Cidades

Prefeitura permite abertura de bancos e lotéricas em Cachoeiro

Publicados

em

Bancos e lotéricas de Cachoeiro de Itapemirim poderão realizar atendimentos durante o período de distanciamento social atualmente em vigência. A medida visa atender, principalmente, aposentados, pensionistas e beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família. Modificações no decreto municipal que restringe as atividades de comércio e serviços na cidade foram publicadas em edição especial do Diário Oficial do Município, na tarde desta terça-feira (24).

Com isso, o decreto passa a incluir, entre as atividades permitidas no período de emergência em saúde pública, instituições de compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços presenciais ou não de instituições financeiras, lotéricas e assemelhados.

Entretanto, para a realização de atendimentos presenciais, as instituições financeiras deverão restringir o acesso, podendo admitir o ingresso de pessoas em até 40% de sua capacidade, devendo manter a totalidade de seus caixas abertos e que cada um atenda a até cinco pessoas. Também deverão servir produtos de higienização às pessoas que estiverem dentro das instalações.

Para garantir a segurança dos usuários dos bancos e lotéricas, a Secretaria Municipal de Segurança (Semseg) demandou que a Guarda Civil Municipal (GCM) reforce a vigilância às áreas desses estabelecimentos. A Polícia Militar também foi comunicada da reabertura das instituições financeiras e deverá incluir esses pontos nas ações de patrulhamento.

Leia Também:  Caixa paga auxílio de R$ 600 a mais beneficiários nesta quinta; veja quem recebe

“Algumas instituições financeiras nos comunicaram da situação dos aposentados, pensionistas e beneficiários de programas sociais e nós atendemos prontamente. É uma situação delicada, e nós estamos colocando todos os esforços para que as necessidades sejam atendidas. Pedimos a todos que só se dirijam aos bancos neste momento se realmente houver necessidade”, destaca o prefeito Victor Coelho.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prefeitura de Presidente Kennedy assina termo de cooperação técnica com o Porto Central

Publicados

em

A Prefeitura de Presidente Kennedy assinou nesta quarta-feira(27) termo de cooperação técnica com o Porto Central. O termo é uma das condicionantes feitas pelo Ibama para a instalação do empreendimento no município e faz parte das diretrizes socioeconômicas.

No documento assinado hoje, Prefeitura de Presidente Kennedy, Governo do Estado, Porto Central, Ifes, Senac, entre outras instituições, irão formar um Comitê de Acompanhamento  do Termo de Cooperação Técnica dos programas: PADR – Programa de Apoio ao Desenvolvimento Regional; PMD.-  Programa de Mobilização e Desmobilização de Mão de Obra; PCP – Programa de Capacitação Profissional; e PMSE – Programa de Monitoramento Socioeconômico.

Os programas irão facilitar a geração e a disseminação de informações sobre a realidade social e econômica, por meio de políticas públicas estruturadas.

O Comitê irá acompanhar projetos que envolvem qualificação profissional, apoio tecnológico, promoção do empreendedorismo e auxílio a micro, pequenos e médios empresários, além de programas de qualidade ambiental, ações em infraestrutura e serviços públicos.

A construção do Porto Central de Presidente Kennedy é um grande empreendimento que influencia de forma regional e aumentará a competitividade da economia estadual. Novas oportunidades de geração de emprego e renda para a população kennedense serão disponibilizadas antes e durante a operação do porto.

Leia Também:  Seguradoras apostam em bônus e descontos progressivos para manter clientes

Porto

O acordo firmado tem também como objetivo intensificar as ações preparatórias que antecedem as obras do Porto Central, destacando o cumprimento das condicionantes socioeconômicas estabelecidas na Licença de Instalação do porto emitida em março de 2018 pelo Ibama.

O Porto Central será instalado em uma área de aproximadamente 2.000 hectares, com até 25 metros de profundidade para receber os maiores navios do mundo. A primeira fase do porto visa atender à crescente demanda da indústria de óleo, gás e energia do país.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA