Economia

Summit Êxito terá catador de latinhas que hoje é empresário nesta quarta

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Summit
Divulgação

Segundo dia do Summit Êxito tem ex-catador de latinhas que hoje é empresário


Nesta quarta-feira (25) acontece o segundo dia do Summit Êxito de Empreendedorismo . O evento, que começa a partir das 18 horas, terá como assuntos a nova geração de empreendedores do Brasil e a história de quem já foi catador de latinhas e hoje é sinônimo de sucesso.


Guto Galamba, especialista em escalar profissionais autônomos no digital, será o primeiro palestrante da noite. “Vou falar da importância da desconstrução de padrões de comportamento, padrões estes que nos deixam presos a maneiras de viver a vida que não são mais válidas nos dias de hoje. As relações mudaram, o mercado de trabalho mudou, nós precisamos mudar também”, disse.

homem de barba
Arquivo pessoal

Guto Galamba é empreendedor, palestrante e especialista em escalar profissionais autônomos no digital


Em seguida será o criador do método Acelerador Empresarial, Marcus Marques, às 19 horas. Ele vai falar sobre ” Gestão descomplicada e reflexões para escalar seu negócio”.

Homem de óculos sorrindo
Arquivo pessoal

Marcus Marques é criador do método Acelerador Empresarial


Às 20 horas, Geraldo Rufino , que era catador de latinhas e fundou a JR Diesel, vai palestrar sobre o tema “O poder da positividade”.  Rufino diz que perder o Summit é perder a oportunidade de melhorar o que já está fazendo. “O evento é uma oportunidade maior ainda para quem já está empreendendo, seja no seu CNPJ ou no CNPJ do outro. É uma evolução. O Summit é o novo normal, é se preparar para o novo normal, que é ser um ser humano mais completo em todos os sentidos”, complementa.

Homem negro de roupa social sorrindo
Arquivo pessoal

Geraldo Rufino é fundador da JR Diesel


No final do evento, os ilusionistas Henry Vargas e Klauss Durães estarão no painel “O impossível é uma ilusão”, a partir das 21h.

Homem moreno e loiro ambos sorrindo de camisa social
Arquivo pessoal

Henry Vargas e Klauss Durães são ilusionistas


O evento é on-line e gratuito e as ainda é possível se inscrever pelo site: www.summitexito.com.br , no qual também é possível conferir a programação completa do evento.

Leia Também:  Eduardo Bolsonaro defende compra de leite condensado: "produto calórico"

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Dória diz reconhecer dificuldades, mas lembra que mortes prejudica economia

Publicados

em


source

Brasil Econômico

João Dória afirmou que restrições dependem das ações da população
Reprodução: iG Minas Gerais

João Dória afirmou que restrições dependem das ações da população

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB) , disse entender os desafios de empresários em manter os estabelecimentos , mas lembrou que a economia também é afetada com o alto número de mortes em decorrência da Covid-19 . Na semana passada, o governo estadual aumentou as restrições e estabeleceu a fase vermelha em todas as cidades aos fins de semana e após às 20h em dias úteis.

Em entrevista à Band News FM, Dória afirmou que “mortos não consomem” e defendeu as medidas de restrição no estado.

“Sei que é difícil, complexo, sei que é muito duro para um comerciante, dono de bar, dono de restaurante, de um pequeno comércio suportar isso. Mas quero lembrar que mortos não consomem, mortos não vão a bares, mortos não vão a restaurantes, mortos não compram pão e mortos não consomem sapatos. Temos que preservar vidas para depois recuperar a economia”, disse.

Leia Também:  LADE retoma operações comerciais com o Fokker 28

Você viu?

O governador evitou responder sobre as  “cartas na manga” para aumentar as restrições. Ele se limitou a dizer que a redução das duras medidas para evitar a proliferação da Covid-19 dependem das ações da população.

“Governo tem na manga a vida. Cada pessoa é responsável pela sua própria vida. A responsabilidade por viver ou não em uma circunstância de pandemia é de cada pessoa, que entende que usar máscara protege a sua vida, de seus familiares e amigos, que o distanciamento social e a não participação de eventos protegem vidas”, afirmou.

“Considero incompreensível uma pessoa querer morrer, facilitar as circunstâncias para morrer. Você tem de exaltar a vida, proteger a vida e compreender que isso vai passar”, completou Dória. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA