Economia

Seguradoras oferecem descontos: preços desde R$ 67 para um 0km

Publicados

em


source

O coronavírus trouxe muitas mudanças, algumas mais drásticas, outras não tanto. Se falamos de trânsito, a redução nas grandes cidades foi de aproximadamente 50%. Segundo a ANTP, isso contribuiu a uma drástica redução de congestionamentos e de acidentes de trânsito, entre outros efeitos .

Seguradoras
Divulgação

Seguradoras promovem descontos em tempos de pandemia

Muitos motoristas, considerando que o carro fica em casa e já não está sendo usado frequentemente, cogitam a possibilidade de deixar de pagar o seguro até terminar o isolamento. Mas essa não é uma boa ideia, primeiro porque apesar da redução de acidentes, ainda é possível que os veículos sofram outros tipos de sinistros, como um roubo, por exemplo.

Diante desta situação, algumas seguradoras oferecem aos seus clientes a possibilidade de renovar a apólice ao mesmo preço que a do ano passado, outras dão a opção para que seja contratado um plano com poucas coberturas e outras diretamente oferecem planos especiais para a quarentena.

Por exemplo a Porto Seguro oferece renovações feitas com o mesmo valor do prêmio do contrato de 2019, pagamento com cartão de crédito em até 10 parcelas sem juros, com 10% de desconto se o cliente adquire o Cartão de Crédito Porto Seguro ou 5% para o cliente que já tem. Com o mesmo cartão o cliente também pode ter descontos na contratação dos planos da Azul Seguros e parcelar em até 10 vezes sem juros. Além dessas vantagens, também poder ter 25% de desconto em caso de ter que pagar franquia e financiá-la em até 6 meses.

Leia Também:  O que eu não preciso pagar durante a pandemia? Veja o que está suspenso

A maior novidade no segmento é oferecida pela Youse que disponibiliza o Plano quarentena com coberturas básicas (roubo, furto, incêndio e guincho) a partir dos R$ 45 por mês. Além de ter o processo totalmente realizado pelo seu site,  a vistoria também é on-line . Por exemplo, este seguro para um Chevrolet modelo Onix 0km, conduzido em São Paulo por uma pessoa de aproximadamente 35 anos pode custar R$ 67 por mês. Com a vantagem que o preço estabelecido não muda após o término da quarentena, só quando o contrato acabar.

Outro elemento a considerar são os bônus oferecidos, descontos que o cliente recebe em convergência a como usou o seguro durante o período contratado. Se você agora não está saindo com seu carro, as chances de terminar o contrato sem ter acionado o seguro é muito alta, consequentemente terá mais descontos no momento de renovar o plano de seguro e pagar um valor bem baixo.

Todo mundo está procurando um seguro automóvel bom e barato , mas o desconto não é o único fator importante! Quem está pensando em tirar o seguro do carro ou está em dúvidas se renovar ou não, deve verificar que a empresa de seguros disponibilize bons serviços digitais para acompanhá-lo ou orientá-lo quando precisar.

Leia Também:  Mega-Sena valendo R$ 33 milhões: veja os números sorteados nesta quarta-feira

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

Publicados

em

 

 

source
avião latam
Reprodução

Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos

A Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos na madrugada desta quinta-feira (9). Companhia é a primeira a recorrer ao “Chapter 11”, mecanismo da legislação norte-americana que garante proteção temporária contra credores para possibilitar a reestruturação após os fortes impactos causados pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Em maio, o grupo Latam já havia pedido recuperação judicial por proteção em outros países da América Latina , que eram Chile, Colômbia, Peru e Equador, mas o pedido excluía o Brasil.

A empresa brasileira representa 50% das operações e 14% do passivo total do grupo, e a decisão de excluir o Brasil do pedido de recuperação judicial , em maio, tinha como argumento facilitar as negociações de socorro  com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Após as negociações com o BNDES não avançarem, a pandemia se alastrar e ainda mais voos serem cancelados, com o setor sendo um dos mais afetados pela crise, a Latam decidiu incluir sua empresa que atua no Brasil no pedido de proteção à legislação norte-americana.

Leia Também:  Agro: estimativa de junho prevê safra recorde de 247,4 milhões de toneladas

Por que recorrer à justiça dos EUA e não pedir recuperação no Brasil?

Além de já ter o pedido de recuperação judicial aberto nos Estados Unidos, pesou a favor da justiça norte-americana o fato de o mecanismo de proteção adotado ser mais completo e vantajoso para a empresa e eventuais novos investidores. O  histórico de falências aéreas no Brasil também contribui para buscar outra solução, que não a Justiça brasileira.

O chapter 11, mecanismo de proteção pedido pela Latam Brasil nos EUA, inclui dívidas com empresas de leasing de avião, o que não acontece no Brasil. Eventuais novos investidores da companhia aérea também são beneficiados, já que quem dá crédito à empresa neste momento tem prioridade no recebimento em caso de falência. A lei norte-americana é, portanto, considerada mais flexível por facilitar a negociação entre a empresa e seus credores.

A Latam Brasil incluiu um pedido para honrar pagamento de rescisões trabalhistas e obrigações passadas e futuras com consumidores ao apresentar sua solicitação para se juntar ao processo de recuperação judicial do grupo. O pedido de proteção ainda terá de ser aprovado pelo juiz da recuperação, que já aprovou requisição parecida para as subsidiárias da empresa em outros países latinos.

Leia Também:  Mulher chefe de família terá prioridade em auxílio-emergencial

O pedido de recuperação judicial da companhia aérea não deve interferir em voos nem tampouco nas regras de programas de fidelidade ou de remarcação de bilhetes já comprados. A Latam Brasil têm dívida de cerca de R$ 7 bilhões, principalmente com empresas de leasing e com bancos. Considerando o crédito em passagens que já foram pagas, mas não voadas, sobretudo por conta da pandemia, além de outros gastos, a conta sobe para R$ 13 bilhões. Todo o grupo Latam tem dívida de cerca de US$ 10 bilhões, cifra que sobe a US$ 17,9 bilhões com provisões.

O processo de recuperação judicial está previsto para durar cerca de 12 meses. A companhia deve sair 40% menor se o pedido for aprovado e bem-sucedido. A Latam tem a partir desta quinta-feira 120 dias para apresentar seu plano de recuperação à corte de Nova York, mas o prazo pode ser prorrogado. O sucesso depende da aprovação da nova linha de financiamento, atrativa para eventuais novos investidores.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA