendo capaz de aferir 6,5 km/l na cidade e 8 km/l na estrada com etanol, e 9,4 km/l na cidade e 11,4 km/l na estrada com gasolina. O porta-malas de 327 litros é ideal para um casal.

3 – Honda CR-V LX 2.0

Honda CR-V
Divulgação

Honda CR-V é uma boa escolha para quem precisa de muito espaço interno em um SUV

Então você prefere um SUV? O CR-V foi o primeiro utilitário médio da Honda no Brasil. Apesar de ser vendido por aqui desde 2001, o modelo de maior destaque foi produzido entre 2007 e 2012.

A versão 2011, com motor 2.0 e tração 4×4, tem preço médio na faixa de R$ 45.734. Não à toa, foi um dos destaques da InstaCarro em 2020. O SUV desenvolve 150 cv de potência e 19,4 kgfm, distribuídos às quatro rodas pelo câmbio automático de cinco marchas. O porta-malas de 559 litros é generoso para uma família que gosta de viajar.

Leia Também:  Honda Biz 125 entra na linha 2021 a partir de R$ 10.590

 4 – Honda City EXL 1.5 

Honda City
Divulgação

Honda City é sonho de consumo de muitos. Com câmbio automático, a situação é ainda melhor

O City é um modelo relativamente novo no Brasil, apesar de ser um grande sucesso de vendas na Ásia desde a década de 80. O sonho da nova classe média é mais acessível do que parece, com o modelo de 2015 sendo vendido por valores em torno de R$ 49.990 na InstaCarro.

O motor 1.5 desenvolve 116 cv de potência e 15,3 kgfm de torque. Com o câmbio CVT, é capaz de aferir 8,5 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada com etanol, e 12,3 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada com gasolina.

 5 – Hyundai HB20 Comfort 1.0

Hyundai HB20
Divulgação

O Hyundai HB20 foi o segundo carro mais vendido do Brasil por 3 anos consecutivos

Outro modelo asiático fecha a lista dos mais vendidos da InstaCarro, mas este tem forte sotaque brasileiro. O Hyundai HB20 foi projetado integralmente para agradar o consumidor do nosso país, e o bom trabalho da marca coreana foi refletido nos números da última década.

A versão que a InstaCarro destaca é a Comfort 1.0, de meados de 2013. Ela está sendo negociada por R$ 30.050, desenvolvendo 80 cv de potência e 10,2 kgfm de torque. O consumo com etanol é bom, marcando 7,6 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada, conforme o Inmetro. Mas quem quer economizar de verdade deve abastecer com gasolina, onde o modelo marca 11,5 km/l e 14,5 km/l, respectivamente. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Veículo autônomo de quatro rodas promete mudar mobilidade urbana

Publicados

em


source
veículo autônomo
Divulgação

Rolo Concept: funciona por meio de painéis solares, eletricidade, além de GPS e uma série de sensores e câmeras para se guiar

Além dos patinetes e bicicletas, um novo tipo de veículo individual deverá começar a fazer parte da paisagem urbana nos próximos anos. Trata-se do novo veículo elétrico, autônomo, de quatro rodas e compartilhado, conhecido como Rolo, que está ainda em fase de protótipo, mas prestes a ser feito em série.

O Rolo Concept funciona com baterias de lítio, recarregadas por painéis solares que ficam bem na frente do veículo. Portanto, não há necessidade de plugar na tomada para ter energia. Depois de estar a bordo, basta indicar no aplicativo do celular onde deseja ir que o modelo irá levá-lo, guiando-se por coordenadas de GPS e desviando de obstáculos processando informações captadas por sensores e câmeras.

Leia Também:  Veículo autônomo de quatro rodas promete mudar mobilidade urbana

Imagine a cena: você pede para um veículo autônomo desse chegar até a porta da sua casa. Depois, não terá que se preocupar com trânsito. Pode ler um livro, terminar de tomar seu café, ou ajeitar os botões da camisa que em alguns minutos chegará ao seu destino sem gastar uma gota de combustível.

Agora resta saber quando o Rolo Concept vai começar a ser produzido e a rodar pelas cidades espalhadas pelo mundo. O veículo autônomo é uma idéia do projetista Alejandro Otálora, diretor do OneBot Design Studio, e deverá ajudar a vencer curtas distâncias como nunca se viu antes.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA