Cidades

Prefeito de Castelo suspende revitalização da Avenida Nossa Senhora da Penha por 30 dias

Publicados

em

Domingos Fracaroli

Em conversa com o site, o novo prefeito Domingos Fracaroli explica porque não deu sequencia ao cronograma deixado por Piassi

Por Ilauro Oliveira | 31.08.2019

 

O novo prefeito de Castelo, Domingos Fracaroli (PSDB), suspendeu por 30 dias a obra de revitalização e reforma da avenida Nossa Senhora da Penha, considerada uma das vias mais importantes do município.

A obra, que vinha sendo considerada pelo ex-prefeito Luiz Carlos Piassi (MDB) como a joia da coroa de sua gestão, teve ordem de serviço assinada no último dia 21, em uma das últimas ações do emedebista como gestor municipal. Dois dias depois, ao tomar posse, Fracaroli decide, temporariamente,não iniciar a obra

Em conversa com o site, o novo prefeito explica porque não deu sequencia ao cronograma deixado por Piassi:

“Pedi um tempo para analisar melhor o projeto. São 30 dias de prazo para tomar pé da situação. Ela não está cancelada não. Apenas pedi esses dias. Precisamos ver a situação do município. E tenho menos de uma semana no cargo”, explicou.

Leia Também:  Governador Casagrande entrega 60 leitos de internação em Cachoeiro e, finalmente, Hospital do Aquidabã sai do papel e começa funcionar

Fracaroli disse que pretende ouvir os castelenses e as entidades municipais para conduzir de forma tranquila o pouco tempo em que estiver à frente da prefeitura.

“Precisamos olhar as prioridades e trabalhar com a maioria. Existem decisões que precisamos tomar rapidamente, mas outras precisamos analisar com calma, haja vista as implicações que elas podem gerar. E essa da avenida é uma delas”.

Uma preocupação do prefeito é quanto as obras de infraestrutura que devem ser feitas na avenida e no seu entorno antes de iniciar a revitalização: “Temos que nos preocupar com a drenagem, por exemplo, entre outras coisas. Por isso esses 30 dias serão importantes”, encerrou.

 As obras de revitalização e reforma estavam previstas para iniciar na última segunda-feira (26). O prazo de conclusão era para 2020. Caso, decida fazer a intervenção, os serviços serão realizados pela empresa BPS Construções, mesma empresa que trabalha na conclusão das obras da Escola João Blay.

O Projeto da Avenida foi elaborado pelo escritório  do arquiteto Nelson Napolitano. Pelo projeto, após a conclusão, a nova Avenida contará com ciclovias, transformação do eixo central, jardinagem, mobiliário urbano, padronização de pontos de ônibus e bancas de jornais, novos acostamentos, nova iluminação e calçadas seguindo as diretrizes do projeto “Calçada Cidadã”.

Leia Também:  Em Cachoeiro, reforma do Centro Municipal de Saúde Bolívar de Abreu entra na fase final

 

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Calçadão da Beira Rio terá mais acessibilidade e novos atrativos para população de Cachoeiro

Publicados

em

 

O calçadão da avenida Beira Rio, em Cachoeiro de Itapemirim, terá mais recursos de acessibilidade e novos atrativos de esporte e lazer. O local passa por reforma desde novembro do ano passado, com o objetivo de proporcionar melhores condições para pedestres e praticantes de atividades físicas.

Estão sendo construídas quatro rampas de acesso, sendo três delas ao longo da via – em frente a faixas de pedestres – e uma na parte da calçada que faz cruzamento com a ponte Juscelino Kubitschek. Outra melhoria em acessibilidade é a colocação de piso tátil (faixa em alto-relevo que auxilia na locomoção) por toda a extensão do calçadão.

Nas últimas semanas, foram iniciadas intervenções em uma área em frente ao Teatro Municipal Rubem Braga onde haverá bancos, equipamentos de academia e um espaço aberto para prática de exercícios físicos. Além disso, está sendo feita uma pequena plataforma elevada, na qual profissionais de educação física poderão se colocar para dar instruções a alunos, durante atividades ao ar livre.

Leia Também:  Cachoeiro recebe 5 mil doses de cloroquina do governo estadual

Neste mês de junho, também é feita a aplicação de granilite no calçadão, material mais apropriado para a prática de caminhada do que o antigo piso de pedras portuguesas. O projeto prevê, ainda, recuperação dos guarda-corpos e melhorias em iluminação e jardinagem.

A reforma é divida em dois trechos: o primeiro tem início na altura do acesso à rua Bernardo Horta e termina na ponte de pedestres Rosalina Despoli; o segundo, segue da ponte Rosalina Despoli até a altura do Teatro Rubem Braga. A expectativa é de que o trabalho de concretagem e acabamentos estruturais nas duas partes seja concluído nos próximos 45 dias.

“A reforma do calçadão da Beira Rio é uma demanda de longa data da população cachoeirense, e nós estamos trabalhando com responsabilidade para entregar instalações de qualidade e mais acessíveis a todos. Enquanto as obras acontecem, pedimos às pessoas que passarem pelo local que respeitem a sinalização para não passar pela área das intervenções – e, de preferência, que evite sair de casa durante a pandemia”, afirma o prefeito Victor Coelho.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA