Mulher

Vegetais ricos em proteínas: 9 opções para incluir na sua dieta

Publicados

em


source

Alto Astral

Vegetais ricos em proteínas: 9 opções para incluir na sua dieta
Reprodução: Alto Astral

Vegetais ricos em proteínas: 9 opções para incluir na sua dieta

Se você é vegetariana , vegana ou apenas quer diminuir o consumo de alimentos de origem animal e ter uma alimentação mais saudável, nada melhor do que investir nos vegetais ricos em proteínas para substituir a carne.

De acordo com o  The Vegan Society , as proteínas são nutrientes essenciais no combate a infecções, no aumento da velocidade das reações do corpo, na construção de hormônios e no transporte de oxigênio. Elas são fundamentais para a construção dos órgãos, da pele e principalmente de massa muscular, por isso não pode faltar no cardápio. Confira uma lista com nove alimentos proteicos para você acrescentar à sua dieta!

Quais os vegetais ricos em proteínas vegetais?

Espinafre

Com 49% de proteína na sua composição, o alimento lidera a lista dos vegetais. O superalimento é fonte de vitaminas A, C, K e vitaminas do complexo B. Popularmente, ele é muito utilizado no combate a anemias por também ser uma fonte riquíssima de ferro.

Leia Também:  Conheça 5 pedras da sorte que ajudam a proteger a relação

Couve

Folha muito usada em refogados e sucos apresenta 45% de proteínas, além de ser rica em vitamina C, A e B6, fibras, cálcio, ferro e fósforo.

Brócolis

Também apresenta 45% de proteínas. É um vegetal rico em minerais, vitaminas e fibras, além de ter propriedades alcalinas que auxiliam no equilíbrio do organismo. 

Couve-flor

Com 40% de proteínas, ele é fonte de potássio, proteína, magnésio, fósforo, fibras, vitamina B6 e ácido fólico.

Salsinha

Muito usada na cozinha e como opção de chá refrescante, a salsa apresenta 34% de proteína. No cardápio, ela acrescenta vitaminas A, C e K que auxiliam no nosso sistema imunológico e cardiovascular.

Pepino

O pepino não é somente bom para a pele, ele é rico vitamina C, B5, potássio, magnésio, folato, fibras e antioxidantes. Composto 90% de água, o vegetal apresenta 24% de proteína que podem beneficiar os músculos. 

Você viu?

Pimentão

O vegetal possui 22% de proteínas e apresenta boas quantidades de vitaminas C e A e minerais como cálcio, fósforo e ferro. Ele também é rico em capsaicina, uma substância com propriedades vermífugas que ajudam a limpar o estômago.

Leia Também:  BBB21 | A energia do Tarot para casa mais vigiada do Brasil

Repolho

Com 22% de proteína, o vegetal possui fibra insolúvel, um tipo de carboidrato que ajuda a manter o sistema digestivo saudável.

Tomate

Muito usado em saladas, o fruto apresenta 18% de proteína, além de ser rico em vitaminas A, B e C, fósforo, ferro, potássio e antioxidantes, como o licopeno.

Colaboração: Boa Terra | Edição: Mariana Oliveira

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

Animais exóticos usados para consumo no Brasil

Publicados

em


source

João Bidu

Animais exóticos usados para consumo no Brasil
Ana Melo

Animais exóticos usados para consumo no Brasil

Existem alguns costumes que os brasileiros tem e poucos comentam por serem exclusivamente regionais. Já lembrou de algum? Em alguns estados do país é normal o abate de alguns animais para comer, você sabia disso? E não estamos falando de boi, galinha e porco, pelo contrário, são espécies típicas brasileiras que são especiarias em algumas regiões. Ficou curioso? Veja a seguir animais exóticos usados para consumo no Brasil.

Animais exóticos usados para consumo:

Tanajura

Costume antigo, as formigas do bundão, como são chamadas as tanajuras, que saem em época de chuvas aos montes para acasalar e depois formar seus formigueiros. A tanajura é a fêmea da formiga da espécie Saúva, muito comum em regiões rurais. Para serem consumidas, separam o abdômen da formiga e torram com manteiga ou gordura. Elas podem ser consumidas sozinhas ou em farofas. 

Tatu selvagem

A carne de tatu é bastante popular no Brasil, porém não é recomendável a caça deste animal para consumo, pois o animal pode estar doente e provocar doenças, como a micose pulmonar. Além disso, os animais são transmissores de hanseníase, a conhecida lepra. Alguns órgãos governamentais não recomendam o consumo da carne de tatu selvagem.

Leia Também:  Animais exóticos usados para consumo no Brasil

Porco do mato Queixada

Carne bastante comum em restaurantes especializados em carnes exóticas, o queixadinha. São animais selvagens que são bastantes visados pela caça. O consumo de carne de porcos selvagens se estende também ao javali que não é nativo do Brasil, é considerado uma espécie invasora.

Cavalo

O Brasil é um dos grandes exportadores de carne de cavalo que são bastante apreciados no exterior. Não só como os cavalos, também existe registro de consumo de burro, jegue e mula em regiões mais interioranas. 

Jacaré

Você viu?

Não, você leu errado! Existem abatedouros de jacaré para o consumo legalizados no Brasil no Mato Grosso. Conhecida por sua cor branca, a carne de jacaré é bastante apreciada por quem já teve oportunidade de experimentar. A carne do jacaré criado em cativeiro não é igual à do jacaré selvagem, por isso, existem lugares com autorizações de órgãos legais para a criação destes animais.

Tartaruga

A carne de tartaruga é tradicional na região de Amazonas. A venda desse animal só é permitida por criadouros autorizados por órgãos oficiais para evitar a extinção da espécie na natureza.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 1 de março de 2021

Por ter a carne delicada, a carne de rã é considerada uma especiaria bastante refinada. Existem criadouros de rã no Brasil com autorização de órgãos competentes. 

+Inscreva-se no Clube João Bidu e receba conteúdo exclusivo! Basta baixar o app do Telegram no seu celular e entrar neste Link !

Essas são algumas das espécies consumidas ou produzidas no país, existe também o consumo de cutia, avestruz, coelhos, cobra e muitos outros animais. Alguns desses têm o consumo liberado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, enquanto, outros animais são consumidos de forma deliberada, o que não é recomendado por alguns animais serem transmissores de doenças, além de constituir crime ambiental. 

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA