Política Nacional

“Querem lacrar e acabar com currículos”, diz Covas sobre acusações contra vice

Publicados

em


source
Prefeito Bruno Covas (PSDB)
Reprodução/Roda Viva/TV Cultura

Prefeito Bruno Covas (PSDB) em entrevista ao Roda Viva

O candidato à Prefeitura de São Paulo , Bruno Covas (PSDB), defendeu seu colega de chapa, Ricardo Nunes (MDB), e disse em entrevista ao Roda Viva , da TV Cultura, nesta segunda-feira (23) que as pessoas “querem lacrar e acabar com o currículo dos outros”.

“Não houve agressão. Ele não responde por nenhum processo. No boletim de ocorrência diz que o que houve entre ele e a esposa foi um desentendimento”, afirmou o tucano.

O atual prefeito ainda falou sobre a formação de seu gabinete e disse que pretende manter as atuais 23 secretarias da Prefeitura. “Eu quero manter essa estrutura organizacional, mas acabar com secretarias meio e criar mais secretarias fim, para criar mais propostas para governar, inclusive aumentando a quantidade de negros e negras, para ter mais diversificação”, completou Covas.

De acordo com o candidato do PSDB, um dos principais compromissos dele é com a transparência no governo. Uma das apoiadoras de Covas, que foi adversária dele no 1º turno, condicionou o apoio à criação de uma Lava Jato municipal.

Leia Também:  Governador de Goiás aplica primeira dose da vacina contra a Covid-19 no estado

“Estamos nos colocando à disposição para dar transparência, verificando de que forma é possível criar uma estrutura independente”, respondeu Covas ao comentar um questionamento sobre se ele não estaria buscando apoio a qualquer custo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

PTB decide apoiar Arthur Lira à presidência da Câmara

Publicados

em

 

 

source

O PTB decidiu apoiar, nesta segunda-feira, a candidatura de Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Câmara dos Deputados. De acordo com o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), a decisão foi tomada pela bancada por “unanimidade”.

Com 11 deputados, o PTB se junta a outras oito siglas no bloco que apoia Lira: PP, PSD, Republicanos, PL, PROS, PSC, Avante e Patriota.

A legenda já indicava que faria parte do grupo do deputado do PP. O presidente do partido, Roberto Jefferson, é fiel aliado de Jair Bolsonaro que, por sua vez, é grande incentivador da candidatura de Lira.

O anúncio do PTB vem no mesmo dia em que Lira teve uma má notícia. O Solidariedade anunciou que apoiará a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência. A legenda chegou a negociar e fechar uma acordo com o deputado do PP. Porém, após nova rodada de conversas com Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliado de Rossi, houve uma mudança de posição.

Leia Também:  Em novo ataque a Bolsonaro, Doria diz que vacina é lição a negacionistas

Você viu?

Até o momento, o bloco de Rossi conta com o apoio de DEM, MDB, PSDB, Cidadania, PSL, Solidariedade, PT, PSB, PDT, PCdoB, Rede e PV.

Agora, apenas o Podemos, que negocia com Lira, ainda não formou uma aliança para a eleição.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA