Carros e Motos

Projeção antecipa visual da Ford Maverick, futura rival da Fiat Toro

Publicados

em


source
Ford Maverick
Kleber da Silva

Ford Maverick: nova integrante da família de picapes da Ford, que já conta com Ranger e F-150, todas previstas para virem ao Brasil

A decisão global de fechar suas fábricas em Taubaté (SP) e Camaçari (BA) não afeta o cronograma da Ford , que pretende lançar um novo SUV médio para concorrer com o Compass , o Bronco Sport , e uma picape intermediária para desbancar a Fiat Toro . Esta última vai ser chamar Maverick , e o designer  Kleber da Silva preparou uma projeção mostrando como ela deverá ser.

A projeção foi feita com base em um flagra recente do modelo camuflado, vazado pelo site Maverick Truck Club, na linha de montagem do México. Assim que chegar ao Brasil, o que deverá acontecer no fim do ano, a Ford Maverick terá como alvo a Fiat Toro , líder do segmento de picapes intermediárias.

Ford Maverick aparece na linha de montagem no México antes da estreia
Reprodução/ Maverick Truck Club

Ford Maverick aparece na linha de montagem no México antes da estreia, que deverá acontecer apenas em 2022

A frente da Maverick terá ampla grade e faróis repartidos em três segmentos, em formato de C, seguindo a tendência da Ford nos modelos Ranger e F-150. No Brasil, é provável que a Maverick seja equipada com o mesmo motor 2.0 do EcoSport, acoplado ao câmbio automático de seis marchas e tração dianteira.

Leia Também:  Conheça o motorhome chinês com dois andares e elevador

Você viu?

A Ford também terá outros lançamentos no Brasil em 2021, como Bronco Sport , Ranger Black e o Mustang Mach 1 , versão mais potente do esportivo, equipado com motor V8 de 480 cv que pode funcionar com câmbio automático de 10 marchas, ou manual de seis.

A Ford Maverick não terá apenas a Fiat Toro e a Renaut Oroch entre os rivais no Brasil, já que a GM acaba de confirmar aporte de R$ 10 bilhões no País para a fabricação de novos modelos . Embora a marca não confirme, um deles será uma picape maior que a Montana.

Além disso, também existe a VW Tarok , que chegou a ser mostrada como protótipo no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, em 2018 (talvez o último no Brasil) e que pode ter uma versão de produção assim que a fabricante decidir tocar o projeto adiante.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Honda lança primeiro carro autônomo de nível 3 no Japão

Publicados

em


source
Honda Legend 2022 representa mais um avanço quando o assunto é carro autônomo no mercado global
Divulgação

Honda Legend 2022 representa mais um avanço quando o assunto é carro autônomo no mercado global


A Honda apresenta no Japão o primeiro sistema de direção autônoma de nível 3 do mundo. O equipamento faz a sua estreia no sedã de luxo Legend, atualmente o modelo de topo da marca no país asiático.


A função recebeu o nome de Traffic Jam Pilot é faz parte do pacote de equipamentos tecnológicos Honda Sensing Elite. Enquanto os autônomos de nível 2 exigem que o motorista se mantenha sempre atento ao volante, no nível 3 o carro já é capaz de dispensar o motorista em condição de tráfego lento em vias expressas, permitindo que o condutor assista até um filme na tela da central multimídia.

Você viu?

Em caso de necessidade, o veículo pode solicitar a retomada do controle de direção pelo motorista. Mas caso ele não reaja, o próprio Traffic Jam Pilot é capaz de desacelerar o automóvel e fazer as mudanças de faixa até a parada do carro no acostamento, como pode ser visto no vídeo abaixo.

Leia Também:  Honda lança primeiro carro autônomo de nível 3 no Japão


Para conseguir comercializar a tecnologia, a Honda teve que obter uma autorização especial do Ministério Japonês de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo, que exigiu a instalação no veículo de uma espécie de caixa preta para gravar dados do sistema autônomo nos últimos seis meses — incluindo se o motorista falhou em reagir a um alerta de retomada de comando — e a colocação de um adesivo indicativo na traseira do veículo.

Para operar, o Traffic Jam Pilot utiliza dados coletados pelo sistema de navegação via satélite e mapas tridimensionais de alta definição, além de uma rede de sensores que monitoram os arredores do veículo em um ângulo de 360°, enquanto uma câmera monitora as condições do condutor.

A tecnologia passou por uma bateria de testes de aproximadamente 1,3 milhão de quilômetros e é baseada em redundância, permitindo que a sua operação siga mesmo com defeito em um dos componentes.

A Honda foi a única montadora a insistir no sistema autônomo de nível 3. Outros fabricantes que haviam anunciado o desenvolvimento deste tipo de tecnologia, como a Audi, decidiram pular esta etapa e ir diretamente para o desenvolvimento de sistemas autônomos de nível 4, que diferente do equipamento presente no sedã Legend vão permitir que o motorista esqueça da direção também em condições de tráfego normal.

Leia Também:  Conheça o motorhome chinês com dois andares e elevador
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA