Análise Política

Um olhar na saúde e educação de Castelo

Publicados

em

Em uma pesquisa de consumo interno, ainda no início do mandato, o prefeito Domingos Fracaroli (PSDB) captou um sentimento forte da população de Castelo por melhorias urgentes em duas áreas específicas: saúde e educação.

Desde então, o prefeito tem norteado sua gestão para ações pontuais nesses segmentos, focando em investimentos financeiros, mas também em gestão, dada a complexidade das duas pastas.

Boa parte dos recursos utilizados em educação e saúde já chega ao município com destino definido (verbas carimbadas), o que impede, por exemplo, sua utilização ao bel prazer do gestor. Não se desvia a finalidade de um recurso que já chegou especificado. Os municípios apenas gerenciam, sem poder dizer onde utilizar. E isso, por vezes, não se faz tão compreensível para o cidadão, tornando a educação e saúde áreas sensíveis para um gestor.

Mas ao priorizar educação e saúde, a administração municipal de Castelo vem obtendo bons resultados. Frutos de convênios com o Governo do Estado, verbas federais e investimentos do próprio cofre castelense.

Nesses 7 meses, foram investidos nas principais ações da saúde R$ 6.230.690,00, sendo R$ 1.560.655,00 só em decorrência da pandemia do novo Coronavirus. Destaque para a reestruturação das equipes de ESF (Estratégia Saúde da Família) de 8 localidades (Niterói, Aracuí, Esplanada, Centro, Volta Redonda, Patrimônio do Ouro, Limoeiro, Estrela do Norte). A contratação de diversos profissionais de saúde (médicos, enfermeiros entre outros) estruturou um melhor atendimento nessas ESF’s.

Leia Também:  Em semana decisiva para filiações, Itapemirim ferve

Outras marcas na saúde castelense são a nova Farmácia Cidadã e nova área Odontológica dentro da Unidade Solange Campanha, o Samu, a Unidade de Saúde Volta Redonda, a nova sede da Unidade do Esplanada, além dos investimentos na Santa Casa, incluindo a abertura de mais seis leitos.

A estruturação da logística do sistema de saúde também vale ser dita. Houve a aquisição de novas ambulâncias além de outros veículos para o transporte de pacientes nas demandas de consultas e exames.

Na educação obras e manutenção de escolas merecem destaque: CEIM Erlita Bicalho Nemer, CEIM Profa Abigail Silva de Andrade, CEIM Profa Maria de Lurdes Silva Bortolo, EMEIEF Antonio Teixeira de Melo, EMEIEF Cecília Desthéfani Secchin, EMEIEF Esplanada do Castelo, EMEIEF Felinto Martins, EMEIEF Frei Juan Echávarri Asiain, EMEIEF Irmãos Mangifeste, EMEIEF Rafael Campanha e EMEIEF Reinaldo Fim.

Além disso, a reforma, ampliação e adequação da nova CEIM Sebastião de Moraes, a contratação de internet Banda Larga para as Escolas da Zona Rural e da sede, e a manutenção e recuperação da frota foram passos importantes.

Leia Também:  Puxão de orelhas do governador fará bem a Jonas Nogueira

Por fim, através de parceria com o Estado/Sedu, a prefeitura deu entrada no projeto da EMEIEF Frei José Osés no Bairro Santo Agostinho e o governo irá financiar a construção  por meio do FUNPAES. Trata-se de um sonho de funcionários e pais de alunos. A obra irá atender 350 alunos, de 6 meses ao 5° ano do ensino fundamental.

Assim, em 7 meses, o prefeito Domingos Fracaroli vem tratando como prioridade esses dois eixos administrativos que a população enxerga serem vitais para o desenvolvimento de Castelo. Apesar do pouco tempo administrando, a ideia, segundo ele, é deixar na educação e na saúde uma marca importante da sua passagem pelo poder.

*****************************************************************

“Amanhã, está toda a esperança / Por menor que pareça / Existe e é pra vicejar / Amanhã, apesar de hoje / Será a estrada que surge pra se trilhar” – Amanhã (Guilherme Arantes)

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Análise Política

Derrota de Norma Ayub em Marataízes pode tirar Ferraço definitivamente da política capixaba

Publicados

em

Baluarte da política capixaba por décadas, o deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM) percebe que o espaço para sua família está afunilando, por isso movimenta-se agora para ganhar fôlego em 2022.

O lançamento da deputada federal Norma Ayub pré-candidata em Marataízes é mais que mero interesse pelo poder municipal, trata-se de uma estratégia de sobrevivência dos Ferraços. Uma vitória facilita um arranjo futuro. Já uma eventual derrota colocará o velho político de quase 83 anos em uma encruzilhada que pode encerrar sua participação na política.

A deputada, que está na metade mandato, poderia esperar, apoiando um nome para a prefeitura ou mesmo ficando neutra, em um grande acordo para que o próximo prefeito, seja ele que fosse, ajudasse na sua reeleição. Mas não há tempo.

A inexorabilidade do tempo coloca Theodorico em fim de carreira, para, no máximo, mais um mandato de deputado estadual. A missão dele, portanto, passa ser acomodar sua mulher e seu filho Ricardo Ferraço (PSDB) no poder.

Leia Também:  Governo do Estado autoriza início das obras de ampliação da Terceira Ponte

Os Ferraços sabem que dificilmente Ricardo volta a ser senador. Abre-se uma vaga em 2022 no Senado e é praticamente certo que essa vaga não é dele. Há outros na fila em melhor colocação para disputar. Sobra para ele a Câmara Federal. Mas como Ricardo disputaria a vaga de deputado se Norma Ayub tentar a reeleição?

Logo, a necessidade de espaços explica a entrada de Norma na disputa municipal. Com ela eleita, o caminho fica livre para Ricardo disputar a Câmara, e Theodorico tentar a reeleição na Assembleia.

Num cenário pior, a derrota de Norma em Marataízes forçará Theodorico abrir mão da reeleição para acomodar sua mulher em uma vaga na Assembleia, já que ela tem mais longevidade política que ele. E assim Ricardo disputaria a Câmara Federal.

Como se vê, é muito mais que apenas disputar uma prefeitura. É questão de sobrevivência política mesmo!

*****************************************************

Após a publicação de matéria neste site mostrando que a administração Tininho Batista em Marataízes investe R$ 154 milhões em obras, uma raposa política comentou:

Leia Também:  Derrota de Norma Ayub em Marataízes pode tirar Ferraço definitivamente da política capixaba

“Ferraço gosta tanto de obra e é tanta obra em Marataízes, que se Norma não fosse candidata até ele iria votar em Tininho”.

*****************************************************

 “Sem nada, / Nem no peito qualquer mágoa / Sem rancor e sem saudade / Venho agora te dizer adeus / Quem sabe / Não encontro pela madrugada / Uma esperança vaga / Nos olhos de alguém / Que também despertou / De um sonho igual ao meu” – Quem Sabe (Paulinho da Viola)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA