MINISTÉRIO PÚBLICO ES

Promotoria de Justiça de Guarapari atinge 100% de tramitação digital

Publicados

em


.

A Promotoria de Justiça de Guarapari finalizou a conversão para digital de todos os procedimentos extrajudiciais físicos, transformando-os em autos eletrônicos. A tramitação dos procedimentos de forma 100% digital reduz a possibilidade de transmissão da Covid-19 no manuseio do papel ou mesmo no contato presencial entre quem entrega e quem recebe os autos físicos. A unidade também passou a ter mais efetividade, facilidade e segurança para a atividade ministerial, especialmente durante a pandemia do novo coronavírus.

A evolução foi possível graças aos novos recursos disponíveis no Sistema de Gestão de Autos do Ministério Público Estadual (Gampes) e ao esforço de membros, servidores e colaboradores que atuam na Promotoria de Justiça. A conversão para autos digitais está em sintonia com diretrizes evolutivas da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), com o objetivo de permitir mais celeridade e transparência no trabalho desenvolvido pela instituição.

O promotor de Justiça Saul Cláudio Guimarães Maimeri agradeceu o empenho de todos que cooperaram para essa mudança de paradigma. “A digitalização dos autos extrajudiciais vai trazer um melhor e mais rápido atendimento às demandas do cidadão, através da comunicação eletrônica com todos os envolvidos”, salientou.

Leia Também:  Vale e Arcelor apresentam relatórios de cumprimento de metas dos TCAs do pó preto

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MINISTÉRIO PÚBLICO ES

MPES debate violência doméstica e familiar contra as mulheres e os impactos na saúde mental

Publicados

em


.

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) realizará na sexta-feira (25/09), das 13h às 15 horas, um evento virtual com o tema “Violência Doméstica e Familiar contra as Mulheres e seus Impactos na Saúde Mental”. O objetivo do encontro é informar a respeito dos impactos à saúde mental decorrentes da violência doméstica e familiar contra as mulheres, bem como estimular a atuação integrada dos serviços da rede de atendimento às mulheres em situação de violência.

O evento será mediado pela coordenadora estadual do Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Nevid), promotora de Justiça Cristiane Esteves Soares; pela dirigente do Centro de Apoio Operacional de Implementação das Políticas de Saúde (Caops), promotora de Jusitça Inês Thomé Poldi Taddei; e pela dirigente do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAIJ), promotora de Justiça Valéria Barros Duarte de Morais.

As palestrantes serão as psicólogas Daniele Reis e Silva e Gláucia Rezende Tavares. Os temas abordados pelas convidadas serão “Promoção da saúde mental em mulheres vítimas de violência pela perspectiva do impacto do trauma” e “O luto do feminicídio – os reflexos do feminicídio no luto dos órfãos e ascendentes das vítimas e a importância das políticas públicas”, respectivamente.

Leia Também:  Após atuação do MPES empresa vai refazer serviços de recuperação de estradas de Apiacá

O evento é voltado para membros e servidores do MPES, gestores e técnicos da rede de atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar, agentes públicos do sistema de Justiça e da Segurança Pública.

Confira o cartaz

Clique aqui para se inscrever.

Clique aqui para acessar o curso na plataforma Teams (no dia do evento).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA