Cidades

Registrado 2º óbito em Guaçuí por Covid-19 e confirmados somam 6 em um dia

Publicados

em

 

A quinta-feira (21) é de muita tristeza em Guaçuí. Depois de registrar seu primeiro óbito por Covid-19, na manhã desta quinta-feira (21), quando também foram confirmados mais dois casos, chegando ao total de 22, na noite do mesmo dia, Guaçuí teve mais uma morte pela doença e a confirmação de mais quatro casos, subindo de 22 para 28 no total. Ou seja, apenas em um dia, foram dois óbitos e confirmados mais seis casos no município.

Sobre este segundo óbito registrado na noite desta quinta, de acordo com informações da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), trata-se de uma senhora de 62 anos que também estava isolada no Pronto Socorro Municipal. Assim como aconteceu com a senhora de 72 anos que faleceu na madrugada do mesmo dia. As duas receberam todo o tratamento intensivo e estavam entubadas, utilizando os dois respiradores existentes na unidade, aguardando a transferência para uma UTI.

Na parte da tarde, mais um Boletim Epidemiológico foi divulgado e mostra que, além dos 28 casos confirmados, Guaçuí permanece com 14 curados, enquanto os casos descartados subiram de 71 para 73 no mesmo dia. Os suspeitos voltaram a cair de 15 para 12 e as notificações subiram de 110 para 113.

Entre os 14 curados, sete são do Centro da cidade, um do Manoel Monteiro Torres, um do Cid Moreira, dois do São José, um do bairro Antônio Martins, um do Jurema e um da Vila dos Professores. E agora, dos outros 14 casos confirmados, três são do Centro da cidade, um do Manoel Monteiro Torres, um do Antônio Martins, dois da Vila dos Professores, dois do bairro Nova Guaçuí, dois do bairro João Ferraz de Araújo, um da Balança e dois óbitos, ambos do Centro.

Leia Também:  Victor Coelho não vai repetir o fechamento do comércio essencial, como ocorreu domingo passado em Cachoeiro

Outra informação importante é que a Santa Casa de Cachoeiro está com 100% dos leitos de UTI ocupados. Por isso, a Santa Casa de Guaçuí informa que, devido ao aumento de demanda na região, o hospital já está se preparando para receber pacientes com o novo Coronavírus que precisam de vagas na UTI que, no momento, segundo informações, também está lotada, com pacientes que não são de Covid-19.

Os casos confirmados e suspeitos seguem sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em isolamento social, em suas casas. As pessoas que tiveram contato com esses pacientes, inclusive os casos de óbito, também estão sendo monitoradas. A Vigilância não passa informações pessoais das pessoas infectadas, apenas os bairros em que residem.

 

Matriz de Risco

Com este dois óbitos registrados nesta quinta-feira, Guaçuí deve passar do grupo de Risco Baixo para Risco Moderado, já conforme a nova Matriz de Risco para o contágio do Coronavírus (Covid-19), do Governo do Estado, que foi anunciado pelo governador Renato Casagrande, nesta quarta-feira (20) e passa a valer a partir deste domingo (24), podendo até determinar o fechamento total de municípios.

Leia Também:  'Temos só 25% do que esperávamos de fraude no auxílio', diz presidente da Caixa

Serão mantidos como critérios de classificação o Coeficiente de Incidência de casos confirmados nos municípios e a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Mas também levará em consideração os índices de isolamento social e letalidade da doença, além do percentual da população acima dos 60 anos que é considerada como grupo de risco.

Por meio da soma desses fatores, os municípios serão classificados em risco baixo, moderado, alto ou extremo. Cada um desses fatores terá um peso na classificação de risco das cidades. O número de casos registrados terá peso de 50%, o índice de letalidade corresponderá a 20% e os percentuais de leitos disponíveis, isolamento e de pessoas acima de 60 anos, a 10%. A classificação de Risco Extremo será adotada caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI superem o percentual de 91%.

Por sua vez, a Prefeitura de Guaçuí segue com as medidas que vêm sendo tomadas desde o começo de março, quando foram suspensas as atividades da Terceira Idade, até a implantação das barreiras sanitárias, desinfecção das ruas e o uso obrigatório de máscaras. Além do isolamento e distanciamento social, evitando aglomerações. O cidadão que quiser denunciar qualquer atitude que vá contra as medidas previstas nos decretos estadual e municipais, pode ligar para o telefone (28)99923-9942, por meio de mensagens.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

BRK Ambiental lança campanha sobre preservação da água no Dia Mundial do Meio Ambiente

Publicados

em

Indispensável na prevenção ao novo coronavírus, a água é um recurso finito e que deve ser preservado. Diante desse desafio, a BRK Ambiental, maior empresa privada de saneamento básico do país, responsável pelos serviços de água e esgoto em Cachoeiro de Itapemirim, lança uma campanha que incentiva o descarte adequado de resíduos domésticos, para contribuir com a preservação dos recursos hídricos, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). A iniciativa é protagonizada pela Vovó Palmirinha, referência na gastronomia brasileira.

A apresentadora reforça a importância do descarte adequado do óleo de cozinha e aponta que até o uso do ralo de pia é essencial para evitar a contaminação de lagos, rios e mares. Para se ter uma ideia, cerca de 32 milhões de toneladas de lixo, das 79 milhões de toneladas produzidas pelo Brasil em 2018, foram descartadas de forma inapropriada, incluindo a rede de esgoto.

Em Cachoeiro de Itapemirim, a BRK Ambiental recolhe mensalmente, em média, 20 toneladas de lixo do sistema de esgoto. Somente no ano passado, foram mais de 240 toneladas. Entre eles, restos de comida, fios de cabelo, fio dental, preservativos, cotonetes, guimbas de cigarro, absorventes, sacolas plásticas, chupetas, dentadura e, até mesmo, fraldas descartáveis.

No entanto, no Brasil, a rede de coleta de esgoto foi projetada para receber 99% de material líquido e somente 1% de sólidos com água. O descarte irregular danifica o sistema de esgotamento sanitário e prejudica os mananciais, as matas ciliares, a fauna e a flora em geral.

Descartar óleo na pia é um dos grandes problemas relacionados ao mau uso das redes de esgoto, pois pode contaminar até 20 mil litros de água, o que resulta na poluição de córregos e rios. “Por essa razão, a BRK Ambiental escolheu a Vovó Palmirinha, que é uma pessoa carismática e respeitada por diferentes públicos, para reforçar a mensagem de que simples mudanças no dia a dia podem contribuir com o meio ambiente”, reforça Bruno Ravaglia, diretor da concessionária em Cachoeiro de Itapemirim.

Leia Também:  Aula interdisciplinar é produzida por professores de Mimoso do Sul

A campanha foi produzida pela agência OKE, de São Paulo, e conta com spot de rádio, vídeo e peças para redes sociais. Além disso, envolve 100 influenciadores digitais para a disseminação das dicas sobre a destinação correta do lixo doméstico.

  Conheça a campanha:

Instagram

Facebook

YouTube

Programas e ações socioambientais

Ao longo do ano, a BRK Ambiental em Cachoeiro de Itapemirim também contribui com a conscientização da população para a preservação do meio ambiente, com ações e projetos socioambientais próprios e em parcerias. Um deles é o Programa Cuidar Mais, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e instituições de ensino privadas.

Em 2019, estudantes de seis escolas municipais participaram de uma oficina de audiovisual e produziram vídeos retratando a situação do meio ambiente no entorno de suas escolas e residências. As atividades com os alunos do 8º ano do ensino fundamental foram encerradas com a exibição dos vídeos no Cine Perim Center, em novembro, tendo como público convidado professores, pedagogos e familiares.

Já os alunos da educação infantil, de 11 escolas públicas municipais e privadas, com idades entre 4 e 5 anos, desenvolveram atividades em sala de aula e fecharam a participação no Cuidar Mais com uma mostra cultural, em outubro, no Ginásio Poliesportivo Theodorico de Assis Ferraço (Ferração). No palco, música, dança, desfile de moda com roupas produzidas a partir de materiais descartáveis e apresentação de paródias.

Leia Também:  Justiça do Trabalho determina operação de 90% da frota durante a greve de ônibus em Cachoeiro e proíbe bloqueio na garagem da empresa

A unidade de Cachoeiro de Itapemirim, também em 2019, foi a primeira concessionária de água e esgoto da BRK Ambiental no país a colocar em funcionamento uma planta de geração de energia solar. A usina fotovoltaica, instalada na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Córrego dos Monos, possui 50 placas, que captam a radiação do sol e a transforma em energia elétrica, uma fonte limpa e renovável.

A concessionária também é parceira da Floresta Nacional de Pacotuba (Flona) no Programa Sementes de Pacotuba, que mantém um banco de oferta de sementes florestais de espécies nativas visando à recuperação de áreas degradadas no sul do Estado. Por meio do programa, foram identificadas e marcadas 450 árvores matrizes de diversas espécies. Apoia, ainda, a produção de viveiro de mudas de diversas espécies do Bioma Mata Atlântica produzidas na Pastoral da Ecologia, voltada para a proteção de nascentes em Cachoeiro de Itapemirim.

O diretor da BRK Ambiental, Bruno Ravaglia, destaca que todas as iniciativas socioambientais desenvolvidas pela empresa propõem a reflexão sobre a importância da preservação do meio ambiente e colaboram para a sociedade planejar em conjunto ações transformadoras. “Como empresa que opera os serviços de água e esgoto no município, assumimos o papel de contribuir de forma proativa para reconectar as pessoas aos recursos naturais, tendo em vista o desenvolvimento sustentável”, afirma.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA