Cidades

Servidor de Cachoeiro poderá escolher regime de vencimentos ou regime de subsídios

Publicado em

Novo plano de cargos e salários

Os servidores terão todas as informações e poderão, democraticamente, escolher o regime de remuneração que querem

Por Ilauro Oliveira | 13.11.2019

Foto: Palácio Bernardino Monteiro, sede do governo municipal

Após ser publicado, na semana passada, com 13 vetos às emendas dos vereadores, o plano de cargos e salários voltou a debate nesta terça-feira (12) na Câmara de Cachoeiro. Desta vez o edis tentaram derrubar os vetos do prefeito Vitor Coelho. Tudo em vão.

Apesar de discussão acirrada, o bloco governista venceu e os vetos foram mantidos. Lembrando que os vetos foram justificados devido a sua inconstitucionalidade, já que, segundo o governo, geravam impacto financeiro.

Mas, apesar da aprovação, o prefeito Vitor Coelho permitirá ao servidor optar se migra para o novo plano de cargos e salários, ou se permanece recebendo sob as regras do modelo atual.

É que o Artigo 4° do Capítulo II que trata dos regimes de remuneração diz que a partir da vigência da lei, fica adotado o regime de subsídio como forma de retribuição pecuniária aos servidores e empregados públicos,  assegurando o direito de opção por permanecer no regime de vencimentos ou migrar para o regime de subsídios. Ou seja, ele pode optar.

Leia Também:  Itapemirim adota medidas para economizar água e diminuir os efeitos da seca

A Lei garante ainda que o servidor terá direito a todas as  informações necessárias antes de escolher o regime de vencimentos ou o regime de subsídios. Para isso, a administração municipal deverá em breve disponibilizar um canal junto aos servidores para as explicações necessárias.

No entanto, a administração municipal acredita que a ampla maioria vai seguir o novo plano, já que este dará em média um ganho real de 23% para todos os servidores. Mas várias categorias poderão até dobrar esse índice. 

 

 

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Prefeito de Marataízes exonera quatro secretários municipais e mais 15 comissionados

Published

on

O prefeito em exercício de Marataízes, Jaiminho Machado, exonerou, em uma canetada só, quatro secretários municipais.

A lista foi publicada no diário oficial desta sexta-feira (12).

Além deles, consta na lista João Antonio Neto, o Joãozinho, gerente de gestão, que estava lotado no gabinete e também já exerceu cargo em primeiro escalão.

Em importância menor dentro da escala administrativa, também foram exoneradas outras 15 pessoas, entre diretores e outros.

Todos os nomes exonerados foram nomeados pelo então prefeito afastado Tininho Batista e eram colaboradores desde o seu primeiro mandato como prefeito.

Um dos secretários exonerados é Robson Abreu Silva que respondia por três secretarias.

Confira os secretários exonerados:

ANDERSON GOUVEIA DE OLIVEIRA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE DEFESA SOCIAL E SEGURANÇA PATRIMONIAL

ROBSON SEYR – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

ANTÔNIO CARLOS SADER SANT’ANNA –  SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PESCA E AQUICULTURA

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA DE INTERIOR

Leia Também:  Cachoeiro iniciará novo sistema eletrônico de segurança em julho

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA, AGROPECUÁRIA E ABASTECIMENTO

JOÃO ANTONIO NETO – GERENTE DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA