Economia

Sicoob ES vai disponibilizar R$ 115 milhões para apoio às empresas

Publicados

em

O Sicoob ES planeja liberar, até o final de junho próximo, R$ 115 milhões para micro, pequenas e médias empresas. Parte dos recursos estão sendo disponibilizados por meio de linhas de crédito do BNDES. A medida, segundo os dirigentes da instituição financeira cooperativa, é mais uma forma de atuar para amenizar os prejuízos causados pela pandemia de coronavírus.

Uma das opções de crédito disponível faz parte do Programa Emergencial de Suporte a Empregos do BNDES. O recurso deve ser utilizado exclusivamente para o financiamento da folha de pagamento dos funcionários de empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões.

Para as empresas que realizam o pagamento de seus funcionários pelo Sicoob, o recurso pode ser solicitado no site bndespese.sicoobes.com.br. As operações têm prazo de pagamento em 3 anos com carência de 6 meses. A taxa de juros é de 3,75% ao ano.

Apoio

Bento Venturim, presidente do Sicoob ES, ressalta que a instituição tem como propósito a atuação no desenvolvimento coletivo. “Neste momento de reorganização, nosso papel é ainda mais necessário, e a parceria com os associados é vital para que todos nós voltemos a crescer juntos”, pontua.

Leia Também:  Programa de redução de salário preservou 11,7 mi de empregos, diz governo

Outras medidas para auxiliar os associados anunciadas no mês de março incluem a prorrogação de dívidas, por até 90 dias, a reestruturação de contratos de empréstimos e financiamento, o aumento de limites de crédito automático e de cartão.

O volume de recursos envolvidos nesses estímulos ultrapassa os R$ 3 bilhões. Até o momento, cerca de 16 mil associados solicitaram o adiamento do pagamento das parcelas por três meses e a nova estruturação de suas operações de crédito pelo site aoseulado.sicoobes.com.br.

Agronegócio

Para o segmento do agronegócio, a instituição está trabalhando em ofertas com recursos próprios e repassados, que devem chegar a R$ 500 milhões no ano safra 2020/2021. Cerca de 15 mil produtores rurais poderão ser beneficiados. Bento Venturim enfatiza que a recuperação do agro é vital para a retomada do crescimento, principalmente nas cidades do interior.

Abertura de contas

Pessoas e empresas que ainda não são associadas podem abrir uma conta e se credenciar para a obtenção das linhas de crédito disponíveis. O aplicativo Faça Parte pode ser usado para este fim por pessoas físicas. As pessoas jurídicas podem buscar atendimento em uma agência.

Leia Também:  Faturamento de 30% dos lojistas cai 90% no início da reabertura em São Paulo

Neste período, os pontos de atendimento estão operando com restrição de acesso para o atendimento ao público. Em alguns municípios o atendimento presencial está suspenso. O autoatendimento em todas as agências está funcionando em horário integral (6h às 22h).

Sobre o Sicoob 

O Sicoob é o maior sistema cooperativo de crédito do País. Aberto a empresas e a pessoas físicas, trabalha com produtos e serviços tipicamente bancários, com custos menores do que os do mercado. Os associados, que são donos do negócio, participam dos resultados e dispõem de tecnologia que facilita a movimentação. Além disso, têm a mesma segurança que os clientes de bancos comerciais, pois a instituição garante cobertura de R$ 250 mil por cliente.

Com operação no Espírito Santo e no Rio de Janeiro, o Sicoob ES tem mais de 350 mil associados. São sete as cooperativas filiadas: Norte, Leste Capixaba, Centro-Serrano, Sul-Serrano, Sul, Sul-Litorâneo e Sicoob Credirochas. O sistema atua em todo o Brasil, com 3 mil unidades, e atende 4,4 milhões de associados.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Governo de SP antecipa reabertura de academias no estado; veja regras

Publicados

em


source
academia
Reprodução

Retorno das academias na capital paulista deve ocorrer ainda este mês

O governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (3), a possibilidade de reabertura de novos serviços durante a pandemia de Covid-19 para os municípios inseridos na fase amarela do Plano São Paulo, na qual está inserida a capital do estado. Entre os serviços recém-inclusos na fase, estão as academias esportivas no estado, que devem reabrir com horário e lotação reduzidos. 

De acordo com o documento, o critério para retorno dos estabelecimentos é a estabilidade na fase atual. A decisão final sobre o funcionamento de cada serviço, porém, depende das prefeituras. 

“A partir de hoje, a gente começa uma discussão interna com a Vigilância Sanitária municipal dada essa decisão do Estado de poder reabrir as academias e as atividades culturais . Quando a prefeitura definir, nós comunicaremos isso a vocês”, afirmou o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que participou da coletiva de imprensa.

protocolo
Governo de SP

Governo divulgou protocolo de segurança para funcionamento de academias

A equipe determinou ainda as regras de funcionamento que devem compor o protocolo para esses estabelecimentos, o que inclui ocupação de 30% da capacidade total, funcionamento máximo de 6 horas pr dia, agendamento prévio e somente atividades individuais permitidas. Além disso, as normas de higiene e uso de máscaras devem permanecer. 

Leia Também:  Serviços do INSS poderão ser feitos à distância até 10 de julho

Apesar da possibilidade de retorno, a recomendação é que os que correm mais risco não voltem às atividades. “Pessoas consideradas como grupo de risco, tais como os maiores de 60 anos e portadores de doenças crônicas , devem permanecer em isolamento social, desempenhando apenas atividades essenciais, ainda que outros setores tenham retomado o atendimento presencial ao público na localidade em que habitam”, afirma o Plano São Paulo. 


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA