Cidades

Prefeitura de Cachoeiro prorroga suspensão de atividades administrativas até sexta (27)

Publicados

em

A Prefeitura de Cachoeiro manterá suspensas, até a próxima sexta-feira (27), as atividades nas suas unidades administrativas. A administração municipal prorrogou os efeitos do decreto, publicado na quinta-feira (19), que estabeleceu a suspensão como parte das medidas preventivas relacionadas ao novo coronavírus.

Serão mantidos, nesse período, os serviços considerados essenciais das áreas de saúde, segurança, limpeza pública e de assistência e desenvolvimento social, além das atividades do Comitê de Crise de Emergência em Saúde, criado para acompanhar a situação epidemiológica no estado e traçar as estratégias preventivas locais.

Os demais servidores e empregados públicos municipais – ocupantes de cargo em comissão, designados temporários e contratados temporários – poderão ser convocados, a qualquer hora do dia, para a realização de serviços da administração.

“O momento atual exige os esforços e o engajamento de todos nas ações preventivas, para reduzirmos as possibilidades de transmissão do vírus em Cachoeiro e evitarmos os efeitos que um eventual surto traria para nossa saúde pública. Durante toda a próxima semana, estão suspensas as nossas atividades administrativas e as atividades do comércio e de prestação de serviços, para que a circulação de pessoas nas ruas seja reduzida drasticamente. A saúde da população está em primeiro lugar”, salienta o prefeito Victor Coelho.

Leia Também:  Em Cachoeiro, Procon orienta usuários de plano de saúde sobre direito a exames de Covid-19

Confira outras medidas tomadas pela Prefeitura no enfrentamento ao coronavírus:

– Coronavírus: comércio e serviços suspensos por uma semana
– Serviços de saúde são reorganizados para prevenção e enfrentamento do coronavírus

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

BRK Ambiental de Cachoeiro mantém excelência em Sistema de Gestão Integrado

Publicados

em

Concessionária dos serviços de água e esgoto de Cachoeiro de Itapemirim, a BRK Ambiental manteve a certificação do seu Sistema de Gestão Integrado (SGI), o que atesta que a empresa emprega padrões internacionais de qualidade, de proteção do meio ambiente e de compromisso com a saúde e a segurança dos seus funcionários. A auditoria de supervisão da certificação ocorreu em junho, por auditor da Fundação Vanzolini, centro de referência internacional para organizações que buscam alcançar e manter padrões elevados de desempenho.

O processo de certificação é cíclico, com auditorias realizadas uma vez por ano e a recertificação atestada a cada três anos. A recertificação anterior ocorreu em 2018. Desta vez, a auditoria foi realizada para comprovar que Sistema de Gestão Integrado da BRK Ambiental continua com seu nível de excelência.

A auditoria de supervisão atestou a gestão nos processos administrativos e operacionais da empresa. “A excelência operacional é um dos nossos compromissos, e atuar com segurança e integridade são elementos que norteiam o trabalho dos nossos profissionais. Esta certificação funciona como um selo de garantia da qualidade dos nossos serviços, da saúde e da segurança dos funcionários, além do cuidado com o meio ambiente. Demonstra o cuidado da BRK Ambiental nesses três aspectos que são fundamentais para o desenvolvimento sustentável de uma organização”, ressalta o diretor da BRK Ambiental, Bruno Ravaglia.

Leia Também:  MP do Rio vai indiciar oito pessoas pelo incêndio no Ninho do Urubu

O analista da Qualidade da concessionária, Wescley Macedo, explica que o monitoramento assegura o cumprimento das normas NBR ISO 14001:2015 (Sistema de Gestão Ambiental), OHSAS 18001:2007 (Sistema de Gestão de Saúde e Segurança) e NBR ISO 9001:2015 (Sistema de Gestão da Qualidade) pela BRK Ambiental. “Atualmente, também estamos trabalhando a migração da norma OHSAS 18001:2007 para a ISO 45001:2018, que é uma norma internacional mais moderna em relação à saúde e à segurança dos funcionários. Já atendemos a essa norma e estamos refinando os processos para buscar a certificação, o que deve ocorrer no próximo ciclo de recertificação, em 2021”, finaliza o analista da Qualidade.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA