Cidades

Vacinação em drive-thru agradou idosos de 75 a 79 anos em Cachoeiro

Publicados

em

 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro adotou diferentes estratégias, nesta sexta-feira (19), para vacinar idosos de 75 a 79 anos contra a covid-19. Foram direcionadas às ações mais de 1,8 mil doses do imunizante recebidas pelo município, nesta semana, para ampliar a cobertura desse grupo prioritário com a dose um.

Uma das modalidades de atendimento foi o drive-thru (dentro do carro), realizado no pavilhão da Ilha da Luz e no Parque de Exposições. A iniciativa foi aprovada pelos idosos.

Lorival Benincá, 76 anos, morador do bairro Basiléia, aproveitou a oportunidade para se imunizar na Ilha da Luz. “Estou me sentindo bem após a vacina, estava esperando por esse dia. O esquema de drive-trhu foi ótimo, bem mais rápido. A vacina é muito confiável”, afirmou.

Regina Lúcia Mancini de Moraes, 75 anos, também compareceu ao local. “Estava ansiosa para receber a vacina, sempre me cuidei e vou continuar seguindo as medidas preventivas. Gostei muito dessa estratégia de vacinação, fui atendida muito bem e rápido”, enfatizou.

Leia Também:  TSE reconhece justa causa para a desfiliação de Filipe Rigoni do PSB

No Parque de Exposições, no bairro Aeroporto, Geraldo Cassago, 78 anos, foi um dos atendidos. “Estou muito alegre por receber a vacina, todo mundo precisa tomar. Cheguei e já fui atendido. Muito bom. Espero que mais pessoas possam aproveitar a oportunidade para se vacinar”, ressaltou.

Lucenir Ramos, que levou idosos para receber a vacina, contou sobre o momento. “Para mim, foi gratificante trazer minha mãe e o meu vizinho para vacinar. Não tinha fila, foi bem rápido. Espero que todos sejam vacinados, porque estamos lidando com uma doença perigosa. A vacina é uma esperança para todos nós”, disse.

A vacinação também foi feita em 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade. Foram atendidos os idosos que fizeram agendamento prévio. Houve, ainda, atendimento na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu.

No interior, houve atendimento nas UBS dos distritos de São Vicente, Conduru, Burarama, Coutinho, Córrego dos Monos, Soturno, Pacotuba e Itaoca.

“A vacinação foi realizada de forma tranquila e rápida. Os idosos foram atendidos com eficiência em todas as estratégias adotadas”, frisa o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Santa Casa de Cachoeiro localiza a mãe de paciente internado há 100 dias no hospital

Publicados

em

A Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro promoveu, na tarde desta quinta-feira (15), um reencontro entre mãe e filho. O paciente Silvano Ote Aguiar estava há 100 dias internado sem identificação, mas o hospital conseguiu localizar a família e promoveu a reaproximação que deixou toda a equipe emocionada.

Silvano foi encontrado em Vargem Alta após sofrer um acidente de trânsito e no dia 4 de janeiro deu entrada no hospital. Sem documento e sem conseguir se comunicar, só conseguiu rever a mãe depois do trabalho de investigação realizado pela enfermeira Gisele Queiroz.

Ela conta que entrou em contato com as prefeituras depois que o paciente conseguiu informar o nome e sobrenome. A partir daí ela procurou nos municípios vizinhos e depois de quase 60 dias conseguiu localizar a mãe do Silvano.

“Eu não aceitava ele sair daqui sem ter a família por perto. Isso me motivou a iniciar a procura junto com o Serviço Social para devolver a identidade dele e entregá-lo para a família. Agora estou muito realizada e feliz”.

A mãe do paciente, Marly Ote, mora em Minas Gerais e há mais de 10 anos não tinha notícias do filho. Depois de viajar mais de 9 horas de carro, o reencontro de mãe e filho foi cheio de emoção.

Leia Também:  Governo abre seleção para professores atuarem em cursos do Pronatec prisional

Ao ver Silvano depois de tanto tempo, ela não conseguiu segurar a emoção. O abraço demorado foi cheio de carinho e saudade. Ela disse que no dia anterior quase não dormiu de tanta ansiedade.

“Valeu a pena esperar e fazer essa viagem para encontrá-lo. Deus deu uma segunda chance para ele viver e agora vou levá-lo para casa, cuidar com muito amor e carinho”, disse.

Ao deixar o hospital, ela agradeceu o empenho de toda a equipe e o cuidado que tiveram com seu filho durante o tempo em que ficou internado.

“Lá na minha cidade já tinham dito que esse hospital é maravilhoso e que ele estava sendo muito bem cuidado aqui. O que quero é agradecer por tudo e desejar muita saúde para todos vocês”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA