Esporte

Roland Garros terá público limitado a 60% da capacidade do estádio

Publicados

em


.

O tradicional torneio de tênis de Roland Garros, em Paris (França), será aberto ao público, mas com limitação entre 50 a 60% da capacidade do complexo esportivo. Em nota oficial, a  Federação Francesa de Tênis (FFT) explicou que a decisão de permitir a presença de espectadores no torneio está de acordo com as medidas restritivas do Ministério do Esporte do país, que visam evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19). O evento está programado para o período entre 21 de setembro e 11 de outubro. 

“Tendo em vista as informações atuais e projetadas sobre a saúde e em conexão com as autoridades públicas com as quais trabalhamos para definir as melhores condições para receber nosso público, a FFT favorece uma opção de organização responsável que limita a capacidade do estádio a vários espectadores, com o princípio de um indicador global, atualmente em vigor nos cinemas ou teatros”, diz em nota da entidade.

Os ingressos começarão a ser vendidos aos sócios da FFT a partir da próxima quinta-feira (9), e para o  público em  geral no dia 16 deste mês. A FFT ainda deixa em aberto a possibilidade o aumentar ou reduzir a venda de bilhetes, levando em consideração o cenário da covid-19 no país.

Leia Também:  Liga e Comitê de Clubes fecham acordo de suporte logístico para NBB

O Grand Slam de Roland Garros foi o primeiro a ser adiado em decorrência da pandemia. Tradicionalmente o torneio é disputado no mês de maio, desde 1891, em Paris. Torcedores, assim como jogadores e suas respectivas comissões, deverão cumprir protocolos de segurança sanitária que serão divulgados futuramente pela FFT.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Liga dos Campeões: Bayern massacra Barcelona por 8 a 2 e está na semi

Publicados

em


.

O Bayern de Munique protagonizou nesta sexta-feira (14) um dos maiores massacres da Liga dos Campeões, pois goleou o Barcelona por 8 a 2 em uma partida de quartas de final que entrou para a história da competição.

O alemão Thomas Müller deu os primeiros sinais do resultado que seria construído ao marcar logo aos quatro minutos da primeira etapa. Porém, o Barça empatou rapidamente com um gol contra de Alaba e perdeu duas chances claras de virar.

Porém, depois disso o Bayern dominou o jogo completamente.

Com gols de Ivan Perisic, Serge Gnabry e outro de Müller em um espaço de 10 minutos, o Bayern abriu uma vantagem de 4 a 1 ainda no primeiro tempo, e nem mesmo um gol de Luis Suárez no início da etapa final fez com que o Barça esboçasse um sinal de reação.

Kimmich concluiu uma bela jogada de Alphonso Davies para marcar o quinto, enquanto um gol do artilheiro Robert Lewandowski e dois tentos de Philippe Coutinho (emprestado ao Bayern pela equipe catalã) no final do jogo completaram a humilhação do Barcelona.

Leia Também:  São Paulo e Vasco estreiam com vitória. Inter vence segunda seguida

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA