Economia

Proposta dos bancos não muda e bancários seguem em greve no Estado

Publicado em

Após mais uma rodada de conversas realizada nesta terça-feira (13), as negociações entre bancários e bancos não avançaram e a greve, iniciada no último dia 06 de setembro, segue em todo Brasil e, de acordo com o Sindicato dos Bancários do Estado, o número de agências paradas em todo território capixaba subiu para 333.  

A proposta oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) foi a mesma da semana passada e inclui reajuste de 7% no salário, na PLR e nos auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3,3 mil. Uma nova reunião será feita na próxima quinta-feira (15). 

Entre as reivindicações dos bancários estão um reajuste que incluem a reposição da inflação (9,57%) mais 5% de aumento real e PLR de três salários mais R$8.317,90, ale alimentação e refeição de R$ 880 ao mês.

Mapa da greve no ES

Segundo o Sindibancários, 185 das agências paradas no ES estão na Grande Vitória e 148 no interior. Também se encontram fechados três departamentos da Caixa e os prédios do Bandes, do Centro de Processamento de Dados do Banestes (CPD) e da Pio XII (Banco do Brasil).

Leia Também:  Ambev, Digio e outras têm 500 vagas de emprego e estágio em tecnologia

Do número de unidades paralisadas na região metropolitana, 38 são da Caixa, 54 do Banestes e 40 do Banco do Brasil (BB). No interior estão fechadas 41 agências da Caixa, 37 do Banestes, 55 do Banco do Brasil e 3 do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). 

Entre os bancos privados, 65 agências estão fechadas em todo o Espírito Santo, sendo 18 do Santander, 19 do Bradesco, 20 do Itaú, 7 do HSBC e 1 do Safra.

fonte http://www.folhavitoria.com.br/

COMENTE ABAIXO:

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economia

Uber vai acabar com o Rewards, seu programa de fidelidade

Published

on

O programa Rewards chegou ao Brasil em 2019
Giovanni Santa Rosa

O programa Rewards chegou ao Brasil em 2019

A Uber comunicou a usuários do aplicativo de transporte neste fim de semana que vai encerrar o seu programa de fidelidade, o Rewards, que chegou ao Brasil em 2019. A decisão, segundo a empresa, é global e não haverá um programa substituto, ao menos por enquanto.

O programa permitia a usuários da plataforma acumular pontos a cada corrida ou pedido (no caso do Uber Eats), os quais poderiam ser trocados por benefícios como descontos na própria plataforma ou em parceiros como serviços de streaming.

Neste sábado, usuários da plataforma no Brasil receberam um comunicado sobre o assunto. “Você tem até o dia 31 de agosto para acumular pontos. Depois dessa data, os benefícios atrelados aos níveis do programa também deixarão de existir.”

Leia Também:  Renda Passiva: o que é? Como construir uma? Exemplos

Segundo o comunicado, os pontos já acumulados poderão ser trocados por benefícios até 31 de outubro de 2022. Em 1º de novembro, o Uber Rewards será “totalmente encerrado”, segundo o anúncio. Os usuários podem visualizar seus pontos e resgatar seus benefícios na seção ‘Conta’ no app da Uber.

O fim do programa não ocorrerá apenas no Brasil, e sim em todas as operações da Uber no mundo. Segundo o site The Verge, usuários nos Estados Unidos também receberam comunicado semelhante. O encerramento do benefício ocorre após a plataforma realizar, no Brasil, pesquisas com usuários sobre a avaliação que faziam dos benefícios oferecidos. Por aqui, a plataforma enfrenta forte concorrência da 99, controlada pela chinesa Didi.

“No sábado, dia 13 de agosto, anunciamos aos nossos usuários que o Uber Rewards será encerrado em 1° de novembro. (…) Agradecemos aos nossos usuários pela fidelidade e por fazerem parte do Uber Rewards”, disse a Uber em nota.

No segundo semestre deste ano, a Uber teve, globalmente, um prejuízo de US$ 2,6 bilhões (R$ 13,2 bilhões no câmbio atual), ante lucro de US$ 1,14 bilhão registrado no mesmo período de 2021.

Leia Também:  Agro deve sofrer com falta de fertilizantes e gargalo logístico

Apesar disso, e de buscar encerrar suas operações mais deficitárias (a exemplo da operação de delivery do Uber Eats no Brasil), a plataforma tem aumentado sua receita. O faturamento no segundo semestre deste ano foi de US$ 8,07 bilhões, o dobro do registrado de abril a junho de 2021.

Entre no canal do Brasil Econômico  no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA