Cidades

Prefeitura de Cachoeiro mapeia 35 mil imóveis para regularização fundiária

Publicados

em

Em Cachoeiro de Itapemirim, 35 mil imóveis deverão receber escritura por meio de regularização fundiária. Essas unidades foram identificadas no trabalho de recadastramento imobiliário no município, realizado entre 2019 e 2020 por uma empresa contratada pela Prefeitura.

A partir da identificação, a Secretaria Municipal de Urbanismo, Mobilidade e Cidade Inteligente (Semurb) fará um novo cadastro e abrirá processos para cada uma das unidades mobiliárias, visando identificar quais se encontram em Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS), dentre outros aspectos.

Posteriormente, será elaborado um plano de habitação para servir de base para a regularização. Todos os procedimentos deverão ser realizados ao longo dos próximos anos.

A regularização representa uma série de vantagens para os proprietários dos imóveis. Isso inclui: garantia de segurança jurídica do imóvel; facilitação na obtenção de financiamentos para melhorias; acesso aos serviços públicos da cidade.

“Mais do que regularizar a titularidade de um imóvel, a regularização fundiária objetiva valorizar as propriedades, qualificar as ocupações e promover o bem-estar da população e o desenvolvimento da cidade. Ainda iniciaremos todo o processo junto a esses imóveis, o que leva tempo, mas ter um mapeamento detalhado representa uma etapa importante que já superamos”, afirma o secretário municipal de Urbanismo, Mobilidade e Cidade Inteligente, Alexandro da Vitória.

Leia Também:  Covid-19 em Cachoeiro: agendamento de vacina para pessoas de 40 a 49 anos nesta quarta (23)

Recadastramento

O recadastramento resultou no mapeamento de 103 mil imóveis. Para realização desse trabalho, foram empregados mais de 40 profissionais para visitar os locais. Também foi importante a realização de registros fotográficos aéreos (voos), com alta precisão.

Com isso, Cachoeiro conta, atualmente, com mais de 335 mil fotos das fachadas dos imóveis, fotos aéreas, desenho dos lotes e das edificações – um vasto material técnico que terá grande utilidade para o município.

“Há quase 20 anos não era feita a atualização do cadastro imobiliário, e agora temos um volume de documentação importante. Poder regularizar esses 35 mil imóveis representa uma grande ação de promoção da cidadania em nosso município, pois facilita o acesso dos moradores a uma série de benefícios – além de incentivar a geração de renda para várias famílias, o que se reverte positivamente para toda a cidade”, destaca o secretário municipal de Fazenda, Márcio Guedes.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Covid-19 em Cachoeiro: agendamento de vacina para pessoas de 40 a 49 anos nesta quarta (23)

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) abrirá, nesta quarta-feira (23), às 10h, agendamento on-line de vacinação contra a Covid-19 para pessoas de 40 a 49 anos. Haverá 3 mil doses disponíveis, as quais deverão ser aplicadas na quinta (24) e sexta-feira (25).

O site para fazer a marcação é o www.cachoeiro.es.gov.br/vacinacovid19. Após um breve cadastro, o usuário escolhe a unidade básica de saúde (UBS) e o dia para se vacinar, dentre os disponíveis – o horário aparecerá automaticamente. Os usuários poderão agendar em qualquer unidade com vagas, e não apenas naquela localiza mais próxima de sua residência.

No dia da vacinação, será necessário apresentar o comprovante do agendamento, cartão de vacina, documento de identificação com foto e cartão do SUS ou CPF.

Atualmente, a campanha de imunização avança no município levando em conta a faixa etária, em ordem decrescente. Nesta segunda-feira (21), foi iniciada a vacinação de pessoas de 45 a 49 anos que fizeram agendamento no fim de semana.

Já foram aplicadas mais de 100 mil doses da vacina em Cachoeiro. A campanha também já alcançou, total ou parcialmente: idosos acolhidos em instituições de longa permanência (ILPIs) e seus cuidadores; trabalhadores da saúde; profissionais das forças de segurança; trabalhadores da educação; mulheres grávidas e puérperas; pessoas em situação de rua; rodoviários; trabalhadores do Serviço Único de Assistência Social (Suas); pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades; pessoas acima dos 50 anos sem comorbidades.

Leia Também:  Privatização da Eletrobras deve encarecer cerveja, carne e leite; entenda

“Estamos seguindo rigorosamente o que determinam os governos federal e estadual em relação à vacinação e já conseguimos alcançar um número expressivo de doses aplicadas. Ainda assim, é importante que a população não relaxe com os protocolos sanitários”, afirma o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Interior

A estratégia de vacinação para moradores dessa faixa etária no interior do município é outra: eles devem entrar em contato ou ir à UBS de seu distrito para receber instruções sobre os dias em que a imunização ocorrerá no local.

Vacinação para maiores de 50 anos

Pessoas de 50 anos ou mais também continuam sendo vacinadas. Basta procurarem a Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde) ou a unidade básica de saúde mais próxima com doses disponíveis e apresentar os documentos exigidos.

“Por diferentes motivos, algumas pessoas não conseguem se vacinar no período em que fazemos a chamada para a sua faixa etária. De todo modo, reforçamos que é importante que todos aqueles que não tem impedimentos procurem se imunizar no período adequado”, ressalta o secretário.

Leia Também:  Câmara de Vereadores de Cachoeiro oficializa pedido de suspensão do IPTU

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19 em Cachoeiro podem colaborar com a campanha Compartilhe Amor, doando, no momento da vacinação na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.

A participação na campanha também é aberta às pessoas para quem ainda não chegou a hora da imunização. Além das unidades básicas de saúde, é possível entregar os donativos nos postos de coleta das lojas do Perim Supermercados, parceiro da iniciativa.

No momento, a campanha busca ampliar a arrecadação de itens como farinhas de trigo e mandioca, óleo de cozinha, fubá, canjiquinha, açúcar, pó de café e macarrão.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA