Curiosidades

Vale concorre ao título de pior empresa do mundo

Publicados

em

Por | 12.01.2012

 

A indicação tem como base os inúmeros impactos ambientais, sociais e trabalhistas causados na última década pelas atividades da corporação no Brasil e no mundo


A Vale, mineradora brasileira presente em 38 países e considerada hoje a maior corporação de mineração de ferro do mundo, é uma das seis finalistas do prêmio Public Eye Award, que todos os anos escolhe a pior empresa do planeta por voto popular e anuncia a vencedora durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça. É a primeira vez que uma empresa brasileira concorre ao prêmio.

A indicação da Vale para o Public Eye Award 2012 foi feita pela Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale (International Network of People Affected by Vale) através da organização brasileira Rede Justiça nos Trilhos, sediada no Maranhão, em parceria com as ONGs internacionais Amazon Watch e International Rivers, e tem como base os inúmeros impactos ambientais, sociais e trabalhistas causados na última década pelas atividades da corporação no Brasil e no mundo.

Leia Também:  Aposta feita na Loteria do Casagrande, em Cachoeiro, acerta 4 números da Quina sorteada neste sábado

A entrada da empresa, em meados de 2010, no Consórcio Norte Energia SA, empreendimento responsável pela construção da hidrelétrica de Belo Monte no rio Xingu, no Pará, foi considerado pelos organizadores do prêmio, Greenpeace Suíça e Declaração de Berna, o fator determinante para a sua inclusão na lista das seis finalistas do Public Eye deste ano.

A Vale detém 9% das ações do Consórcio, que será responsável pelo deslocamento forçado de cerca de 40 mil pessoas, atingindo direta e indiretamente 14 comunidades indígenas do Médio Xingu.

Fonte: AdNews

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Artesã e pescadora de Itapemirim notabiliza-se em eventos pelo país afora

Publicados

em

Uma artesã de Itapemirim vem se notabilizando em eventos pelo país. Depois de participar de um salão de artesanato, no final de outubro, em Brasília, ela já se prepara, mais uma vez, para representar o município na 21ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), a ser realizada de 10 a 19 de dezembro, em Pernambuco.

“Feliz em ser selecionada novamente para representar Itapemirim com o artesanato local feito com conchas e escamas de peixe”, destacou a artesã e pescadora, Maura Bessi, 47 anos, moradora de Itaoca há mais de vinte anos.

Para a Fenearte, a itapemirinense já está produzindo as peças de artesanato que vai expor no evento, como flores de escamas de peixe, porta-retratos, porta-joias, chaveiros, vasos móbiles, bibelôs e porta-chaves, dentre outras.

Artesã capixaba 1
O último evento nacional de que participou foi durante os dias 27 e 31 de outubro, no 14º Salão do Artesanato Raízes Brasileiras, em Brasília. Mas ela também integra o rol de participantes de outros eventos regionais e no município, como a Feira de Agricultura Familiar.

Leia Também:  Paulo Henrique Amorim indeniza por ofensas racistas

Recentemente, Bessi também foi selecionada para participar da feira ArteSanto, na Praça do Papa, em Vitória. O Núcleo de Agricultura Familiar (Nagrif) da Prefeitura de Itapemirim e a Secretaria Municipal de Cultura têm apoiado a artesã em eventos e feiras, seja no âmbito do município ou pelo país afora.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA