Turismo

São Paulo aparece como um dos 50 melhores lugares do mundo

Publicado em

Rosewood São Paulo foi um dos destaques da cidade
Simone Regis

Rosewood São Paulo foi um dos destaques da cidade

A revista norte-americana “Time”, uma das mais prestigiadas publicações do mundo, incluiu a cidade de São Paulo entre os 50 melhores destinos de 2022.

Na lista “World’s Greatest Places 2022”, a revista afirma que a pandemia atingiu o Brasil com força em 2020, mas “a maior e mais cosmopolita cidade do país está voltando ao turismo em 2022, enriquecendo sua já vibrante lista de destacados hotéis”.

Segundo a revista, São Paulo foi responsável pela recuperação econômica do país, ao investir em sustentabilidade. Além disso, ainda destaca o hotel Rosewood São Paulo, que foi inaugurado parcialmente em janeiro e fica no bairro da Bela Vista e o Hotel Ca’ D’Oro, primeiro hotel cinco estrelas da cidade.

O empreendimento também foi recomendado por seu Skybar, onde os visitantes podem apreciar a vista da cidade enquanto saboreiam drinks, incluindo as caipirinhas, bebida brasileira mundialmente reconhecida.

Leia Também:  EMPREENDEDORES DO TURISMO DEFINEM PRIORIDADES E PLANO DE AÇÕES EM IÚNA

Na lista, a maior parte dos destinos indicados para serem explorados fica na Europa e na Ásia. Na América do Sul, apenas seis lugares foram selecionados. 

América do Sul

A ilha se fechou completamente e agora teme desempregos e perda de turistas na ilha
Pixabay

A ilha se fechou completamente e agora teme desempregos e perda de turistas na ilha

  • Galápagos, Equador
  • São Paulo, Brasil
  • Ilha de Páscoa, Chile
  • Salta, Argentina
  • El Chaltén, Argentina
  • Bogotá, Colômbia

América do Norte

Miami
Unsplash

Miami

  • Park City, Utah
  • Detroit, Michigan
  • Miami, Florida
  • São Francisco, California
  • Jamaica
  • Toronto, Canadá
  • Riviera Nayarit, México
  • Portland, Oregon
  • Tofino, Colúmbia Britânica

Ásia-Pacífico

Seul
Unsplash

Seul

  • Seul, Coreia do Sul
  • Kerala, Índia
  • Ahmedabad, Índia
  • Grande Barreira de Corais, Austrália
  • Queenstown, Nova Zelândia
  • Históricas Rotas da Seda, Uzbequistão
  • Trilha Trans-Bhutan, Butão
  • Bali, Indonésia
  • Ilha Kyushu, Japão
  • Boracay, Filipinas
  • Ilhas Setouchi, Japão
  • Fremantle, Austrália

África e Oriente Médio

Nairóbi
Wikipedia

Nairóbi

  • Ras Al Khaimah, Emirados Árabes Unidos
  • Doha, Qatar
  • Nairobi, Quênia
  • Parque Nacional Hwange, Zimbábue
  • Franschhoek, África do Sul
  • Parque Nacional do Baixo Zambeze, Zâmbia
  • Kigali, Ruanda
Leia Também:  Mais do que a guerra: saiba o que fazer no Vietnã e como aproveitar

Europa

Alentejo
Divulgação

Alentejo

  • Dolni Morava, República Tcheca
  • Valência, Espanha
  • Devon, Inglaterra
  • Portree, Escócia
  • Ilha da Madeira, Portugal
  • Alentejo, Portugal
  • Kaunas, Lituania
  • Calabria, Italia
  • Skellefteå, Suécia
  • Copenhague, Dinamarca
  • Marselha, França
  • Thessaloniki, Grécia
  • Istambul, Turquia
  • Ilulissat, Groenlândia

Na lista aparecem ainda a região polar do Ártico e a Estação Espacial Internacional.

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Turismo

Destino dos Famosos: cenário paradisíaco e boa gastronomia na Croácia

Published

on

O território já foi visitamos por algumas celebridades brasileiras ilustres
Reprodução/Redes Sociais – 12.08.2022

O território já foi visitamos por algumas celebridades brasileiras ilustres

A Croácia está entre os destinos mais exóticos e acessíveis da Europa. Possui verão ensolarado, muitas praias e festivais de música para quem gosta de marcar presença nestes eventos internacionalmente. A cada temporada, o destino conquista mais e mais turistas, pois apesar de ser um país pouco populoso – apenas 4 milhões de habitantes –, a Croácia oferece locais paradisíacos para visitar. 

O mês de julho é o mais indicado para visitar o território, pois é quando começa o verão europeu. Os dias são bem quentes, o que estimula os turistas a caminhar pelas praias do litoral croata e as chuvas são diminutas. Sem falar que no começo do mês as cidades ainda não estão muito lotadas, então é ideal para quem prefere passeios mais tranquilos. 

É nessa época que são realizados grandes eventos e festivais de música eletrônica, contando as baladas de praia. A Croácia também é um destino bastante procurado pelos alemães e austríacos, já que as férias escolares são em agosto e depois de julho os hotéis ficam lotados, então vale se planejar com antecedência para evitar esses picos.

Como chegar à Croácia?

Sobre custo benefício, é importante lembrar que a moeda na Croácia é o Kuna (HRK) – que na cotação atual se aproxima bastante da moeda brasileira, com 1 kuna valendo pouco mais de 1 real*. As passagens aéreas costumam valer a pena. O Brasil não oferece voo direto para o destino, por isso a forma mais econômica é ir para algum país mais próximo – como França ou Alemanha – e de lá ir para a Croácia. O voo de Paris para Zagreb, a capital croata, pode custar aproximadamente R$ 200.

Leia Também:  Pedidos de empréstimos para viagens aumentam 85% nos últimos 12 meses

Culinária marcante

A comida croata é bem diversa, especialmente dependendo da região – o que se deve à herança deixada pelos povos que dominaram o território na antiguidade. É possível identificar elementos que vão desde a gastronomia romana aos costumes turcos. Por exemplo, na costa da Dalmácia o turista encontra pratos tipicamente gregos e italianos, já em Zagreb e regiões montanhosas o que prevalece é a comida húngara e austríaca. 

Os pratos mais tradicionais são a Peka (feito com carne, vegetais ou frutos do mar, com batatas, especiarias, óleo e sal), o Fuzi (massa servida com molho de creme de trufas ou molho vermelho suave com carne ou frango) e o ensopado, que em croata é chamado de Buzara (prato simples feito com mexilhões em caldo de vinho, alho e pão ralado).

O que visitar? 

A cidade de Dubrovnik é um dos mais belos pontos do país, tanto que é apelidada de “Pérola do Adriático”. Ela oferece praias com água cor de esmeralda e mar calmo para praticar atividades aquáticas como caiaque ou nado. A cidade conserva muralhas da época medieval que são muito visitadas. Essa arquitetura foi o cenário principal da série “Game Of Thrones”, incluindo a mansão Trsteno Arboretum, o Parque Gradac, Forte Lovrijenac, o Portão de Pile que faz parte da entrada para a Cidade Velha e a Torre Minceta.

Leia Também:  Governo anuncia novo Mapa do Turismo Brasileiro

Como segunda maior cidade da Croácia há Split, o principal centro da região da Dalmácia. Ela é considerada um museu a céu aberto, totalmente cercada pelas montanhas na costa do Mar Adriático. De todos os atrativos disponíveis, o mais visitado é o palácio de Diocleciano, rodeado por muralhas e vielas com chão de pedra que levam a restaurantes, lojinhas e bares. 

Para quem prefere os cenários mais paradisíacos, a ilha Hvar fica em meio ao Mar Adriático e abriga várias praias e locais recheados de história – sem contar os restaurantes que oferecem o melhor da gastronomia croata. É a ilha mais ensolarada do país e nela o turista pode visitar as praias de Hula Hula, conhecida como praia das pedras e Pokonji Dol, famosa pela calmaria e tranquilidade.

Zagreb, a capital, é a única metrópole de todo território croata e curiosamente um dos pontos mais visitados, mesmo com a ausência de praias. Conhecida como “Nova Toscana”, a cidade tem águas belíssimas, os balneários de Rijeka e Pula e ruas bem arborizadas e limpas. Os atrativos históricos e culturais são bem fortes, com opções de museus, bibliotecas e teatros. 

*Valores apurados em 12 de agosto de 2022.

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA