Economia

Robô do Pix? Golpe faz vítimas no Instagram prometendo dinheiro fácil

Publicado em

'Robô do Pix': golpistas prometem dinheiro fácil em troca de transferência bancária
Reprodução

‘Robô do Pix’: golpistas prometem dinheiro fácil em troca de transferência bancária

Um levantamento feito pela PSafe, empresa de cibersegurança, identificou uma rede de perfis falsos que utilizam a cobrança de pagamentos via  PIX como isca para obter dinheiro e dados confidenciais das pessoas. Na prática, os golpistas chamam a atenção das vítimas marcando seus perfis em postagens nas redes sociais, afirmam que a pessoa ganhou um prêmio em dinheiro e informam que para resgatá-lo é preciso entrar em um link e preencher alguns dados. Ainda segundo o estudo, esse tipo de perfil chega a ter mais de 600 mil seguidores e cerca de 365 mil curtidas em seus posts, além de anúncios em buscadores na internet.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

Outra abordagem feita é através de posts com falsas promessas de retornar um valor até dez vezes superior que a quantia enviada pela vítima. Também há perfis que oferecem sorteio do PIX no qual a vítima é direcionada a um site no qual deve inserir dados pessoais e bancários, como o do cartão de crédito. Posteriormente, os criminosos acessam os dados, que serão utilizados para a aplicação de outros golpes, como a clonagem do cartão.

Para se proteger dos estelionatários, o VP de Engenharia e Segurança da Zup, empresa de tecnologia do Itaú, Gilmar Esteves, recomenda que o internauta sempre desconfie da promessa de ganhos altos e rápidos. “Os golpistas se aproveitam de momentos frágeis das vítimas. Além do mais, nunca preencha formulários e insira dados bancários ou de cartões em sites ou sistemas desconhecidos”, alerta.

Leia Também:  Insatisfação do funcionalismo pesa nas eleições

Se a pessoa tiver sido vítima do golpe via pix, o especialista frisa que infelizmente é muito difícil recuperar o valor perdido. Mesmo assim, Esteves aconselha que o consumidor lesado procure a polícia e registre um boletim de ocorrência. “Reporte a atividade ilícita com o máximo de detalhes, além de prints de conversas e outros”, diz.

Já no caso de débitos em cartões, ele alerta que é importante efetuar o bloqueio e solicitar a emissão de um novo cartão. “Não esqueça de contestar as compras efetuadas pelos fraudadores. Nesse caso também é importante registrar uma ocorrência na Polícia Civil”, destaca.

Um outro estudo da Psafe, realizado entre abril e maio deste ano, constatou um aumento de mais de 350% no número de tentativas de golpe do PIX, em comparação com os meses de fevereiro e março no Brasil. “Isso corresponde a quase sete mil tentativas deste golpe com este tema por dia, mais de 280 por hora e quatro por minuto somente entre os meses de abril e maio. E podemos ver que explorar a temática financeira é uma tendência entre os cibercriminosos, pois o mesmo crescimento está acontecendo com os golpes financeiros em geral”, alerta o executivo-chefe de segurança da PSafe, Emilio Simoni.

Leia Também:  Construtora do metrô de SP perde R$ 1,5 bilhão em valor de mercado

FIQUE DE OLHO!

1 – Procure duvidar das informações compartilhadas na internet, principalmente quando se tratar de supostas promoções, brindes, descontos ou propostas extremamente vantajosas. Quando se tratar de uma promoção ou oferta de lojas conhecidas, procure sempre confirmar a veracidade das informações nas páginas e sites oficiais das marcas;

2 – Ao fazer um PIX, cadastre a conta recebedora no aplicativo do seu banco para evitar movimentações para chaves inseguras;

3- Suspeite de esquemas que solicitam a transferência de um valor inicial com a promessa de retribuições maiores e evite clicar em links para fazer uma transferência;

4 – Caso precise receber o PIX de uma pessoa desconhecida, envie uma chave aleatória. Use seu CPF ou dados pessoais apenas para pessoas que você conhece;

5 – Desconfie de todos os links compartilhados via troca de mensagem e redes sociais. Na dúvida, use o verificador de links do dfndr lab para conferir se aquela URL é realmente segura;

6 – Restrinja a visualização do seu perfil nas redes sociais apenas para pessoas conhecidas e oculte sua foto do WhatsApp (há uma opção para que apenas seus contatos vejam a foto). Para isso, vá nas configurações do aplicativo, selecione “conta” e depois “privacidade”. Em “foto do perfil”, marque a opção “meus contatos”;

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economia

Mesmo rejeitados por comitês, acionistas aprovam nomes para Petrobras

Published

on

Acionistas ignoraram recomendação de comitês e colocaram nomes do Planalto no Conselho de Administração
Felipe Moreno

Acionistas ignoraram recomendação de comitês e colocaram nomes do Planalto no Conselho de Administração

Os dois indicados pelo governo federal para o Conselho de Administração da Petrobras e que tiveram nomes recusados pelos comitês internos da companhia e pelo colegiado foram aprovados em assembleia de acionistas realizada na tarde desta sexta-feira (19).

Ricardo Soriano de Alencar, procurador-geral da Fazenda Nacional e, portanto, ligado ao ministro Paulo Guedes, e Jônathas Assunção Salvador Nery de Castro, secretário-executivo da Casa Civil da Presidência da República, foram considerados pelos comitês de Elegibilidade (Celeg) e de Pessoas (Cope) da estatal como inelegíveis por apresentarem conflito de interesses para assumirem os cargos.

Os nomes de Soriano e de Castro somente entraram na lista de candidatos no início da assembleia de acionistas por indicação do procurador da Fazenda Nacional Ivo Cordeiro Pinho Timbó, representante da União.

Ao todo, o governo federal, acionista controlador da Petrobras, elegeu seis de seus oito indicados. Além de Caio Paes de Andrade, já nomeado de forma provisória para que assumisse a presidência da estatal, entraram Gileno Gurjão Barreto, atual presidente do Serpro; Iêda Cagni, presidente do Conselho do Banco do Brasil, e Edison Antonio Costa Britto Garcia, à frente do Conselho do Banco de Brasília.

Barreto, conforme indicação do governo, será o novo presidente do colegiado da Petrobras. Foram eleitos ainda José João Abdalla Filho e Marcelo Gasparino da Silva, indicados pelos acionistas minoritários.

Leia Também:  Carrefour faz mutirão para contratar refugiados na próxima terça (15)

Contestação antes e durante a assembleia

É mais um degrau galgado pelo governo em seu esforço de intervir na política de preços da companhia em meio à crise dos combustíveis. Desde o início de 2021, o presidente Jair Bolsonaro fez três trocas no comando da Petrobras.

Na abertura da assembleia, que foi realizada em formato on-line, Timbó afirmou que a União não corrobora “com as manifestações meramente opinativas” dos comitês da Petrobras sobre as indicações de Soriano e Castro. E que dispunha de “robustos posicionamentos técnicos” da Controladoria Geral da União e de outros órgãos de governo de que não há conflito de interesse relativo a esses nomes.

Fernando Leite Siqueira, diretor da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet), se manifestou contra a decisão de aceitar a indicações recusadas pelos comitês e pelo board.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

“É seríssima irregularidade ratificar os nomes. Há um brutal conflito de interesse entre as funções que esses indicados exercem no governo e os cargos no Conselho de Administração da Petrobras”, disse ele, destacando haver risco de “intervenção espúria” na estatal.

Siqueira chegou a pedir que a assembleia fosse suspensa de forma a impedir que não se pudesse “passar por cima da legislação”, mas teve seu pedido negado. A mesa reconheceu os nomes dos dois indicados na lista para eleição dos membros do Conselho.

Leia Também:  MPF pede explicação ao iFood após suposta campanha contra entregadores

Na última semana, a Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro) recorreu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedindo que a assembleia fosse suspensa. O órgão regulador do mercado de capitais negou o pedido na última terça-feira.

A Anapetro também se juntou à Federação Única dos Petroleiros para pedir a suspensão da assembleia na Justiça Federal para impedir que o governo eleja os dois indicados que foram recusados pelo comitê de elegibilidade da estatal.

Resultado será judicializado

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) considerou a eleição dos nomes indicados pelo governo e reprovados pelos comitês da Petrobras como “descaso com a governança corporativa e abuso de direito do acionista majoritário”, informou em nota.

E vai entrar com ação na Justiça Federal na segunda-feira, pedindo a anulação da assembleia, disse Deyvid Bacelar, coordenador-geral da FUP.

Mário Dal Zot, presidente da Anapetro, disse que permitir a eleição de Soriano e Castro é “um precedente” que não se pode deixar acontecer.

“A nomeação de pessoas passíveis de conflitos de interesses e sem a necessária formação e experiência no setor de petróleo e gás é inadmissível, pois, além de ferir a lei, ficam mais sujeitas a desmandos do acionista majoritário, podendo trazer prejuízos para a empresa a partir de medidas danosas e muitas vezes eleitoreiras”, afirmou.


Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA