Esporte

Sesi paulista demite mais 250 professores de esportes

Publicados

em


.

A assessoria de impresa do Sesi de São Paulo confirmou à Agência Brasil que a entidade demitiu metade do quadro de professores de esporte. O total de profissionais desligados em 53 cidades paulistas foi de 250.

Em nota, o Sesi-SP explicou a decisão à Agência Brasil e disse que “a crise do coronavírus tem castigado todos os setores da economia. O Sesi-SP tem feito todos os esforços para preservar seu quadro funcional. Entretanto, é impossível ignorar a queda de arrecadação causada pela desaceleração da economia, a redução compulsória de 50% da receita nesses meses e o nível de inadimplência, que é imprevisível. Além disso, estamos impossibilitados de manter funcionando as áreas esportivas e culturais. É um momento difícil para todos e até lá o Sesi-SP trabalhará com afinco para que o impacto seja o menor possível”.

Segundo a assessoria de imprensa da entidade,  os desligamentos foram em sua maioria de funcionários das academias e das aulas de ginástica e não só professores do esporte/modalidades. A assessoria também garantiu, mesmo sem informar o valor da bolsa, que cerca de 740 atletas das categorias de base/formação (idade limite de 21 anos) seguem recebendo uma ajuda de custo.

Leia Também:  Vitória do CRB é insuficiente e Juventude segue na Copa do Brasil

É importante destacar, que no departamento de esportes, o Sesi-SP fez os primeiros ajustes financeiros logo no início da pandemia da covid-19.  Após a decisão do encerramento antecipado da Superliga de Vôlei masculino 2019/2020, nenhum contrato da tradicional equipe paulista foi renovado, inclusive o técnico Rubinho. O único que permanece no clube é o atual líbero Murilo. O medalhista olímpico e campeão mundial pela seleção brasileira aceitou um contrato com uma remuneração reduzida até a volta das competições. 
Ainda segundo a assessoria, outras equipes de destaque como a de basquete masculino, sediada em Franca, e a de vôlei feminino, que atua em Bauru, não tem definição sobre cortes e terão os casos tratados individualmente por terem parcerias locais.

As fortes equipes de modalidades individuais de alto rendimento mantidas pelo Sesi não foram afetadas até o momento.  A entidade mantém fortes equipes de karatê, Wrestling, natação, judô, entre outras. O departamento paralímpico, que tem destaques com a equipe de goalball e de vôlei sentado, também segue sem alterações até o momento.

Leia Também:  São Paulo perde para LDU e se complica na Libertadores

Edição: Narjara Carvalho

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Copa do Brasil: América-MG vence Ponte Preta e avança

Publicados

em

 

.

Após empate em 2 a 2 no jogo de ida, o América-MG derrotou a Ponte Preta, nesta terça (22) por 3 a 1 no Independência, e garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Coelho foi superior durante todo o primeiro tempo e apenas administrou o resultado na segunda etapa.

América sufoca Ponte Preta na etapa inicial

O América-MG precisou de apenas 30 segundos para levar perigo ao gol da Ponte Preta. Rodolfo recebeu lançamento pela direita e tentou o cruzamento, Ivan espalmou para o meio da área. A bola sobrou para Alê, que, sozinho, isolou. Aos dois minutos, o Coelho teve nova chance de abrir o placar. A Ponte Preta saiu jogando errado, o América recuperou e o cruzamento da direita encontrou Léo Passos, que finalizou para fora.

Aos 23 minutos, Felipe Azevedo recebeu na entrada da grande área e arriscou de perna direita. A bola explodiu na trave do goleiro Ivan. A pressão deu resultado e o Coelho abriu o placar aos 31 minutos. Juninho cruzou na cabeça de Felipe Azevedo, que concluiu sem chances para Ivan. O América continuou sufocando a Ponte Preta e ampliou aos 35 minutos. Depois de bela troca de passes, Alê apareceu sozinho para chutar rasteiro e fazer o segundo.

Leia Também:  Pandemia adia Corrida de São Silvestre para maio do ano que vem

Ouça na Rádio Nacional

Com 2 a 0 no placar, o Coelho voltou para o segundo tempo esperando a Ponte Preta, mas a Macaca não ameaçava. Aos 17 minutos, o América-MG decretou a classificação. Bruno Reis derrubou Diego Ferreira dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Rodolfo cobrou com precisão e marcou o terceiro.

A Ponte Preta teve duas oportunidades de diminuir o placar. Aos 30 minutos, Matheus Peixoto tentou de cabeça, por cima do gol. Dois minutos depois, Bruno Rodrigues chutou colocado, mas Cavichioli espalmou. A Macaca conseguiu descontar apenas aos 47 minutos, com um belo gol de Apodi. No fim, vitória do Coelho por 3 a 1 e vaga garantida na próxima fase da Copa do Brasil.

Veja tabela atualizada da Copa do Brasil.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA