Esporte

São Paulo perde para LDU e se complica na Libertadores

Publicados

em

 

.

Jogando na altitude de mais de 2.800 metros de Quito, a LDU derrotou o São Paulo por 4 a 2 no estádio Casa Blanca e disparou na liderança do Grupo D da Libertadores da América, com 9 pontos. O Tricolor permanece com 4 pontos, na terceira posição, e viu o River Plate chegar a 7 pontos, já que o time argentino goleou o Binacional por 6 a 0.

Primeiro tempo define resultado

O São Paulo até tentou surpreender no início, mas não segurou a LDU. Aos cinco minutos, Pablo teve a única chance do Tricolor no primeiro tempo, após cruzamento de Reinaldo que o atacante cabeceou para fora. Depois do lance, só o time equatoriano criou oportunidades, e aproveitou bem.

Aos 20 minutos, a LDU chegou com facilidade no setor ofensivo. Cruz apareceu pela direita e cruzou na cabeça de Martínez Borja, que encobriu Volpi e abriu o placar. Os donos da casa quase ampliaram aos 31 minutos. Zunino recebeu, limpou Reinaldo, mas na hora de finalizar acabou mandando para fora.

Leia Também:  Sem amistosos, Pia valoriza períodos de treinos da seleção feminina

A LDU marcou o segundo em um erro de saída do São Paulo. Volpi tocou para Igor Gomes, que tentou passar para Hernanes. O volante não conseguiu o domínio e a bola sobrou para Jhojan Julio, que ajeitou e chutou de direita para ampliar. A situação piorou. Aos 45 minutos, quando o Tricolor tentava se lançar ao ataque, o contragolpe foi fatal. Piovi passou para Zunino, que encontrou Jhojan Julio sozinho para marcar o terceiro.

A segunda etapa começou com a LDU perdendo boa oportunidade, com Borja. O camisa 19 chutou forte para boa defesa de Tiago Volpi. O São Paulo respondeu no lance seguinte. Gabriel Sara arriscou de fora da área, e Gabbarini jogou para escanteio. O meio-campista ganhou confiança. Aos 4 minutos, ele soltou a bomba de longe e a bola explodiu na trave esquerda do gol da LDU.

A pressão do Tricolor deu resultado. Depois de troca de passes no campo de ataque, Paulinho Bóia cruzou na área e Brenner apareceu sozinho, na segunda trave, para concluir e diminuir a vantagem adversária.

Leia Também:  Campeão mundial nos 100m perderá Tóquio por faltar a exame antidoping

Quando o São Paulo parecia que ia causar mais problemas à LDU, o time equatoriano marcou o quarto gol. Billy Arce recebeu a bola, dominou e soltou um foguete no ângulo de Tiago Volpi. Um golaço. O Tricolor não desistiu e diminuiu novamente. Brenner passou para Tréllez, que tocou por baixo das pernas de Guerra e finalizou no canto direito de Gabbarini, fechando o placar. 4 a 2 para a LDU.

Na próxima rodada, a LDU enfrenta o Binacional, na terça-feira (29), às 21h30, no estádio Casa Blanca. O São Paulo pega o River Plate, na quarta-feira (30), às 21h30, em Avellaneda.

Veja a classificação atualizada da Copa Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Inea bloqueia concessão de licença ambiental de autódromo de Deodoro

Publicados

em


O Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (INEA) publicou parecer técnico nesta terça-feira (27) em que aponta diversos problemas no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) apresentado pela Prefeitura do Rio de Janeiro carioca para justificar a construção de um autódromo na área conhecida como Floresta do Camboatá, no bairro de Deodoro, zona oeste da capital fluminense. Dessa forma, ficou bloqueada a concessão da licença ambiental para a obra.

O documento, com mais de 100 páginas, foi enviado à Procuradoria do INEA. O parecer do entidade jurídica do Instituto é o próximo passo do processo que visa à concessão ambiental. Contrariando a visão da Prefeitura do Rio, a equipe técnica do órgão ambiental considerou que a Floresta do Camboatá não é o melhor local para a realização da obra.

“Há forte indício de que outras alternativas locais apresentadas têm características ecológicas menos complexas e provavelmente com menor biodiversidade … “, diz o parecer técnico.

As outras opções citadas no EIA da prefeitura do Rio também estão localizadas na zona oeste da cidade: uma área usada como campo de instrução do Exército, no bairro de Gericinó;  um espaço próximo à uma cervejaria no Campo Grande; uma área na Estrada Aterrado do Leme, ao lado da Avenida Brasil, em Santa Cruz;  Cidade das Crianças,  na Rodovia Rio-Santos; e o espaço do antigo Centro de Instrução de Operação Especial do Exército, em Deodoro.

Leia Também:  Polícia Civil recupera carga roubada avaliada em R$ 200 mil

Além disso, o parecer técnico apontou diferenças entre o que foi apresentado no relatório da Prefeitura e aquilo que foi constatado no próprio terreno. Segundo o INEA, cursos d’água que constam no documento da Prefeitura não foram encontrados na área da Floresta. O órgão também constatou irregularidades no registro profissional de biólogos participantes da elaboração do EIA apresentado pela prefeitura do Rio.
Contatada pela  Agência Brasil, a assessoria de imprensa da prefeitura do Rio de Janeiro informou que “o executivo carioca recebeu o parecer técnico do INEA, nesta terça-(27) e que serão verificados os apontamentos do órgão ambiental”.
A obra do novo autódromo de Deodoro, na Floresta do Camboatá, é um processo que se arrasta desde 2010, com várias idas e vindas, envolvendo a Prefeitura, o INEA, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), a Justiça estadual, órgãos do Governo Federal e empresas privadas.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA