Esporte

Tricolor elimina o Palmeiras na Copa do Brasil

Publicado em

O Tricolor está nas quartas de final da Copa do Brasil de 2022! Nesta quinta-feira (14), nos pênaltis, o São Paulo eliminou o Palmeiras no Allianz Parque e avançou para a próxima fase da competição.

Com a vitória por 1 a 0, no Morumbi, e o revés por 2 a 1, fora de casa, a decisão foi para as penalidades máximas no clássico. A equipe são-paulina venceu por 4 a 3, com duas defesas de Jandrei, e garantiu a classificação em noite histórica!

Após a vaga, o Tricolor retomará a disputa do Campeonato Brasileiro: no próximo domingo (17), às 16h, no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, receberá o Fluminense pela 17ª rodada.

Para o Choque-Rei, o time não contou com Arboleda (cirurgia no tornozelo esquerdo), Luan (cirurgia no adutor esquerdo), Sara (cirurgia no tornozelo direito), Alisson (entorse no joelho direito), Reinaldo (estiramento no adutor direito), Caio (cirurgia no joelho direito), Colorado (transição após lesão no reto femoral direito) e André Anderson (dores musculares).

A equipe teve as voltas de Diego Costa, Léo e Gabriel Neves (cumpriram suspensão contra o Atlético-MG pelo Brasileirão) e Nestor (não atuou contra os mineiros e também contra a Universidad Católica, pela CONMEBOL Sul-Americana).

Leia Também:  Cruzeiro vence o Londrina de virada e dispara na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro

O técnico Rogério Ceni escalou o Tricolor com Jandrei; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Gabriel Neves, Nestor, Igor Gomes e Welington; Patrick e Calleri.

No primeiro tempo, o rival balançou as redes com Piquerez, aos dez minutos, e com Raphael Veiga, aos 13. Após os gols do adversário, o São Paulo melhorou no jogo e buscou as jogadas na frente, porém, não conseguiu descontar antes do intervalo.

Na etapa complementar, o treinador promoveu a entrada de Luciano no lugar de Patrick.

Os visitantes tiveram uma cobrança de pênalti – após toque de mão na área e revisão do VAR – e Raphael Veiga cobrou por cima. E no lance seguinte, aos 22 minutos, o São Paulo teve uma penalidade máxima assinalada após Calleri ser derrubado. Luciano converteu e descontou: 2 a 1.

O Tricolor equilibrou as ações da partida, e a decisão foi para as penalidades. O São Paulo levou a melhor e venceu por 4 a 3! Jandrei defendeu duas cobranças, Calleri, Nikão, Igor Vinícius e Igor Gomes converteram, e o time são-paulino avançou na Copa do Brasil!

PALMEIRAS (3) 2 x 1 (4) SÃO PAULO

Leia Também:  Tricolor enfrentará o Palmeiras na Copa do Brasil

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Data: 14/07/2022

Público: 41.361

Renda: R$ 3.557.294,35

SEP: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo, Piquerez, Danilo, Zé Rafael (Gabriel Menino, 40min/2ºT), Dudu (Wesley, 41min/2ºT), Raphael Veiga, Gustavo Scarpa e Gabriel Veron (Breno Lopes, 32min/2ºT). Téc: Abel Ferreira.

Gols: Piquerez (9min/1ºT), Raphael Veiga (12min/1ºT).

Nos pênaltis: Gustavo Scarpa, Gustavo Gómez e Piquerez.

SPFC: Jandrei; Miranda (Nikão 27min/2ºT), Diego Costa e Léo; Igor Vinícius, Gabriel (Talles Costa, 40min/2ºT), Nestor (Pablo Maia, 31min/2ºT), Igor Gomes e Welington (Luizão, 39min/2ºT); Patrick (Luciano, no intervalo) e Calleri. Téc: Rogério Ceni

Gols: Luciano (pênalti, 24min/2ºT).

Nos pênaltis: Calleri, Nikão, Igor Vinicius e Igor Gomes.

Cartões amarelos: Welington (3min/1ºT); Raphael Veiga (30min/1ºT); Gabriel (44min/1ºT); Nestor (11min/2ºT); Calleri (18min/2ºT); Gustavo Gómez (23min/2ºT); Nikão (42min/2ºT); Marcos Rocha (48min/2ºT)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

Quarto Árbitro: Lucas Canetto Bellote (SP)

Árbitro de Vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

AVAR: Marcus Vinicius Gomes (MG)

Observador de VAR: Alicio Pena Junior (MG0

FONTE: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/copa-do-brasil/2022/7/14/tricolor-elimina-o-palmeiras-na-copa-do-brasil

COMENTE ABAIXO:

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esporte

Bahia vence o Ituano pela série B do Brasileirão e está na vice-liderança

Published

on

Com apresentação brilhante de  Matheus Davó nesta sexta-feira (12.08), marcando dois gols no segundo tempo, o artilheiro do Esquadrão na Série B comandou o Bahia para a vitória sobre o Ituano, pela 24ª rodada da Série B. 

O resultado coloca o Tricolor momentaneamente na vice-liderança da competição, com 43 pontos. O Grêmio, terceiro colocado, joga neste sábado (13), às 20h30, contra o CRB, e pode ultrapassar o Bahia. 

 O Esquadrão volta a campo na próxima terça-feira (16), contra o Londrina, no estádio do Café, às 20h30, pela 25ª rodada da Série B

O JOGO 

O Bahia chegou com perigo logo no primeiro minuto de jogo. Daniel cruzou para Copete na área e, livre, o atacante tentou por cobertura. O goleiro Jefferson Paulino saiu bem para abafar e fez a defesa. 

Aos 5, Jacaré recebeu bom passe pelo meio e arriscou forte de fora da área. A bola passou perto da trave esquerda adversária. 

Dominando o jogo, o Esquadrão chegou novamente aos 13. Daniel acertou uma bela enfiada de bola para Copete dentro da área. Na cara do gol, o atacante finalizou de esquerda, e Jefferson Paulino fez outra excelente defesa. 

Aos 15, quem assustou foi Mugni. O meia cobrou escanteio direto para o gol e deu muito trabalho para o goleiro adversário, que voou no ângulo. O argentino levou perigo novamente aos 19, com chute cruzado da entrada da área. Paulino pegou de novo, no cantinho. 

O Ituano chegou pela primeira vez aos 25. Alberto arrumou belo cruzamento de voleio, Caio ajeitou de cabeça para Rafael Elias e, dessa vez, foi Danilo Fernandes quem brilhou. Com a mão esquerda, o goleiro defendeu a queima-roupa e mandou para escanteio. 

Leia Também:  Cruzeiro vence o Londrina de virada e dispara na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro

O Bahia não se intimidou, e apareceu novamente aos 28. Patrick cruzou com qualidade na cabeça de Matheus Bahia, que parou também nas mãos de Jefferson Paulino. 

O goleiro do Ituano brilharia uma última vez antes do apito para o intervalo. Após boa jogada pelo meio, Matheus Bahia invadiu a área pela esquerda e mandou uma bomba. O arqueiro se esticou e mandou para escanteio. 

Segundo tempo

A muralha do Ituano voltou trabalhando no segundo tempo. Com pouco mais de 20 segundos, Ingácio acerta belo lançamento para Marcinho, que, dentro da área, chuta forte para a defesa de Paulino. 

Aos 5 minutos, o golpe foi de vista. Copete invadiu a área, cortou para a esquerda e chutou colocado. A bola passou raspando a trave direita. 

E a muralha quase caiu aos 10 minutos. Mugni cobrou escanteio, Jefferson Paulino saiu mal e a bola sobrou nos pés de Copete, que só não fez o gol porque não conseguiu dominar. 

Caiu de vez aos 23. Ricardo Goulart cruzou rasteiro na área e Matheus Davó tocou com tranquilidade para o fundo das redes. Dessa vez, sem chance para Paulino. 

A celebração do gol teve uma quebra aos 32 minutos. Após confusão no meio do campo, Didi e Jiménez foram expulsos. O camisa 15 do Galo, contudo, só chegou para apartar a briga.

Leia Também:  Com casa cheia, Corinthians vence o Fortaleza e reassume a liderança do Brasileirão

Aos 38 minutos, o Ituano quase conseguiu o empate. Léo Ceará cruzou do bico da grande área e Danilo Fernandes espalmou para escanteio. 

No entanto, Matheus Davó estava lá para garantir o triunfo. Aos 41 minutos, Danilo Fernandes acertou um belo lançamento, o camisa 88 ganhou no corpo de Raí e tocou com categoria por cobertura. Jefferson Paulino não fez milagre. 

Danilo Fernandes, por sua vez, fez. Aos 47, Raí cruzou na área e Aylon desviou de cabeça no cantinho. O goleiro se esticou todo e espalmou para escanteio. 

FICHA TÉCNICA

Bahia 2 x 0 Ituano

Série B – 24ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador

Data: 12/08/2022 (sexta)

Horário: 21h30

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (FIFA-SC)

Assistentes: Johnny Barros de Oliveira e Gizeli Casaril (ambos de SC)

VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Cartões amarelos: Patrick de Lucca (Bahia) / Carlão e Bernardo Schappo (Ituano)

Cartões vermelhos: Didi (Bahia) / Jiménez (Ituano)

Gols: Matheus Davó (2)

Bahia: Danilo Fernandes; Marcinho (André), Ignácio, Didi e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Rezende), Mugni e Daniel; Copete (Ricardo Goulart), Jacaré (Everton) e Rodallega (Matheus Davó). Técnico: Enderson Moreira.

Ituano: Jefferson Paulino; Raí Ramos, Lucas Dias, Bernardo e Roberto (Mário Sérgio); Carlão (Jiménez), Kaio (Dudu Vieira), Caíque e Siqueira; Gabriel Barros (Léo Ceará) e Rafael Elias (Aylon). Técnico: Carlos Pimentel.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA