Turismo

Roteiro de chocolate por Gramado conta história e encanta os paladares

Publicado em

Prawer Chocolates é a primeira marca de chocolate artesanal aberta em Gramado
Reprodução/Site Prawer Chocolates

Prawer Chocolates é a primeira marca de chocolate artesanal aberta em Gramado

Gramado é conhecida pela sua grande influência europeia, fazendo com que o município do Rio Grande do Sul vire um dos principais destinos turísticos do país. Quando Gramado é citada, logo associamos o local à sua gastronomia, chocolates e aos eventos que ocorrem nela, como o Natal Luz, o Festival de Cinema, Páscoa, Festival de Gastronomia, entre outros.

A cidade ganhou importância com seu chocolate no Rio Grande do Sul em 1975, quando foi inaugurada a primeira fábrica de chocolates caseiro do país, a Prawer, do empresário Jayme Prawer. No Brasil, as primeiras fábricas foram inauguradas no final do século 19 e início do século 20, por imigrantes europeus. Atualmente, o produto é uma das principais representações do município e está consolidado no imaginário das pessoas, o que se reflete na sua associação com o turismo na região.

A Prawer fez muito sucesso e, em seguida foram inauguradas outras empresas, como a Lugano, em 1976, e a Planalto, em 1977. Após a inauguração da empresa Planalto, outras foram surgindo, como é o caso da Caracol, em 1982, Chocolate Gramadense, em 1982, e a Florybal, em 1991.

Além disso, Gramado também é reconhecida pela lei federal 13.990/20 como a “Capital Nacional do Chocolate Artesanal” desde 2020. Ou seja, o chocolate no destino é realmente motivo de orgulho, pois tem importância histórica para o Brasil.

Dessa forma, para movimentar o turismo na região, Gramado possui várias lojas temáticas, fábricas abertas para visitação e museus sobre a história do cacau. Por seu clima, aparência e arquitetura europeia, o destino da Serra Gaúcha é o lugar perfeito para passeios voltados para explorar a história e a produção do chocolate artesanal.

Pensando nisso, o iG turismo separou um roteiro de alguns estabelecimentos voltados para a produção e história do chocolate que merecem sua visita quando for para a “Europa brasileira”. 

Prawer Chocolates

Prawer Chocolates é a primeira marca de chocolate artesanal aberta em Gramado
Reprodução/Site Prawer Chocolates

Prawer Chocolates é a primeira marca de chocolate artesanal aberta em Gramado

Leia Também:  Agência ilegal aplica golpes em brasileiros que vivem em Portugal

A similaridade entre Bariloche e Gramado, principalmente por causa do frio, inspirou Jayme Prawer a instalar na Serra Gaúcha a primeira fábrica artesanal de chocolates do Brasil. E assim o fez em 1975, mudando para sempre a história de Gramado e do país.

Em 2012, a família Brock assumiu o comando do negócio com o compromisso de manter a autenticidade e essência da marca, além de ir em busca de inovação.

Além de suas lojas próprias em Gramado, a Prawer também está em endereços multimarcas em todo Brasil, com a missão de proporcionar experiências por meio do sabor de seu chocolate.

Mas, como o foco é Gramado, há a possibilidade de ser realizado um tour na fábrica original, que conta com um visitação completa pela espaço e degustação de alguns chocolates.

Endereço: Av. das Hortênsias, 4100 – Estrada Gramado, Gramado

Chocolate Lugano – Mundo do Chocolate

Mundo do Chocolate é o parque temático da marca Lugano
Reprodução/Site Chocolate Lugano

Mundo do Chocolate é o parque temático da marca Lugano

Aberta em 1976, a fábrica teve seu nome inspirado na cidade suíça e também uma homenagem às origens do fundador Lauri Casagrand. Em 1985 a empresa foi adquirida por Renaldo Schwingel. A administração de Ronaldo, como era conhecido, resultou em um rápido crescimento do negócio. Em 1994, foi a primeira fábrica a começar a fazer chocolate em formato de figuras.

Em 2002, é inaugurada a primeira loja da fábrica para visitação. O espaço tem uma decoração diferenciada e lúdica e um amplo estacionamento para atender grupos. Além disso, o estabelecimento foi a primeira loja temática de chocolate do Brasil.

O Mundo do Chocolate é outro destino que vale a pena conhecer, que inaugurou em 2015.

O espaço é o primeiro e único parque de chocolate das Américas. São mais de 200 peças esculpidas em chocolate maciço, distribuídas ao longo de um complexo de 3 mil metros quadrados. Vale conferir a Torre Eiffel com 4,22 metros de altura, a mais alta do parque. O local conta também com uma minifábrica do chocolate Lugano e cafeteria.

Endereço: Av. Borges de Medeiros, 2497 – Centro, Gramado

Chocolate Planalto

Loja de Fábrica da Chocolate Planalto
Reprodução/Site Chocolate Planalto

Loja de Fábrica da Chocolate Planalto

Aberta em 1977, é mais uma marca de chocolate histórica. O nome nasceu do bairro Planalto, onde esteve localizada a primeira sede. Em 1993, com o objetivo de investir fortemente no turismo, abriram uma loja conceito no centro de Gramado. Além disso, há também uma fábrica que lembra um parque temático.

Leia Também:  Faturamento de pizzaria aumenta após adesão de materiais ecofriendly

Endereço: Av. Borges de Medeiros, 2918 – Centro, Gramado

Caracol Chocolates – Reino do Chocolate

Reino do Chocolate conta a história do chocolate no mundo
Reprodução/TripAdvisor

Reino do Chocolate conta a história do chocolate no mundo

Iniciada em 1982, inauguram a primeira fábrica na cidade de Canela. O nome homenageia a Cascata do Caracol, um dos pontos turísticos mais visitados da região. Porém, em 2001, transferem a fábrica para Gramado.

A Caracol possui um local temático chamado Reino do Chocolate , espaço que conta a história do chocolate no mundo por meio de uma viagem ao tempo até chegar nos dias atuais.

Endereço: Av. das Hortênsias, 5382 – Carniel, Gramado

Chocolate Gramadense

Chocolate Gramadense tem loja e fábrica unidas
Reprodução/Site Chocolate Gramadense

Chocolate Gramadense tem loja e fábrica unidas

Sua história começa em 1976, quando Altanísio Ferreira de Lima foi convidado por um empresário da cidade a montaram a primeira fábrica de chocolates, iniciando sem experiência e conhecimento. Os primeiros seis anos de Altanísio, no ramo do chocolate, foram nesta empresa. Quando percebeu ter competência e que o ramo estava prosperando muito, decidiu iniciar sua própria empresa.

A Chocolate Gramadense, inaugura, portanto, somente em 1982. Entretanto, mais recentemente, abriram uma loja unida com a fábrica exposta, que permite a visualização da preparação dos chocolates artesanais pelos visitantes. 

Endereço: R. Pref. Waldemar Frederico Weber, 365 – Floresta, Gramado

Florybal Chocolates – A Fábrica Mágica 

A Fábrica Mágica da Florybal é outro espaço temático dedicado ao chocolate
Reprodução/Site Florybal

A Fábrica Mágica da Florybal é outro espaço temático dedicado ao chocolate

Em 1991 inaugura a Florybal de Valdir Cardoso e Janete Mayer. Mas, entre o final de 2003 e 2004, a marca decidiu dar outro passo importante e desenvolveram uma fachada temática para a sua fábrica, um projeto inovador, pioneiro no Brasil e na Serra Gaúcha. Atualmente as lojas da Florybal são consideradas pontos turísticos para quem visita Gramado e Canela.

Atualmente a empresa conta com 15 lojas, além de parceiros e loja virtual. Todas as lojas possuem um fundo temático de fantasias e histórias infantis.

Em meio a tantas lojas temáticas, o destaque fica para a Fábrica Mágica , que possui uma cascata com mais de 200 Kg de chocolate. Depois da visitação gratuita, que ocorre por um corredor de vidro acompanhado de um atendente que explica o processo, você pode fazer compras na loja que fica no primeiro andar.

Endereço: R. Tristão Oliveira, 1200 – Floresta, Gramado

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Turismo

Destino dos Famosos: cenário paradisíaco e boa gastronomia na Croácia

Published

on

O território já foi visitamos por algumas celebridades brasileiras ilustres
Reprodução/Redes Sociais – 12.08.2022

O território já foi visitamos por algumas celebridades brasileiras ilustres

A Croácia está entre os destinos mais exóticos e acessíveis da Europa. Possui verão ensolarado, muitas praias e festivais de música para quem gosta de marcar presença nestes eventos internacionalmente. A cada temporada, o destino conquista mais e mais turistas, pois apesar de ser um país pouco populoso – apenas 4 milhões de habitantes –, a Croácia oferece locais paradisíacos para visitar. 

O mês de julho é o mais indicado para visitar o território, pois é quando começa o verão europeu. Os dias são bem quentes, o que estimula os turistas a caminhar pelas praias do litoral croata e as chuvas são diminutas. Sem falar que no começo do mês as cidades ainda não estão muito lotadas, então é ideal para quem prefere passeios mais tranquilos. 

É nessa época que são realizados grandes eventos e festivais de música eletrônica, contando as baladas de praia. A Croácia também é um destino bastante procurado pelos alemães e austríacos, já que as férias escolares são em agosto e depois de julho os hotéis ficam lotados, então vale se planejar com antecedência para evitar esses picos.

Como chegar à Croácia?

Sobre custo benefício, é importante lembrar que a moeda na Croácia é o Kuna (HRK) – que na cotação atual se aproxima bastante da moeda brasileira, com 1 kuna valendo pouco mais de 1 real*. As passagens aéreas costumam valer a pena. O Brasil não oferece voo direto para o destino, por isso a forma mais econômica é ir para algum país mais próximo – como França ou Alemanha – e de lá ir para a Croácia. O voo de Paris para Zagreb, a capital croata, pode custar aproximadamente R$ 200.

Leia Também:  Parque Ibirapuera ganhará exposição sobre dinossauros

Culinária marcante

A comida croata é bem diversa, especialmente dependendo da região – o que se deve à herança deixada pelos povos que dominaram o território na antiguidade. É possível identificar elementos que vão desde a gastronomia romana aos costumes turcos. Por exemplo, na costa da Dalmácia o turista encontra pratos tipicamente gregos e italianos, já em Zagreb e regiões montanhosas o que prevalece é a comida húngara e austríaca. 

Os pratos mais tradicionais são a Peka (feito com carne, vegetais ou frutos do mar, com batatas, especiarias, óleo e sal), o Fuzi (massa servida com molho de creme de trufas ou molho vermelho suave com carne ou frango) e o ensopado, que em croata é chamado de Buzara (prato simples feito com mexilhões em caldo de vinho, alho e pão ralado).

O que visitar? 

A cidade de Dubrovnik é um dos mais belos pontos do país, tanto que é apelidada de “Pérola do Adriático”. Ela oferece praias com água cor de esmeralda e mar calmo para praticar atividades aquáticas como caiaque ou nado. A cidade conserva muralhas da época medieval que são muito visitadas. Essa arquitetura foi o cenário principal da série “Game Of Thrones”, incluindo a mansão Trsteno Arboretum, o Parque Gradac, Forte Lovrijenac, o Portão de Pile que faz parte da entrada para a Cidade Velha e a Torre Minceta.

Leia Também:  Resort de luxo no interior de SP é opção certeira para férias de julho

Como segunda maior cidade da Croácia há Split, o principal centro da região da Dalmácia. Ela é considerada um museu a céu aberto, totalmente cercada pelas montanhas na costa do Mar Adriático. De todos os atrativos disponíveis, o mais visitado é o palácio de Diocleciano, rodeado por muralhas e vielas com chão de pedra que levam a restaurantes, lojinhas e bares. 

Para quem prefere os cenários mais paradisíacos, a ilha Hvar fica em meio ao Mar Adriático e abriga várias praias e locais recheados de história – sem contar os restaurantes que oferecem o melhor da gastronomia croata. É a ilha mais ensolarada do país e nela o turista pode visitar as praias de Hula Hula, conhecida como praia das pedras e Pokonji Dol, famosa pela calmaria e tranquilidade.

Zagreb, a capital, é a única metrópole de todo território croata e curiosamente um dos pontos mais visitados, mesmo com a ausência de praias. Conhecida como “Nova Toscana”, a cidade tem águas belíssimas, os balneários de Rijeka e Pula e ruas bem arborizadas e limpas. Os atrativos históricos e culturais são bem fortes, com opções de museus, bibliotecas e teatros. 

*Valores apurados em 12 de agosto de 2022.

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA