Agronegócio

Suplemento mineral e ração 24% de proteína são novidades da Cacal na Exposul 2019

Publicados

em

Novidades no mercado

A Cooperativa Agrária Mista de Castelo participa mais uma vez do evento no Parque de Exposições de Cachoeiro

Por Ilauro Oliveira | 06.04.2019

Pela terceira vez, a Cacal confirma presença na Exposul Rural. A confiança em bons resultados, a partir do evento, é o que tem levado a Cooperativa Agrária Mista de Castelo estar em todas as edições. E desta vez a expectativa se repetirá entre os dias 10 e 14 no parque de Exposições de Cachoeiro.

“A proposta de trabalho foi entregue pelos organizadores e motivou a participação mais uma vez. Outro fator de peso é acreditar no ambiente de negócios ofertado, onde poderemos expor nosso trabalho na área de nutrição animal, que é um elo fundamental da cadeia do agronegócio”, diz Celcino Júnior Martins Barros, médicon veterinário, responsável pelo setor de Relacionamento e Assistência ao Cooperado.

Para este ano, a Cacal vai contar com estande bastante amplo, com a equipe afiada e pronta para receber amigos e clientes que desejam conhecer melhor o trabalho da cooperativa castelense.

Leia Também:  CNA inaugura escritório em Dubai com foco nas exportações para o Oriente Médio

“Vamos pontuar bastante as nossas parcerias com nossos fornecedores de medicamentos, e com a Agroceres, que é referência mundial em nutrição animal. Percebemos que nossos clientes não têm conhecimento dessa parceria Cacal/Agroceres. Vamos fortalecer essas informações”, diz Celcino.

A ideia é aproveitar a Exposul não só para divulgar, mas para atestar aos clientes a eficácia dos produtos através do concurso leiteiro. “Teremos vários produtores usando exclusivamente produtos da Cacal no concurso. O produtor vai poder conhecer nosso produto tanto no estande quanto diretamente na área de produção, ou seja, uma forma de comprovar a eficácia, unindo teoria e prática”, antecipa Celcino.

Suplemento Mineral Cacal Phos Reprodução e ração com 24% de proteína serão novidades

O destaque desse ano será a ração com 24% de proteína específica para torneio leiteiro. Mas, além das linhas de rações, a Cacal também trabalha com linhas de sal mineral. Nesse caso, o foco se concentra no Suplemento Mineral Cacal Phos Reprodução.

Em 2018, a Cacal atendeu a demanda e desenvolveu o Suplemento Mineral Cacal Phos Reprodução. Produto voltado a reposição de minerais necessários à reprodução. Este produto está sendo o carro chefe das linhas de minerais Cacal.

Leia Também:  Presidente da Comissão de Agricultura da Câmara recebe propostas da CNA para o Plano Safra

“O nosso destaque será o suplemento Mineral Cacal Phos Reprodução. Este produto está no portifólio há 8 meses, porém a recepção dele no mercado e os resultados junto aos pecuarista está sendo excelente. O que nos motivou a repaginar a embalagem e aí vamos pontuar muito esse produto, que não deixa de ser uma grande novidade”, disse o médico veterinário.

Fundada em 1963, a Cooperativa Agrária Mista de Castelo oferece – Cacal – é aliada dos produtores rurais da cidade e região, ofertando diversos produtos em sua loja, sejam eles na área de medicamentos, ração ou máquinas e equipamentos.

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agronegócio

Rendimentos de trigo produzidos na Ucrânia podem ser reduzidos, enquanto os de milho podem aumentar

Publicados

em

A unidade de pesquisa agrícola SovEcon da Rússia reduziu seu rendimento de grãos ucraniano em 2022 em 1,4 milhão de toneladas, para 20,7 milhões de toneladas. Na temporada de 2021, o valor total registrado foi de 32,2 milhões de toneladas.

Em termos de safra de milho do país, a consultoria aumentou sua previsão em 1,1 milhão de toneladas, para 28,1 milhões de toneladas ante 42,1 milhões de toneladas até 2021.

De acordo com Andrey Sizov, analista do mercado de trigo da região do Mar Negro e diretor da SovEcon, em um relatório enviado aos clientes, os rendimentos do trigo são baixos nas áreas devastadas pela guerra. Soma-se a isso o baixo rendimento de grãos devido à falta de chuvas. “Grande parte das áreas semeadas recebeu apenas 60% e 80% da precipitação normal durante os últimos meses”, disse.

Odessa, uma cidade costeira da Ucrânia na costa do Mar Negro, recebeu menos de 50% das chuvas. “A produtividade atual de cevada de inverno na região, com queda de 50% em relação à temporada anterior, indica que a produção de trigo também provavelmente será baixa”, disse ele.

Leia Também:  Empresa parceira do Senar-MT ministra treinamento a bombeiros em Cuiabá

Por outro lado, a produtividade média do milho aumentou para 6,10 toneladas/hectare de 5,86 toneladas/hectare, e a disponibilidade de insumos agrícolas superou as expectativas.

As condições climáticas são um tanto quanto desfavoráveis devido a ausência de chuvas, lembrou Sizov.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima que a safra de trigo da Ucrânia seja de 21,5 milhões de toneladas e a de milho seja de 25,0 milhões de toneladas.

Fonte: Agroplus.tv

Fonte: AgroPlus

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA