Economia

Setor de rochas fecha julho com resultado melhor do que o esperado

Publicados

em

Desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus, o Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) e o Sindirochas (Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo) têm realizado consultas mensais as empresas do setor com o intuito de traçar um panorama dos reflexos causados pela crise sanitária mundial.

No último levantamento, realizado entre os dias 03 e 07 de agosto, nenhuma das indústrias informou que a realidade em julho tenha sido pior do que as expectativas no início do referido mês. Para 64%, a realidade foi melhor do que o esperado, e 36% apontaram que o mês fechou dentro do previsto anteriormente.

A coleta de informações aconteceu via formulário eletrônico divulgado nos grupos de WhatsApp das entidades. Foram recebidas 50 respostas válidas, sendo que considerado o número de funcionários, a amostragem foi composta por 80% de empresas de pequeno e médio porte, 18% de micro empresas e 2% de grande porte. Entre as indústrias que atuam simultaneamente nos mercados interno e externo, 35% indicaram que não houve impactos em seus mercados.

Leia Também:  Diego Libardi anuncia Renata Bedim como sua vice em Cachoeiro de Itapemirim

Entre as empresas exportadoras, 54% indicaram que estão enfrentando dificuldades para embarcar seus produtos. A falta de contêineres foi apontada por 28%, e a falta de espaço em navios foi registrada por outros 23%.

O levantamento também apontou que a maioria das empresas têm expectativa positiva para agosto. Projeção de crescimento foi apontada por 80% das empresas com atuação no mercado interno e 67% daquelas com foco no mercado externo.  Participaram da pesquisa empresas ligadas ao beneficiamento, extração, marmoraria e outras atividades.

Demissões

Entre as empresas que participaram da consulta, 88% acreditam que não deverão ocorrer demissões em decorrência da pandemia do Covid-19. A confiança dos empresários vem aumentando ao longo dos meses. Em julho, 21% esperavam demitir, em junho dado era ainda maior, 41%. Para agosto, apenas 12% das empresas apontaram possibilidade de haver demissões em razão da crise sanitária.

Acesse a pesquisa completa: https://bit.ly/2PIWhHp

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Caixa encerra depósitos do FGTS nesta segunda; veja se receberá R$ 1.045

Publicados

em


source

Brasil Econômico

fila caixa fgts
Tomaz Silva/Agência Brasil

Caixa deposita última leva do FGTS emergencial nesta segunda-feira (21)

A Caixa Econômica Federal encerra nesta segunda-feira (21) os depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial, com pagamentos de até um salário mínimo, R$ 1.045 , aos trabalhadores com contas vinculadas ao Fundo. O dinheiro pode sair de contas inativas – de empregos anteriores – e ativas – do atual emprego.

O saque do  FGTS emergencial  pretende ajudar os trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2). Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de trabalhadores. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa, e o dinheiro pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem .

O valor do saque é de até R$ 1.045, um salário mínimo, considerando a soma dos valores de todas as contas ativas (emprego atual) ou inativas (empregos anteriores) com saldo no FGTS. Cada trabalhador tem direito a receber até um salário mínimo de todas as contas ativas e inativas do fundo.

Leia Também:  Policiais militares prendem duas mulheres com entorpecentes no bairro Amaral, em Cachoeiro

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem . A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com  cartão de débito virtual em sites e compras com  QR code (versão avançada de código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras, com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

Liberação para saque

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 14 de novembro para os trabalhadores nascidos em dezembro. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador.

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a novembro. Os beneficiários nascidos em dezembro são os últimos a receberem e só poderão sacar o dinheiro depositado nesta segunda (21) em 14 de novembro.

O pagamento está sendo realizado conforme calendário a seguir:

  • Nascidos em janeiro: crédito em 29 de junho, saque em 25 de julho;
  • Nascidos em fevereiro: crédito em 6 de julho, saque em 8 de agosto;
  • Nascidos em março: crédito em 13 de julho, saque em 22 de agosto;
  • Nascidos em abril: crédito em 20 de julho, saque em 5 de setembro;
  • Nascidos em maio: crédito em 27 de julho, saque em 19 de setembro;
  • Nascidos em junho: crédito em 3 agosto, saque em 3 de outubro;
  • Nascidos em julho: crédito em 10 de agosto, saque em 17 de outubro;
  • Nascidos em agosto: crédito em 24 de agosto, saque em 17 de outubro;
  • Nascidos em setembro: crédito em 31 de agosto, saque em 31 de outubro;
  • Nascidos em outubro: crédito em 8 de setembro, saque em 31 de outubro;
  • Nascidos em novembro: crédito em 14 de setembro, saque em 14 de novembro; e
  • Nascidos em dezembro: crédito em 21 de setembro, saque em 14 de novembro.
Leia Também:  Diego Libardi anuncia Renata Bedim como sua vice em Cachoeiro de Itapemirim

Orientações

A Caixa orienta os trabalhadores a verificar o valor do saque e a data do crédito nos canais de atendimento eletrônico do banco: aplicativo FGTS, site  fgts.caixa.gov.br e telefone 111 (opção 2). Caso o trabalhador tenha direito ao saque emergencial, mas não teve a conta poupança digital aberta automaticamente, deverá acessar o aplicativo FGTS para complementar os dados e receber o dinheiro.

O banco alerta que não envia mensagens com pedido de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA